segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sobre os novos carros para Temporada de 2011 na F1

Se passei o fim de semana esperando mais comentários sobre o F150 da Ferrari e não obtive muitos aqui pelo blog, mudar de assunto me parece muito improvável no momento.
Hoje já temos muito dos novos carros das equipes para comentar. Algumas dessas equipes não fizeram eventos grandiosos como da Ferrari, outros anteciparam apresentações...
Marcadas para data de hoje estavam a Renault (Lotus Renault) e a Sauber. Porém a Team Lotus (do ano passado - que briga com a Renault pelo nome "Lotus" - e é com quem acho que deve ficar...) e a Mercedes já deram as carinhas com seus carros.

Começamos pela Mercedes, com o W02, e uma notícia de ontem, dia 30/01:

Novo carro da Mercedes é revelado por jornal "Bild" (Fonte: Tazio)

O jornal alemão "Bild am Sonntag" se antecipou e revelou ao público como será o novo Mercedes de Michael Schumacher e Nico Rosberg para a temporada 2011 da F-1.
Na foto publicada na edição dominical do periódico, o W02 se mostrou radicalmente diferente em relação ao carro do ano passado, com bastantes semelhanças em relação aos carros de Ferrari e Red Bull.
Logo de cara, a entrada de ar tradicional foi recolocada, mostrando que a inovação de 2010, instalada atrás da cabeça do piloto, não teve muita eficiência. O bico do carro, por sua vez, é bem similar ao de Ferrari e Red Bull: reto e alto. As laterais também possuem mais curvas perto do W01.
Na parte das cores, o preto deu um espaço maior ao verde água. "A flecha tem uma pintura prata novinha em folha, que pode ilimunar as belas formas do carro de verdade", comenta o chefe esportivo da Mercedes, Norbert Haug.
"Arrumamos tudo o que estava errado. Melhorou significativamente", destaca Michael Schumacher, que retornou da aposentadoria apenas para defender a Mercedes na F-1. "Os caras de Ross Brawn fizeram um trabalho muito bem feito e estou satisfeito", disse.
Brawn deu mais detalhes do projeto: "Nosso Kers é muito leve e compacto, dificilmente afetará o equilíbrio do carro, o que é um grande passo. Queremos ganhar a primeira corrida para competir com a chance de sermos campeões. Para isso, precisamos de cada quilômetro rodado."




Essa é a imagem e as informações do novo carro da Mercedes de Rosberg e Schumacher. Muito provavelmente os detalhes e análise técnica desse carro virão mais tarde, dia primeiro de fevereiro muito porvavelmente quando seria a divulgação marcada. Talvez até velência eu possa colocar aqui as informações detalhadas e algum vídeo como foi feito no post sobre o F150 da Ferrari.
De cara achei até bonitão o carro. Porém beleza não leva ninguém a lugar nenhum. De qualquer forma não tem o visual bruto que tem o da Ferrari, mas talvez seja a combinação das cores e não achei estranho colocar um verde combinando com o prata. O bico da Mercedes também é alto, parece mais baixo que o da Ferrari, o que posso estar enganada. Pode ser uma questão de ângulo da foto.

A Team Lotus (sim, a Lotus verdinha do ano passado) lançou também antecipadamente o T128:

De olho nos times estabelecidos, Lotus lança o T128 (Fonte: Tazio)

O Team Lotus revelou nesta madrugada, pela internet, o seu novo carro para a temporada 2011 _o segundo construído pelo time liderado pelo empresário malaio Tony Fernandes.
Mais agressivo que seu antecessor, o T128 tem linhas mais parecidas com modelos de equipes maiores, e traz como novidade o motor Renault e a caixa de câmbio e o sistema hidráulico da Red Bull, além da entrada de ar atrás da cabeça do piloto.
"Acho que basicamente este carro parece com um carro de ponta em todas as áreas. Nós dissemos muito claramente que queremos começar a brigar com os times estabelecidos e acho que isso é possível", afirmou Mike Gascoyne, diretor técnico da equipe.
O time manteve as cores verde e amarela, já que o preto e dourado, como tinha sido pensado inicialmente, será usado pela Lotus Renault. Tony Fernandes comemorou o lançamento do carro da sua equipe, lembrando que este é um momento importante para a continuidade do time.
"O lançamento do T128 é um grande passo à frente para o Team Lotus e quero agradecer todo o time pelo trabalho duro que foi feito no carro, e quero agradecer a Renault e a Red Bull Technology pelo tremendo apoio em nos ajudar a dar este passo", disse o dirigente.

As imagens do T128:










Já que muitos sites também estão focando nas notícias e novidades do São Paulo Fashion Week, podemos dizer que bico alto nos carros esse ano é tendência! ^^

Eu gosto das cores quase brasileiras, da Team Lotus, mas o tom de verde esse ano parece mais claro, não gostei tanto assim quanto ano passado. Mas ainda assim é bonita. As cores originais preto e amarelo ficaram para Renault Lotus. O carro sugere mudanças boas para seus pilotos já que a equipe abandonou o desenvolvimento do T127 logo no começo do ano passado para focar o desenho de 2011, que terá motores da Renault e o sistema de transmissão da Red Bull.
Ainda o piloto brasileiro Luiz Razia será o terceiro piloto da equipe malaia e também a representará na GP2. O carro só vai para a pista de testes nessa quarta-feira, dia 2 e não amanhã quando começam oficialmente os testes de pré temporada.
Seus piloto oficiais Heikki Kovalainen e Jarno Trulli estão motivados com o novo carro. Das equipes estreantes em 2010, a Lotus foi a que melhor se saiu.

Trulli crê em ano competitivo e diz brigar por pontos (Fonte: Tazio)

Um dos pilotos mais experientes do grid da F-1 em 2011, Jarno Trulli apresentou uma motivação de novato na apresentação do modelo T128 da Lotus nesta segunda-feira.
Depois de encarar um ano de estreia de resultados nulos e muitos problemas, o italiano afirmou que sabia dos inconvenientes e que a meta era 2011 e o novo carro, que tem linhas similares à dos bólidos das grandes equipes.
"Ir para o grid no Bahrein este ano será uma sensação bem diferente. Uma tensão diferente. No ano passado, almejávamos apenas terminar a corrida. Neste ano, o objetivo é somar pontos. Com o pacote que temos, isso é algo que pode ser alcançado", afirmou o piloto, que tem passagens por Prost, Benetton, Renault, Jordan e Toyota.

Kovalainen diz que está preparada para nova temporada (Fonte: Amigos da Velocidade)

O T128, o novo carro da Lotus, foi lançado nesta segunda-feira e a expectativa da equipe é que 2011 seja muito diferente do último ano, quando ficou na parte de trás do grid e sem perspectiva de melhora.
O time manteve a dupla formada pelo italiano Jarno Trulli e Heikki Kovalainen. E, segundo o finlandês, ele está mais preparado do que nunca para o segundo ano na equipe.
"As últimas seis semanas foram fantásticas para mim, fazendo o treinamento básico inicial e agora mudando para melhorar os níveis de desempenho", disse. "Tem sido um inverno muito bom e acho que estou melhor preparado que eu já estive”.

Boa, muita boa sorte para minha dupla favorita da F1 esse ano. Gosto dos dois porque são caras que falam pouco e trabalham, se comprometem. Já está suficiente e se a equipe implacar, muito será do trabalho dos dois.

Agora, as equipes que eram para ser o foco do dia. Começamos pela Sauber:

Sauber apresenta C30, evolução de carro de 2010 (Fonte: Tazio)

A Sauber se tornou a terceira equipe (e a segunda apenas hoje) a apresentar seu novo carro para a temporada 2011 da F-1.
O time suíço, que quase morreu no fim de 2009 com a saída da BMW, retirou a marca de seu nome oficial e incorporou o piloto Sergio Perez ao lado do japonês Kamui Kobayashi. O novo carro apresenta uma traseira fina e integrada, com as laterais mais esculpidas, o bico sempre alto, e o Kers da Ferrari.
A presença do mexicano Perez, de 20 anos, vice-campeão atual da GP2, já pôde ser notada com a presença de quatro patrocinadores de seu país (Telcel, Claro, Telmex e José Cuervo), que fazem a diferença na pintura branca, cinza e vermelha adotada em 2010.
Perez e Kobayashi exibiram o carro pela primeira vez no circuito de Valência, onde a pré-temporada se inicia nesta terça-feira. O C30 nada mais é que uma evolução de seu antecessor. "Nossa meta era construir nas forças e eliminar os pontos fracos", disse o diretor técnico James Key.
"Além disso, é importante ir para a pré-temporada com um carro que entendemos, e trabalhamos muito para garantir que as características do carro estão na direção que acreditamos. Ainda há muito o que aprender com os novos pneus Pirelli e queremos garantir que não existirão surpresas", continuou.
Para o dono do time, Peter Sauber, a presença de Key, contratado no ano passado, já vem rendendo frutos após um ano complicado. "Nunca tivemos tantos problemas de confiabilidade quanto no ano passado, mas conseguimos superá-los na segunda metade do ano passado. Implementamos consideráveis mudanças estruturais e a presença de Key já rendeu grandes conquistas. Agora, ele é o responsável pelo C30.


As fotos do C30:






 






Talvez seja o carro mais sem graça da temporada. A pintura é simples e de aparência nada tem de novidade. Soa como os outros que já apareceram. O bico, as asas a traseira: Novidade nenhuma.
Sobre os pilotos temos o Kobayashi que dispensa apresentações e o estreante Perez:

Koba pretende não errar; já Perez almeja progredir (Fonte: Tazio)

Das duplas de pilotos formadas para a temporada 2011 da F-1, uma das mais promissoras é a da Sauber, com Kamui Kobayashi e Sergio Perez.
Depois de quase perder a chance de se estabelecer na categoria com a saída da Toyota em 2009, Kobayashi agarrou com unhas e dentes a oportunidade na Sauber e impressionou com seu arrojo e a falta de medo nas ultrapassagens.
Em 2011, o japonês quer construir em cima do obtido e evitar entrar em confusões nas corridas: "Minha temporada de estreante agora é passado. Aprendi muito, ganhei bastante autoconfiança e minha meta em 2011 é não cometer nenhum erro."
Vice-campeão da GP2 e com apenas 20 anos, Perez chega à Sauber como a maior esperança mexicana desde os irmãos Rodriguez na década de 60. Apoiado por grandes empresas de seu país, o estreante vê em Kobayashi um grande espelho e espera não decepcionar seus investidores.
"Já fui alertado sobre quão desafiadora é a F-1 do ponto de vista do piloto e na parte técnica. Tenho muito o que aprender e tenho uma ótima referência em Kamui. Minha meta pessoal é progredir direto. Ter consistência é importante, não só pra mim como pra toda a equipe. O apoio que venho tendo de meu país é gigante, e não quero desapontar ninguém", afirmou.

Aqui o vídeo de apresentação do carro C30:


A mais esperada do dia, talvez seja a equipe Renault que apresentou uma novidade:

R31 surpreende na traseira; time fala em "coragem" (Fonte: Tazio)

A Lotus Renault apresentou na manhã desta segunda-feira o R31, carro com o qual pretende voltar aos tempos de glória do meio da década passada, quando venceu dois títulos consecutivos com Fernando Alonso.
Com o lançamento, fica mais evidente a guerra travada com a equipe malaia que leva o nome da Lotus desde o ano passado: o carro apresenta um logo idêntico e o nome "Lotus" na asa traseira, assim como no macacão dos pilotos. Uma decisão sobre o caso sai em março, de acordo com a Corte Inglesa.
O que chamou a atenção em relação aos outros carros foi a traseira: estrutura da suspensão traseira parece bastante radical em relação às rivais. Para o diretor técnico James Allison, a palavra "coragem" marca a Renault em 2011.
"Qualquer um que seguir o esporte verá que palavras como agressividade e coragem serão divulgadas como soluções para as equipes neste ano. Acredito que escolhemos uma direção que é realmente mais corajosa que a coragem", comentou.

As fotos:






Tái a diferença: suspensão traseira diferente das rivais.
A pintura é linda apesar das propagandinhas. Limpos desses mini outdoors os carros ficariam muito mais legais, mas... tem que faturar né? Fato estranho é o logotipo da Lotus idêntico ao da Team Lotus. Guerra declarada sim, mas poxa, seria mesmo necessário?
De qualquer forma é um carro que visualmente me agrada apesar de eu não gostar da Renault, a volta dessas cores deixa muito empolgados.
E falando em empolgação a "novidade" da equipe também fica com o Bruno Senna de terceiro piloto da equipe. O garoto sai na frente daqueles que ficaram sem time, e já permanece contato com a categoria. Mesmo que terceiro piloto não faça muita coisa, antes isso que nada.
A equipe mantém Kubica e Petrov, a dupla do ano passado. Kubica dispensa apresentações, para mim um dos caras mais injustiçados da F1, muito talentoso. Não vai precisar desse ano para provar nada a ninguém, mas com toda certeza só aumentará a carga de talento que tem. Petrov tem um grande desafio à frente: mostrar que realmente o dinheiro não é o suficiente para manter-se na F1. Talento também é preciso no pacote e já é a hora de botar isso em prática caso ele tenha. Segurar um Fernando Alonso numa última corrida de decisão de campeonato não faz ninguém subir de nível, muito menos item para currículo. Vamos precisar de mais do que isso, ok moço?

Vídeo:



Kubica: "Será bom ter as duas mãos no volante" (Fonte: Tazio)

Com a ambição da Renault em tentar retomar os dias de glória de Fernando Alonso, Robert Kubica desponta como um dos destaques da pré-temporada 2011 da F-1.
O polonês apresentou ao público o R31 com sua traseira radical, e disse que as mudanças regulamentares para 2011 fará com que os pilotos dediquem tempo para adaptação.
"Existem muitas coisas novas para nos acostumarmos antes da primeira corrida, mas faremos o nosso melhor para estar o mais pronto possível para o início da temporada", comentou Kubica, que diz estar mais tranquilo em seu segundo ano no time gaulês.
"É bom que não precisamos nos preocupar com este ano, pois sei o que esperar. Isso tornará as coisas mais fáceis e poderemos nos concentrar em extrair o máximo do carro e melhorar a performance", destaca o piloto que comenta as mudanças de 2010 para 2011, ressaltando a ausência do duto frontal e a "vantagem" de manter as duas mãos no volante.
"Será um ano bem diferente, mas não sei se será mais desafiador, pois levar um carro de F-1 ao limite é sempre um desafio. Os pilotos ficarão mais ocupados com o Kers e a asa ajustável, mas não será mais difícil que operar o F-duto", analisa o polaco, vencedor do GP do Canadá de 2008.
"Será bom ter as duas mãos no volante! Certamente precisaremos nos concentrar muito nos poucos dias de testes para entender os novos sistemas, mas sei que nos acostumaremos rápido e tudo ficará automático", destacou Kubica, que espera brigar com as três grandes neste ano.
"No momento, é difícil saber a competitividade do nosso pacote, mas os engenheiros optaram por um design inovador, o que é bom. Esperamos ir para a frente, o que significa brigar com Ferrari, McLaren e Red Bull. Sabemos que não será fácil, mas vamos trabalhar duro."

Petrov confia que terá temporada mais tranquila (Fonte: Tazio)

Indo para sua segunda temporada na F-1 pela Renault, Vitaly Petrov garante se sentirá mais tranquilo em 2011 do que do que no ano passado.
Em 2010, estreando na categoria, o piloto russo terminou o campeonato longe de seu companheiro de equipe, Robert Kubica, em uma temporada marcada pela inconstância e por erros de pilotagem.
Após o lançamento de seu novo carro, o russo admitiu a pressão sentida em sua estreia, mas diz que a experiência de um ano na categoria tornará as coisas mais fáceis para 2011.
"Ano passado foi um pouco tenso, mas agora eu estou livre e posso respirar", revelou Petrov.
"Claro que será mais fácil. Não terei que aprender como no ano passado, mas sim apenas me adaptar com coisas como o Kers e a asa traseira."
Petrov usou como exemplo o GP da Hungria, quando, já conhecendo bem o circuito de Budapeste, conseguiu superar Kubica e obter seu melhor resultado na F-1 até então.
"Durante todo o fim de semana eu fui perfeito. Eu conheço os segredos daquela pista muito bem. Eu sei como fazer o carro trabalhar bem e é por isso que eu fui bem competitivo."
Amanhã, Petrov dará as primeiras voltas do modelo R31 no circuito Ricardo Tormo, em Valência.

É isso. Faltam mais detalhes do carro da Mercedes, que devem sair amanhã juntamente com os novos carros das equipes Red Bull e Toro Rosso, mais a Williams. A McLaren tem seu evento marcado para dia 4 de fevereiro (e deve ser pontual pois a mesma também tem o costume de fazer da "estréia" um evento pomposo como a Ferrari). Dia 7 a Marussia Virgin apresenta o carro de seu segundo ano e dia 10 a Force India fecha as apresentações de carros com datas marcadas. Isso se não adiantarem, também. A Hispania ainda falta definir apresentação de carro, mais um segundo piloto para ser companheiro de Narain Karthikeyan.

Eu gostei da pintura da nova Renault e achei a traseira interessante. De qualquer forma a Mercedes também parece bonita com aquele verde extra na pintura. Porém só nos testes de amanhã até quinta poderemos dizer algo sobre os carros e suas eficiências, embora tenhamos certeza de motores e resistências só em março.
Mais uma vez a caixa de comentários fica a disposição.

Abraços afáveis!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Ferrari apresenta F150

Nesse dia 28 de janeiro de 2011 a Ferrari planejou a apresentação do carro F150 para a temporada desse ano.
Como todos já devem ter vistos inúmeras reportagens sobre, faço meu balanço do que já foi lido e comentado por hoje.

A primeira equipe a apresentar o novo carro talvez seja a mais esperada sempre. Não se fez muito suspense sobre o fato, tanto passou tão depressa que já estamos comentando sobre o que poderá vir do F150 já no dia de hoje. A cerimônia foi realizada na sede da equipe em Maranello, na Itália e estiveram lá presidente e pilotos como se era esperado.
Vamos às fotos que selecionei do F150 (Fontes: Tazio e Ferrari.com):












Informações detalhadas (Fonte: Tazio):


Chassi

- Fibra de carbono com estrutura em forma de colmeia;

- Câmbio: Ferrari longitudinal, semiautomático, sequencial, controlado eletronicamente com sete marchas mais ré com diferencial limitado;

- Freios Brembo ventilados construídos em fibra de carbono;

- Suspensão independente, push-rod ativado com barras de torsão nas quatro rodas;

- Peso com água, fluídos e piloto: 640 kg;

- Rodas BBS de 13;

Motor

- Tipo: 056;

- Número de cilindros: oito;

- Bloco de cilindros em alumínio em V no ângulo de 90º;

- 32 válvulas;

- Distribuição pneumática;

- Deslocamento total: 2.398 cm³;

- Largura do pistão: 98 mm;

- Peso: 95 kg;

- Injeção e ignição eletrônica;

- Combustível e lubrificantes: Shell.
 
O modelo é bem parecido com o da temporada 2010. Visivelmente as mudanças soam mínimas. (Soam? Na verdade são pequenos detalhes irrelevantes um pouco diferentes...)Pelas fotos o visual parece bruto e o bico alto e fino. Há a bandeira italiana na asa traseira em homenagem aos 150 anos da unificação italiana (por isso também o nome F150).
Segundo o site Tazio: O carro tem o bico alto e conta com as asas flexíveis dianteiras, assim como o modelo da Red Bull em 2010. Há mudanças também no difusor, que ficou simples devido às novas regras. A entrada de ar é maior e a asa traseira também veio com modificações aerodinâmicas.
 
 
Uma série de comentários técnicos podem ser lidas aqui: Confira uma análise técnica do novo carro da Ferrari .
De antemão o carro me pareceu mais bonito que o da temporada passada que tinha muito branco. Esse parece muito cheio de propagandas básicas, mas olhando bem é quase imperceptível e pode passar despercebido sim, não deixando o visual carregado de informações como um outdoor ambulante.
 

Está apresentado!
Os discursos soam normais. Segundo Fernando Alonso, as mudanças são uma motivação a mais. "Será um novo desafio, com mudanças nas regras e os pilotos tendo que se adaptar ao novo estilo de pilotagem e ao Kers. Mas esse carro é fruto de muitos meses de trabalho, e estamos prontos para o desafio", disse o espanhol. (fonte: Tazio) Felipe Massa fortificou a motivação do ano: "É muito importante para a gente, estou muito motivado e empolgado, pois acompanhei o desenvolvimento do carro e estou ansioso para começar esse novo ano", afirmou o brasileiro. Novidade nenhuma também. Ninguém gosta de cometer os mesmos erros da temporada passada e afirmar que vai persistir sendo apenas mais um na pista.
O chefe da Ferrari, Stefano Domenicali admitiu que ainda há mudanças a serem feitas: "O carro tem um regulamento técnico diferente do passado, então priorizamos a confiabilidade, que foi a base do nosso trabalho. Queremos chegar à primeira corrida com todos os detalhes prontos", disse. Ainda teve Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, que  forçou a barra com um manjado discurso de presidente: "Neste ano, temos que vencer, e faremos nosso melhor para vencer. Estamos melhores e não vemos a hora de desafiar nossos oponentes." Nada mais óbvio. Assim esperam os tifosi, senhor Montezemolo... ¬¬'

Por hora é o que posso destacar. Os pilotos parecem motivados, Alonso em especial está frizando uma motivação para continuar ativo esse ano como foi em 2010, mesmo com muita gente torcendo o nariz. 2011 é nova etapa. É como se começasse tudo do zero, com forças extras e trabalho para fazer jus ao que se tem como função. Espero que o Felipe Massa não esteja só interpretando ao dizer que está animado com a temporada 2011 e o novo carro. Acho que é o mínimo que ele pode retribuir aos fãs e a equipe que tanto ama. (E é claro, trabalhar como qualquer outro. Acho que disso ninguém pode fugir.) O Alonso,  quanto à esse feedback com os fãs, aparentemente não tem os decepcionado, pois quem gosta do espanhol, gosta mesmo, o conhece, sabe bem explicar o porquê e se sente satisfeito em orgulhoso em ser.
Se os fãs do Felipe acharem que apoiá-lo ainda é preciso que o façam, sem depositar a culpa em terceiros.
De qualquer forma, isso já basta e é bem mais saudável.
Que assim possamos conferir dia 1 de fevereiro, os primeiros testes pré temporada com o F150 com tranquilos momentos. Os testes serão do dia 1 ao dia 3 de fevereiro, sendo que no dia 1 teremos também apresentação dos carros da Red Bull, da Lotus, da Mercedes, da Toro Rosso e da Williams. Então dia primeiro de fevereiro teremos muito assunto.

Agora dia 31/01, quem apresentará novos carros para 2011 serão a Renault e a Sauber, ambas em Valência, na Espanha . Até lá farei meus novos comentários.
Com isso, a caixa de comentários ficam a disposição de vcs. Quais as expectativas e impressões sobre o F150 e o evento?

Abraços afáveis!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Ai ai... Notícias da Force India!

As notícias que se tem de hoje são que a equipe Force India divulgou seus pilotinhos oficialmente:


Nesta quarta-feira, a equipe confirmou Adrian Sutil e Paul di Resta como pilotos titulares para a próxima temporada. E Nico Hulkenberg como piloto de testes e terceiro piloto.
O anúncio oficial foi feito em Glasgow, na Escócia, terra de Di Resta. Agora somente uma vaga está  em aberto para este ano: o segundo cockpit da Hispania.
 
A situação de Hulkenberg é deveras mais confortável que as de Bruno Senna e Luca Di Grassi, que como bem sabemos não tiveram seus contratos firmados para esse ano. Pode ser que assuma a vaga de piloto de testes da Pirelli em 2011.  Di Grassi pode suceder Romain Grosjean na função de segundo piloto de testes da Pirelli, ao lado de Pedro de la Rosa. Porém,  De La Rosa pode estender seu contrato com a empresa italiana (que termina agora em janeiro)... Então ainda é necessário uma confirmação. Se ocorrer, será melhor que nada, pois pelo visto ele não negociou ou não teve propostas em ser terceiro piloto em nenhuma outra equipe.
Mesmo assim, acho que Nico merecia uma segunda chance, mais palpável que ser terceiro piloto da Force India. Como dizem, melhor que nada.
Sobre Di Resta, resta (hahahaha, sim foi de propósito! ^^) esperar pela sua estréia no GP do Barein e ver no que dá o desempenho em pista do escocês.
 
Adrian Sutil é o foco da postagem de hoje. Sutil soltou suas asas, deu rodopios e mostrou que fala, que fala mesmo.
 
"É uma vergonha Hulkenberg ser reserva na F1", diz Sutil (fonte: Terra Esportes)
 
Confirmado como piloto da Force India, Adrian Sutil afirmou que é uma vergonha ver seu compatriota Nico Hulkenberg como piloto de testes neste ano. A informação é do jornal alemão Bild.
"Nico definitivamente merece estar na Fórmula 1. É uma vergonha, mas ser piloto de testes é melhor do que nada", disse Sutil.
Nesta quarta-feira, a equipe indiana confirmou, além de Sutil, Paul di Resta como piloto titular. Hulkenberg foi anunciado como piloto reserva do time. Em 2010, o jovem alemão teve um desempenho sólido pela Williams, chegando a conquistar a pole position no Grande Prêmio do Brasil.
 
Concordo, mas o que na F1 muitas vezes não é uma vergonha? Se pudesse, claro, haveria vaga para todo mundo. Porém nem sempre quando caem na peneira, passam os mais ajeitados.
Eu colocaria Di Resta no lugar de Nico e daria essa segunda chance ao alemão, mas eu não decido nada, como já sabem.
 
Sutil sonha com Ferrari e em correr com Hamilton (fonte: Tazio)
Perto de ser confirmado por mais uma temporada na Force India (o anúncio oficial deve acontecer nesta quarta-feira em Glasgow, na Escócia), Adrian Sutil sonha com a Ferrari.

Em uma entrevista à revista alemã "Auto Moto und Sport", o piloto de 28 anos, que está em seu terceiro ao lado da equipe, é só elogios para a turma de Maranello.

"Acho que os carros de rua são legais, acho que a equipe de corrida é legal. Acho que as cores são legais. Certamente, é algo muito especial", comentou Sutil, que também gostaria de repetir a dupla feita com Lewis Hamilton no passado.

"Adoraria correr novamente com Hamilton", completou o alemão, que foi o vice-campeão da F-3 europeia logo atrás do inglês, que era seu companheiro de equipe e foi o vencedor da temporada.
 
Adoro essas pessoas que não deixam nunca de sonhar.
O sonho de correr pela Ferrari é uma coisa piegas, mas é como comer batata frita: todo mundo quer. Ok, foi uma péssima comparação, mas eu não conheço ninguém que não goste de batata frita. Pode não querer comer todo dia, mas uma vez ou outra aceita.
E a Ferrari tem todos os defeitos do mundo, mas é ainda a chance dos pilotos em serem grandiosos. Não muda.
Mas... Que raio de declaração é essa de que as cores da equipe são legais? o.O
 
Bem, correr com o Hamilton já não é sonho de muitos. Eu entendo bem porque para Sutil isso soa especial. (Ooow!) Acho que para metade dos pilotos do grid isso nem passa pela cabeça. Acho que muito do discurso "eu sonho com a Ferrari" que se repete quase incansávelmente, junto com outro bom que é "eu não escolho companheiros de equipe, porque no fundo, no fundo somos todos rivais". Isso é fato. Sinceramente não acho que o Hamilton escolheu e aceitou de bom grado o Button. Podem se esquecer do JB, mas ele não é qualquer um que se estenderá como tapete quando Hamilton precisar de "help".
 
Porém Sutil, my darling, ou uma coisa ou outra: ou corre pela Ferrari ou corre com Hamilton. Acho mesmo que Hamilton nasceu e "cresceu" na McLaren, vai criar raízes alí. Até então não vejo a saída do Alonso da Maranello tão já. Eles não são os rivais que se mordem como pinta a imprensa, mas acho que não rola mais uma boa relação quando os dois estiverem juntos. A briga de egos já foi intensa o suficiente e agora cada um para o seu lado é bem melhor. Cabe a nós escolher o lado que preferimos torcer e observar. (Eu já escolhi o meu.)
Claro, isso já é opinião de agora. Posso ser surpreendida como fui com Michael Schumacher ano passado. O Alonso pode desistir dos erros da equipe e o Hamilton pode deixar o forte que Ron Dennis escolheu para ele. Quem sabe? Improvável sim, mas...
 
Voltando ao Sutil, com sua declaração sobre Hamilton: é ou não é uma declaração fofa? xD
 
Abraços afáveis!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Postagem rápida

Estou de passagem rápida com dois avisos.
Deixei ontem uma postagem com músicas legais e se quiserem ainda comentar, está às ordens! ^^ Prometo verificar e responder amanhã mesmo. Basta seguir para a postagem abaixo.




Por hoje, o segundo aviso é por conta de um link direto. O motivo dele é simples: fala de Kimi Räikkönen. Achei um texto muito legal, para fãs principalmente e deixo aqui o link inclusive para não fãs. Não custa. Se custar e não for mudar em nada sua opinião, ignore. As críticas já foram muitas nesses últimos anos.
Eu poderia colar o texto aqui, mas deixo o link pelos créditos da Ludy, do Blog Octeto Racing Team. Deixem lá o comentário de vcs, ou se preferir, aqui também.


Por mais que seja doloroso, na vida a gente precisa preservar o que somos e o que nos faz feliz para que possamos seguir em frente. E foi o que Kimi fez. Ele queria correr e apenas isso. Pode ser bem frustrante que ele não esteja na F1 mais, mas para ser Kimi Räikkönen ele precisou sair. Para seus fãs é um pouco doloroso, não em todos os casos, mas enfim... A F1 em si, ultimamente, tem enlouquecido qualquer um essa necessidade de agradar todo mundo. O que realmente importa, o esporte, fica cada dia mais em segundo plano.
É só por isso, e já basta, para entender o porque de sua decisão.
E eu entendo e apoio isso.

Abraços afáveis!

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Michael Kiske

Hoje é aniversário do Michael Kiske. Adoro a voz dele e como queria dividir sempre meus gosto musicais aqui, aniversários são uma boa razão para montar pequenos setlists quando não tenho muita inspiração ou muito material para outras listas (sugestões para isso já sabem: é só deixarem nos comentários).


Michael Kiske para quem não sabe, se revelou ao mundo quando aos 18 anos foi chamado para integrar a banda de power metal Helloween e foi por onde o conheci, alguns anos depois, já que nasci um ano depois que ele passasse a ser o vocalista da banda. Nasceu em 24 de janeiro de 1968, em Hamburgo na Alemanha. Kiske gravou 5 álbuns com a banda, sendo 4 de estúdio (Keeper of The Seven Keys I e II, Pink Bubbles Go Ape e Chameleon) e 1 ao vivo (Live In UK).
Saiu da banda por desentendimentos e diferentes idéias musicais, em 1994.
Teve sua carreira solo, depois disso e alguns de seus projetos alcançaram pouco sucesso (mais detalhes da carreira podem ser vistos aqui), mas isso realmente não me importa muito. Desde que o conheci, em meados 1994 mesmo achei muito interessante seu tímbre de voz. Até o momento não tinha ouvido nada parecido. E desde então acho uma voz muito boa.
Suspeita para dizer qualquer coisa, aproveito a data para mostrar algumas das melhores músicas com ele. Além destas, é preciso dizer que ouvir os álbuns completos Keeper of The Seven Keys I e II do Helloween é uma necessidade, se gostar de power metal e gostar de Kiske pois é o ápice de sua carreira na banda.
Algumas que escolhi também são duetos e participações. A combinação da voz dele com a de Tobias Sammet vocal do Edguy e idealizador do projeto Avantasia, é supremo!
Espero que gostem:



Helloween - I Want Out


Helloween - Halloween


Helloween - Dr. Stein


Helloween - Kids of The Century



Michael Kiske - Always


Edguy - Judas at The Opera (Feat. Michael Kiske)


Avantasia - Lost in Space

Michael Kiske - The Calling



Michael Kiske and Amanda Somerville - Silence


Essas são algumas, como disse. Comentários sobre as favoritas, e outras gostam, são bem vindos!
Abraços afáveis!

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Sobre carros e testes pré temporada

Depois de passar mal na quarta-feira, estou de volta. A quem devo emails e notícias, peço desculpas, mas estive muito indisposta essa semana, com uma piora significativa na quarta-feira.

Faz algum tempo que não tenho falado de F1, muito porque as notícias de off-season acaba com qualquer um. Muitas delas são absolutamente irrelevantes. Eu não quero dar de "Nelson Rubens" até quando puder evitar, hehehehehehe...

Vamos ao que interessa de verdade, contra a maré do fulano disse, ciclano fez, beltrano espera voltar em 2012:

A pré-temporada 2011 do Mundial de F-1 terão 15 de testes livres sendo divididos em 4 baterias: 3 dias em Valência, 4 em Jerez de La Frontera, mais 4 em Barcelona e por fim mais 4 no Bahrein, onde já ficam para abertura do campeonato no fim da mesma semana.

Confira a data dos testes da Pré-Temporada 2011 de Fórmula 1:

01 a 03 de Fevereiro: Circuito Ricardo Tormo - Valência
10 a 13 de Fevereiro: Circuito Permanente de Jerez de la Frontera
18 a 21 de Fevereiro: Circuitp de Catalunya - Barcelona
03 a 06 de Março: Circuto Internacional do Bahrain - Sakhir

Além disso a preparação de apresentações de carros está bem próxima. A primeira equipe será a amada e odiada Ferrari logo na semana que vem. Hoje a Marussia Virgin confirmou apresentação de carros em fevereiro, restando das apenas a Hispania a confirmar sua data.

Confira o calendário de lançamento dos carros do Mundial de 2011 da F1:

FERRARI
Maranello, Itália
28/1
RENAULT
Valência, Espanha
31/1
SAUBER
Valência, Espanha
31/1
RED BULL
Valência, Espanha
1/2
LOTUS
Valência, Espanha
1/2
MERCEDES
Valência, Espanha
1/2
TORO ROSSO
Valência, Espanha
1/2
WILLIAMS
Valência, Espanha
1/2
McLAREN
Berlim, Alemanha
4/2
MARUSSIA VIRGIN
Londres, Inglaterra
7/2
FORCE INDIA
Jerez, Espanha
10/2


Os pilotos confirmados para a temporada são:

No.PilotoEquipeMotor
1Alemanha Sebastian VettelRed BullRenault
2Austrália Mark WebberRed BullRenault
3Reino Unido Lewis HamiltonMcLarenMercedes
4Reino Unido Jenson ButtonMcLarenMercedes
5Espanha Fernando AlonsoFerrariFerrari
6Brasil Felipe MassaFerrariFerrari
7Alemanha Michael SchumacherMercedesMercedes
8Alemanha Nico RosbergMercedesMercedes
9Polônia Robert KubicaRenaultRenault
10Rússia Vitaly PetrovRenaultRenault
11Brasil Rubens BarrichelloWilliamsCosworth
12Venezuela Pastor MaldonadoWilliamsCosworth
16Japão Kamui KobayashiSauberFerrari
17México Sergio PerezSauberFerrari
18Suíça Sébastien BuemiToro RossoFerrari
19Espanha Jaime AlguersuariToro RossoFerrari
20Itália Jarno TrulliLotusRenault
21Finlândia Heikki KovalainenLotusRenault
22Índia Narain KarthikeyanHRTCosworth
24Alemanha Timo GlockVirginCosworth
25Bélgica Jérôme D'AmbrosioVirginCosworth


Vagas em aberto: Sutil deve ficar com uma das vagas da Force India apesar de ter declarado que ficaria por lá por falta de opção melhor aberta e se contuassem como estão acha que logo será uma equipe de ponta. (Deus é pai!...) Continuando: Liuzzi pode dar espaço para o piloto de testes, Paul di Resta. Ou não.  Hülkenberg também está sendo cotado na equipe, apesar de seu empresário Willi Weber achar que o garoto merece uma melhor opção. Se nesse impasse fica, acaba ficando sem.
Na HRT não tem nada definido. Há rumores de que De la Rosa poderia ser um dos pilotos da equipe para 2011, porém nada confirmado.

Novidades do regulamento propostos pela FIA... Uma delas é que as equipes poderão trocar a caixa de câmbio sem receber punição antes mesmo de completar as cinco corridas exigidas pelo novo regulamento. Porém, isso poderá acontecer apenas uma vez na temporada e não poderá ser no último Grande Prêmio do ano.
Outra novidade é o estabelecimento de uma espécie de “toque de recolher” para os mecânicos. A partir de agora, nada de trabalho nas madrugadas antes da classificação. Da meia-noite até às seis da manhã (ou da 1h às 7h quando a sessão é às 11h) pelo horário local, a equipe deverá dispensar os funcionários de suas funções. Haverá uma exceção apenas para quatro pessoas por equipe. A FIA também fala em severidade em relação a manobras arriscadas. Lá vem polêmica!
E não pára por aí: houve a confirmação da asa traseira móvel , do retorno da regra dos 107% para quem for lento no Q1 e o banimento do duto de ar e o do difusor duplo, as duas principais inovações dos últimos anos – e que, igualmente, foram alvo de polêmicas.
Mas a FIA também esclareceu outro ponto do regulamento pouco claro em 2010: as punições para quem não trocasse de pneus com pista seca.
Fica definido que o piloto terá 30 segundos adicionado ao seu tempo caso não faça a parada obrigatória para troca de composto quando a corrida encerrar antes do previsto. Ou então a exclusão da prova quando não acontecer a troca e o piloto completar a corrida.
Até decorar isso tudo, vou demorar. Para processar tudo isso, algum dia mais tarde comento se há alguma vantagem nessas mudanças. A pior de todas até então são as manobras arriscadas que serão punidas com mais severidade. Eu leio como "severidade" para uns e "mãozinha na cabeça" para outros. Fora que algumas manobras soam perigosas, mas se forem bem feitas, nem precisa de avaliações... Maaaaaaaaas, parece que há criaturas de porcelana em pista. Se não queriam perigo, porque não optaram por serem floristas, cuidarem de pássaros, ou peixinhos em aquário? Agora automobilismo pode ser perigoso sempre, portanto... Duvido que as severidades não causem problemas nesse quesito.
Fora as outras limitações e aberturas. Mas disso falo depois.

Muitas notícias sobre o futuro do Kimi Räikkönen tornaram-se um martírio nesse fim de ano. Decididamente, algumas pessoas já sabem, ele continuará no Rally WRC, vagamente passou pela cabeça dele em voltar a F1, mas decididamente acho que foi mesmo um lapso porque para montar uma equipe para correr de rally, requer no mínimo pensar muito, porque demanda dinheiro. Portanto, F1 não esteve muito nos planos como alguns disseram.
Aqueles que acha que o "Sr. Vodka" só servia para isso na F1, estão livres dele por mais um ano. Podem comemorar.
O assessor de imprensa de Kimi Räikkönen confirmou que o finlandês correrá este ano no WRC, pela marca Citroën, em pelos menos 10 eventos do calendário, em um total de 13. O nome da equipe é Ice 1 Team e já tem confirmada a participação no Rally da Suécia que acontece dia 13 de fevereiro.
Ao contrário dos comentários meio sem noção, ele não cogitou aposentadoria, só parou de resolver suas coisas no tempo em que pode reestabelecer a família depois da perda do pai. Provavelmente tudo estava resolvido porque não se monta uma empresa com patrocínio da noite para o dia. Apenas as negociações não foram divulgadas antes de ter tudo certo.
Kimi também não teve uma péssima temporada no WRC, se décimo lugar é ruim para quem está começando e se capotar não faz parte de rallies, eu pergunto aos sabidos, do que consiste o rally, então?
Convenhamos...

No mais é isso. Se esqueci de algo alguém dá um alerta via comentários.
No mais o que acham que podemos esperar da temporada de 2011? Vamos pensando nas idéias que logo quando estivermos perto do início da temporada da F1 comentarei minhas espectativas. Sobre o rally minhas impressões são poucas porque não assisto e apenas acompanho os resultados via notícias. Mas se tiver algumas coisas para acrescentar, farei o possível.

Abraços aféveis!