sábado, 29 de outubro de 2011

India? É uai...

É impossível de fato, fazer muitas coisas ao mesmo tempo. Nada sai direiro, por isso o longo tempo sem postar. Estou com monografia, estágio e uma festa de arrecadação para instituições de caridade da minha cidade. Aos poucos, as coisas saem, mas não como deveria.

Volto aqui algum tempo depois, mas em devido tempo de comentar sobre o GP da Índia.
O que foi o GP da Coréia, fica complicado dizer, uma vez que vi pouco da corrida, e não pude construir um texto descente.
O que vai ser do GP da Índia também pouco posso opinar por um simples treino.
As mesmas figurinhas estão lá. Vettel continua deixando a maioria no chinelo. E a pista? Putz, como faz sujeira! Mas a primeiros olhos não parece ser uma pista tão ruim.
Ainda temos um tantão de assuntos, que vão desde a especulação da volta do Kimi à categoria, até quem vai ser o vice campeão que parece que ninguém está dando muito bola para os dois assuntos. O primeiro porque talvez alguns não tenham certeza não queiram queimar o filme. Mesmo assim alguns gastam tempo com previsões. Aqui a coisa fica o tempo todo pulsando, afinal o assunto envolve brasileiro.
Sobre quem vai ser vice ninguém se importa mesmo, porque se isso não der algum tipo de polêmica, fica sem sal e açúcar com vontade.

Fora isso, será uma boa prova se dermos o luxo de assití-la sem os espinhos. Será que complica tanto sentar e ver a corrida acontecer sem ficar discutindo a cor das borboletas?



Abraços afáveis!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Comemorando o dia das crianças com gosto

Sei que fiquei muitos dias apática aqui pelo blog. Mas a falta de tempo é desculpa, mas não justificativa.
Fato é que mal estou conseguindo cumprir minhas obrigações fora da internet que exigem o mínimo de neurônios.
Devo ter sido picada pelo mosquito tsé-tsé (ver aqui) embora o infeliz inseto não ande por essas bandas...
Estou andando pela manhã na faculdade que nem o Luan Santana. Não cantando mal ou escrevendo "letras" de "música" de gosto duvidoso, mas sim ando meio vesga. No meu caso, é sono.

Ontem foi dia de Nossa Senhora da Aparecida, dia das crianças... Essa último festejo sempre  foi mais do que nunca colocada para fazer os pais por aí gastar seus ricos dinheirinhos com bugingangas para os filhotes que nunca pedem algo genuinamente útil.
Eu sei porque fui criança. Numa dessas pedi um patins, por alto e ganhei o maldito, que está mofando no guarda-roupa. Andava dentro de casa, nunca tive coragem de sair na rua e morria de medo de cair, por isso sempre que possível eu freava jogando o corpo nas paredes para evitar desequilíbrios.

"Desequilibrar-se" emocionalmente é algo que faz parte do cotidiano dos adultos e não muito (não pelo menos consciente) das crianças. Se agirmos como elas logo alguém nos julga por isso. Vamos pegar um exemplo: duas crianças brigando por um brinquedo. Uma vai lá e toma da outra, a outra pega de volta, uma apela e chora, a outra chama ela de boba. Se ninguém tomar partido, em dois tempos eles já se decidiram se vão ficar emburrados um com o outro enquanto o mais forte acabou com o brinquedo e sai de perto do "inimigo" ou aprenderem a dividir o tal ou se divertir com outra coisa.
Quando a segunda opção acontece é um sucesso, quando a primeira de ficar emburradinhos pelos cantos e mais comum se estabelece eu diria que é um treino para quando chegar a idade adulta, agir de foram tão egoísta possível.

Após bate-bocas, Hamilton ironiza Massa e pede conversa direta (Fonte: Folha Online - 13/10/2011)

Depois de mais um acidente com Felipe Massa na última etapa da F-1, em Suzuka, Lewis Hamilton disse nesta quinta-feira, na Coreia, onde no domingo acontece a 16ª etapa do Mundial, que, apesar dos "comentários negativos" que vem recebendo do brasileiro, o respeita muito.
"Tenho tentado mostrar o máximo de respeito pelo Felipe, mesmo depois de todos os comentários negativos que ele tem feito sobre mim", afirmou Hamilton.
"Acho que ele podia parar de falar as coisas pela imprensa e falar direto comigo. Mas acho que parte do que tem acontecido é por culpa minha, porque se eu estivesse correndo como devo e fazendo um bom trabalho, não estaria sempre disputando posições com o Felipe", espetou o piloto da McLaren.
"Eu repito que na última corrida não vi quando ele colocou o carro do lado do meu. Pelos meus espelhos eu não conseguia ver nada. Quando vi que ele estava ali já era tarde demais".
Segundo o brasileiro, a iniciativa de tentar "fazer as pazes" definitivamente não partirá dele.
"Eu não tenho nada pra falar com ele, não fiz nada de errado e quem fez foi ele", disse o ferrarista.
"Se alguém tem que dizer alguma coisa seria ele, porque foi ele quem fez coisa errada. Mas se não quiser falar comigo também não tem problema, vou me focar nas minhas corridas e pronto".

As imagens que eu vejo:


O Massa aparecendo em assunto que já deveria estar no túmulo;

Lewis continuando a se achar;...


Massa fingindo que está virando a mesa, mas não tem real coragem de brigar cara a cara...


Hamilton fingindo que está pouco se lixando...


No fim, se o Massa está mesmo doído, a imprensa não é palco. Faça como a Dory acima: "Quer cair dentro?"
E Lewis devia:


Pois tenho certeza, que com uns tapas daqui e de lá - mesmo sem motivo aparente para violência e polêmica - sem ninguém prestando a real atenção, os dois estariam se lambendo:



Já deu né, crianças?!

Abraços afáveis!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Bi em Suzuka

Era para esse carinha aqui ser o grande destaque do domingo:




Acabou sendo, mesmo perdendo um pouco da razão na largada quase jogando Button fora da pista, a situação foi facilmente remediada.
Mesmo perdendo a posição para o mesmo inglês voltas depois.
Mesmo chegando em terceiro tendo seu segundo pior resultado no campeonato.
Mas não foi a única figura de destaque.
Tivemos a elegância de Jenson Button, que na minha opinião merece muito o vice campeonato.
Tivemos a fibra do espanhol Fernando Alonso, que faz por vezes da Ferrari a equipe que não merece, mas ganha crédito.
Tivemos as caquinhas de Lewis Hamilton, as reclamações do novo Barrichello, Felipe Massa. Mais uma vez o episódio dos dois se estranharem na pista, e dessa vez, sem punição, e quem sabe sem polêmica. A inconstância de Mark Webber, que sequer pode pedir para ser ajudado a ser vice campeão devido a campanha mais sem sal que pode fazer. 
Entre outros.
A corrida pode ser marcada por mesmices e felicidades.

De agora em diante temos um novo bicampeão na pista, muito merecido, com todo o reconhecimento de minha parte.
A torcida cabe agora aos vices, e as opções variam de boas a mais ou menos. Acima já disse qual favorito.
Mas ainda temos 4 corridas a caminho: Korea, India, Abu Dhabi e Brasil. A decisão do campeonato mais cedo não deixou ele menos interessante. Sebastian fez tudo com muita competência, e mereceu ter levado o prêmio agora ou antes, mesmo que não tenha sido com o topo do pódio como manda o figurino e como ditou em praticamente todas as corridas desse ano.
Fez o trabalho direito, assim como Button fez o serviço de buscar o primeiro lugar para facilitar seu vice.
Vettel pareceu apaixonado pelo que faz, acima de tudo por ser campeão. Ele e a F1 pareceu andar o tempo todo de mãos dadas...
Um belo campeonato se acabasse ontem.


*Cover da banda Northern Kings para a música de mesmo nome da Kylie Minogue

Abraços afáveis!!!

sábado, 8 de outubro de 2011

Não era preciso, mas ele fez...

Suzuka: uma pista muito legal. E treino classificatório, pa nós brasileiros: de madrugada.
Vou ser sincera que pouco prestei atenção. E olha que estava gravado.
Ficamos livre do Galvão apenas. E sem o Galvão podemos ouvir coisas mais legais. O quê? Bom, quando surgiu assunto de Rubinho fora da Williams, Reginaldo Leme falou que a equipe precisa de grana, e que o brasileiro está de fato com dificuldades de renovar contrato e dificilmente permanecerá na equipe.
Tudo isso me deixa tensa, porque não quero Räikkönen de volta para ficar lendo bobagens à quilos na imprensa, principalmente brasileira, sobre ele. Mas Reginaldo não está errado. Williams precisa de grana. E grana com um piloto mais decente que Rubinho que vai trazer patrocínio de fato faz sentido.
Insistiram mais uma vez na polêmica Massa x Hamilton. Falta de assunto? Que isso!?
Mas não adianta: falam mal do Vettel por isso e aquilo, falam mal do Alonso por isso e aquilo outro, criticam o Webber por tal, o Button por não-sei-o-quê... Mas fazer beicinho de mocinho mimadinho como o Hamilton fez na hora de posar para foto, ninguém fala, mas ele faz como ninguém:



Pelo visto o inglês fez caquinha de novo. Reclamou de ter sido atrapalhado no Q3, e pelo que Schumacher declarou o erro foi do Hamilton mesmo: ver aqui.
Fato é, se atrapalharam ou não, a figura que poderia tirar do Vettel a glória de fazer a 12º pole do ano, seria Button. E foi por um beiço de pulga:

1º Sebastian Vettel (ALE) - Red Bull - 1min30s466
2º Jenson Button (ING) - McLaren - 1min30s475
3º Lewis Hamilton (ING) - McLaren - 1min30s617
4º Felipe Massa (BRA) - Ferrari - 1min30s804
5º Fernando Alonso (ESP) - Ferrari - 1min30s886
6º Mark Webber (AUS) - Red Bull - 1min31s156
7º Kamui Kobayashi (JAP) - Sauber - 1min32s380*
8º Michael Schumacher (ALE) - Mercedes - 1min32s116*
9º Bruno Senna (BRA) - Renault - 1min32s245*
10º Vitaly Petrov (RUS) - Renault - 1min32s297*
11º Adrian Sutil (ALE) - Force India - 1min32s463
12º Paul di Resta (ESC) - Force India - 1min32s746
13º Rubens Barrichello (BRA) - Williams - 1min33s079
14º Pastor Maldonado (VEN) - Williams - 1min33s224
15º Sébastien Buemi (SUI) - Toro Rosso - 1min33s227
16º Jaime Alguersuari (ESP) - Toro Rosso - 1min33s427
17º Sergio Perez (MEX) - Sauber - 1min34s704
18º Heikki Kovalainen (FIN) - Lotus - 1min35s454
19º Jarno Trulli (ITA) - Lotus - 1min35s514
20º Jerome D Ambrosio (BEL) - Virgin - 1min36s439
21º Timo Glock (ALE) - Virgin - 1min36s507
22º Daniel Ricciardo (AUS) - Hispania - 1min37s846
23º Nico Rosberg (ALE) - Mercedes - sem tempo
24º Vitantonio Liuzzi (ITA) - Hispania - sem tempo
Tradução: 10. Kamui Kobayashi (JAP) 1min32s380*
 
Agora Vettel saiu mais uma vez mostrando o dedão. E no caso, falta só fazer um passeio dominical amanhã para o um ponto que precisa ser ganhado com o primeiro lugar. Mas todo cuidado será pouco. Numa corrida Button é muito coeso. E Hamilton está próximo o suficiente para apelar em cima do colega educadinho e perder o senso durante o processo.
Vejamos...
 
Abraços afáveis!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

A dupla mais "chatinha" da F1

Estou numa semana, e talvez um período, que não pedi aos deuses. Já me aconteceu até momento de sermão injusto via rede social, de um professor. Para verem o nível que chegamos!
É aquela história: bonzinho só se f***. Basta botar a cara para fora e se vc não montar um escudo, é em vc mesmo que caem as pedras.
Vcs devem ter acompanhado - por alto pelo menos - o que aconteceu com o comediante Rafinha Bastos do CQC. Se com ele causaram uma polêmica tamanha, injusta e banal, que dirá comigo num caso simples que gerou total intolerância?!
Discordo plenamente do acontecido com Rafinha: silenciar um comediante nada mais é que censura. E porque então o programa prega transparência "custe o que custar" se faz completamente o contrário? Pior ainda é sob que aspecto: uma punição por causa de um empresário que patrocina o programa... Aaaaah, o dinheiro!  Mascara mesmo as pessoas.
O falso moralismo da mídia então, me dá nos nervos. Criticaram tanto o humor ácido de Rafinha sabendo inclusive que são formadores de opinião e usam isso como arma descarada.

Chegar, então, numa quinta-feira vendo injustiças por todo canto me deixa ainda mais cansada do que já estou.
Antes de começar o que realmente com o meu post de hoje, sob o título de
A dupla mais "chatinha" da F1; vou indicar três noticias, com as respectivas datas de publicação:


Muito se comentou sobre o "conflito" de Massa contra Hamilton. O brasileiro tratou de ir atrás de Hamilton na coletiva para emprensa pós corrida e mandou um "Good job" carregado de sarcasmo para o inglês (não viu isso? Ver vídeo aqui). Depois disso, alguns criticaram a postura do inglês que nem mudou a feição quando o "anão de jardim" brasileiro deu um puxão nele... 
Desde a chegada de Hamilton a F1 nunca pude aceitar qualquer uma de suas atitudes mais extremas. Um puxão, um tapinha, um soco jamais o fará cair na real que ele precisa abaixar a bola. Mas daí uma coisa interessante:


Kimi apenas apontou o sinal, chamou atenção para o ato estúpido de Hamilton. Estúpido mais que o último de Cingapura. Deu polêmica? Muito pouco. Na época, ainda tratavam o inglês como fenômeno. Só no último ano que os comentários a respeito dele estão sendo um pouco mais fortes e pesados. Principalmente a mídia brasileira.
Mas enfim, quando o calo pisado é de um brasileiro, latino sangue quente, o caso muda de figura. Vem ao nosso dispor, para quem quizer ler, colunas e mais colunas a respeito do comportamento de Lewis, os certos e errados...



Mas a primeira notícia do dia 04, mostra um Massa aparentemente equilibrado querendo botar fim na briga que comprou e sabe que não vai dar em nada.
A segunda publicada dois dias depois mostra que na verdade ele quer também uma promoçãozinha não? O assunto não tinha acabado em Cingapura, cara pálida?!
Ele ignorou porque do alto de sua vassoura não acha que deve mais dar satisfações sobre seus atos na pista agora. Quiz ser o bonitão? Pode até ser. Tenho certeza que durante um bom tempo será personagem principal muito mais por seus estranhos atos, do que por suas fenomenais corridas.
E o vilão por tanto tempo foi o Fernando Alonso. Ele não pode ser o grande exemplo master de bom comportamento, mas de fato, como disse no início desse post, quando vc bota a carinha de fora, lá vem pedrada.
O melhor jeito, é punir Hamilton sob as regras e deixar o resto para a consciência dele, se é que ele tem.
Reuniãozinha, discussão sobre o que faremos com o jovem piloto desorientado, é coisa de primário. E ele passou dessa idade faz tempo.


O mesmo que atitudes de picuinhas como essa eu via na época de meu pré escolar, acontece com Rubinho.
Por vezes acho o Rubinho mais sensato e menos mimadinho que o Massa. O Rubinho sabe como funciona um carro, embora muita gente critique, ele se preocupa em conversar e programar com os mecânicos o que vai ser da sua corrida. Se vai dar certo daí é outros quinhentos.
Algumas coisas ditas pelo Rubinho dá para aceitar e ficar quieta sem criticar.
Já escrevi aqui sobre o que penso do Kimi de volta à F1 (não leu???Clique aqui!).

“Não acredito que ninguém, incluindo Kimi, possa oferecer mais do que eu. Eles já sabem o que eu posso oferecer. Jovens pilotos podem ter mais dinheiro, mas coisas ruins podem acontecer com eles na primeira volta e todo o dinheiro é gasto com batidas. No fim das contas, a Williams sabe o quanto eu ainda tenho entusiasmo, mesmo dirigindo um carro que não é competitivo. Eles sabem o quanto eu apostei nessa equipe e o quanto eu quero estar aqui no ano que vem”, declarou Barrichello.

Primeiro, se tem a contribuir, porque já não fez ainda, das tripas, coração para botar essa Williams em patamar menos ridículo?
Jovens pilotos? Kimi é jovem, amigo? 32 anos completados esse mês é quase uma criança! Comparado à vc? Nem assim vamos falar a verdade.
E mais: coisas ruins podem acontecer, e dinheiro pode ser gasto com batidas? O-O

Rubinho, conselho de amiga: segura seu emprego de um jeito mais sensato. Dizer que o Kimi é um piloto de carrinho de bate-bate foi o pior argumento que já vi.
Umas semanas aí atrás vc não disse que não tinha a mínima chance de ser substituído pelo finlandês. Então fica sossegado, ok? Negocie direito e quando perguntarem algo sobre Räikkönen, mande perguntar ao pessoal do RH da Williams.


Mas aprendi uma coisa essa semana: seja o que for, quando se trata de pessoas "superiores" e "manipuladoras" vc sempre está errada.

Abraços afáveis!

sábado, 1 de outubro de 2011

Sim, ainda...

Estou viva. Com muito calor e cansada, mas viva.
Eu queria ter produzido alguns textos para postagem essa semana, mas não foi possível.
Outubro chegou e com ele as obrigações só acumulam e não diminuem.

O calor não tem facilitado a vida, parece que vivo com preguiça mas é indisposição mesmo.
Por isso deixo uma charge que "roubei" de uma amiga no facebook e desejo a todos um excelente fim de semana.

Prometo uma volta rápida.


Abraços afáveis!