terça-feira, 7 de maio de 2013

Momentos para partilhar - Semana 1

Com uma amiga dos tempos de carta, peguei um desafio que ela está fazendo no blog dela, e decidi fazer por aqui. (O blog é da Ichigo Hime: Reino de Morango)
Trata-se das 52 semanas com top 5 de respostas a cada pergunta. Ver regras e outras dicas, aqui.




Semana 1: Coisas que me fazem ficar feliz




Amigos ou familiares prosperando na vida 

Gosto de ouvir novidades das pessoas que gosto. Gosto mais quando elas realizam algo que as deixa feliz como quando se quer muito um emprego e conseguem, compram um carro ou uma casa, se casam ou vão ser pais, passam em concurso, entram na faculdade, mudam para uma cidade melhor, enfim, ajeitam suas vidas, realizam sonhos e ficam felizes. A realização de alguém é algo que raramente me deixa invejosa, mas sim feliz pela meta alcançada, por perceber olhos brilhantes e vozes de excitação ao me contarem a novidade. 

Presentes

Parece uma coisa muito infantil, mas quem não gosta de receber presentes? Pode ser uma balinha de 5 centavos e já me sinto feliz com isso. Demonstra que a pessoa se preocupa. Mesmo um sorriso, um recado simples é pra mim importante, pela lembrança e pela consideração.

Noites de sono tranquila

Gosto de dormir, mas gosto de ter o horário que todo ser humano tem para uma noite tranquila de sossego. Dormir cedo, assim que é feita a digestão e acordar disposta no dia seguinte, com o mínimo de oito horas dormidas, faz meu dia render da forma necessária.
Não fico no meu melhor humor se estou com sono, principalmente porque não durmo a tarde. Por mais sono que eu tenha, é melhor que eu deite cedo. Preguiça é liberada apenas nos domingos.

Fazer atividades agradáveis

Se as pessoas pensam em academia, em algum esporte ou no bar para espairecer, eu penso em música, filmes e livros. Ler um livro é a minha atividade favorita para espairecer, assim como ouvir música ao ar livre, de preferência no quintal de casa. Assistir a filmes/séries de meu gosto também é mais que um momento de diversão, passa a ser necessidade algumas vezes. Em certas ocasiões, gosto de fazer umas escalas descompromissadas na minha guitarra. 

Fazer os outros rirem

Não há nada mais agradável do rir e fazer rir. É a troca mais incrível que existe.

Abraços afáveis!

Nenhum comentário: