sábado, 30 de agosto de 2014

Sobre amizades

Um papo curto de comentários no facebook entre a minha irmã e o leitor Eduardo de Campos sobre cartas despertou em mim a vontade de escrever algo sobre amizades.
Os cometários se desenvolveram a partir de uma publicação da minha irmã de uma frase do eterno Rubem Alves a respeito de cartas românticas: "Cartas de amor são escritas não para dar notícias, não para contar nada, mas para que mãos separadas se toquem ao tocarem a mesma folha de papel."
Eu, assim como a minha irmã, tive o costume no começo da minha adolescência - e parte da minha vida adulta - o costume de escrever cartas, mas para pessoas que - antes da primeira folha escrita - eram apenas desconhecidos. 
Tudo começou por uma revista espacializada em J.R.R. Tolkien da qual na seção de cartas havia o endereço (e o interesse de se corresponder com outras pessoas do país que gostassem de Tolkien) de uma amiga de Roraima, a Jouse. Dela, encontrei a Liz, de Tambaú - uma grande pessoa que adoro muito. Da Liz encontrei a Thaís (Ichigo Hime) de Garça, que me apresentou o Artur, que me indicou para a Andreia de Brasília e houveram outros que acabaram se perdendo com as poucas trocas de cartas. Há o Jackson, a Waléria, a Alessandra, a Carolina e o Ferretti também. Os citados são pessoas que mantenho contato ainda hoje pela rede social. São pessoas legais que de certa forma foram sempre pessoas muito delicadas comigo, e que quero o bem acima de tudo. Conheci a Jouse quando ela veio a Uberaba, rapidamente e ela é uma pessoa incrível e doce, como nas cartas. É a única que conheci pessoalmente, mas pretendo fazer isso com os demais logo logo. Andreia e Liz são as que mais converso em espaços tempo mais curto. São umas fofas. 
Ou seja, criei amizades incríveis pelo país em lugares improváveis e apesar da vida adulta ainda não propiciar muito tempo para cartas, volta e meia faço uma. E eu me lembro das pessoas; tudo que penso que eles vão gostar eu dou um jeito de entrar em contato com eles. A rede social pode ter deixado as pessoas mais fúteis ou até mesmo fazendo com que se decepcionem rápido, mas quando há algum tipo de amizade pura e simples você releva o que te incomoda, afinal de contas, todo mundo tem alguma coisa que faz que o outro não se interessa ou acha fútil, desnecessário ou mesmo sem noção.
Eu me dou muito bem por satisfeita em escrever um simples "oi" para algum desdes e receber um "oi" dizendo que está tudo bem. Ganho o dia.

Os amigos virtuais também são boas extensões de amizades, porém virtualmente a gente se decepciona mais fácil. Aqui pelo blog e comentando em outros, garanti amizades que me faz bem e que são realmente agradáveis. Interesses em comum é o primeiro passo para o bom papo, mas se parar nisso, se não tiver respeito e carinho pelo outro, podem acreditar, em pouco tempo você não saberá falar muita coisa sobre a outra pessoa, a não ser pela atualização do status dela no Facebook.

Eu não sou esquentada, mas me algumas coisas me fazem desistir rápido de colegas ou amigos. Sempre, na escola, fui "trocada" por alguma razão. Até a quarta série não conto, pois criança é um ser que faz amizade fácil sem ao menos se dar conta do que há de errado em certas relações - pelo menos no meu tempo, era sem interesse, só queria mesmo era brincar. Depois do quinto ano era comum que eu conversasse com todos da minha sala, mas alguns mais íntimos, como grupos. Eu acabava sempre de fora do círculo íntimo: primeiro porque no grupo 1 eu não gostava de Sandy e Júnior ou Chiquititas. :D Do grupo 2 foi porque eu era do grupo 1. O grupo 3 no colegial, eu era o peixe fora d'água porque não tinha namorado e nem interesse em alguém do grupo do sexo oposto. No grupo 4, eu era a única menina. No grupo 5, eu era a única que tinha passado no vestibular. O grupo da faculdade 1 eu era a diferente pelos gostos, tanto musiciais quanto esportivos. Só no grupo da faculdade 2 que finalmente eu me adequei melhor.
Hoje sou ainda o peixe fora d'água dos que permaneceram dos grupos da época de escola: de uma amizade, fui excluída porque não bebo e não vou à festas que tem essas duplas sertanejas, do segundo amigo, a namorada não gosta de mim nem de nenhuma garota do passado do cara, e de uma terceira, ela casou - e não me convidou - e estou meio chocada. O resto mudou de cidade, afastou legal. A faculdade 1 me afastou das pessoas porque acabei mudando de curso e claro, de horário.
Mas não deixo de querer o bem de todos e me chateia quando fico sabendo que apesar de tudo, ter sido alegre e ter conversado muito, um dado momento é como se eu não conhecesse mais a pessoa, como se eu tivesse perdido o trem da vida dela e não pude trocar de horário ou comprar outro bilhete.

O interesse também enlouquece quem não tem boa cabeça. Ajudo, estudo junto, empresto livros e tudo o mais. A pessoa se casa na igreja a poucas quadras da minha casa e nem sou convidada. Até entendo a minha outra amiga ter casado e não me chamado: ela é evangélica e possivelmente "leu" que eu ficaria desconfortável nesse ambiente que eu não conheceria ninguém além dela e seus pais. E era para eu ser madrinha docom um cara das quais eu não suporto, então achei melhor assim. Se falei duas vezes com o noivo, foi muito. Se fosse o namorado anterior, aí seria diferente, pois conhecia a família e ele mesmo. Na real, tive uma forma de ajuda para o relacionamento dos dois que não deu certo por ciúmes. O cara ficou meio paranoico com uma amigo dela que acabou virando esposo, rsrsrs...
Mas a colega sugadora dos meus livros e meus estudos, foi pra acabar! Soube do casamento com fotos na rede social dias depois. E meus livros vinha buscar tarde da noite não é mesmo?
Daí vem o interesse: e se a amizade não é pura, ela não dura.

E não dura também aquele que apenas "atura".
Percebi ultimamente que algumas pessoas me "aturam". São os virtuais claro. Pessoalmente, não tenho problemas de convivência com ninguém, não da minha parte e que eu tenha percebido. Mas os virtuais... Alguns são super incríveis: comentam coisas, fazem brincadeiras, mandam mensagens inbox quase toda a manhã, é super! Adoro mesmo.
Outros, experimentei e tentei mais do que minha paciência permite. Sou assim, se escrevo e obtenho respostas secas, é a última vez. Da próxima, é a vez da pessoa em fazer o bem. Se vem com "estou mal hoje, não estou bem para conversa", pode até ser sinceridade admirada, mas deixa de ser quando se percebe que é só com você. É aí que eu sempre me sinto peixe exótico no grupo de lambaris. Se alguém começa um "oi" e está tudo ok, empolga e sorri, e eu começo o "oi" e a pessoa só ergue o polegar, pode insistir negando quantas vezes quiser: eu sei que é pessoal. E eu entendo. Dediquei amizade pura e simples e brinco muito, gosto de interagir, gosto de "presentear" e só recebe um "ok" enquanto os outros lambaris continua andando e bando... o que posso fazer? Apenas dizer que entendo, mas não concordar e pronto.
O que me impressiona é que elogio, brinco, ajudo, lembro da pessoa, agradeço quando sou lembrada e nunca penso: "opa, mas eu tenho que tratar bem, porque essa pessoa pode me pagar um sorvete, pode me dar um emprego...". Não. Eu dedico tempo e me importo porque eu respeito e gosto, apenas isso. Não me importa se acordei cedo, se estou com sono ou de TPM (coisa que eu não vejo como justificativa para mandar os outros às favas - até porque raramente mudo de humor por conta disso, acho que meu cérebro tem que funcionar, por isso qualquer ataque deve ter controle), eu devo ser agradável com as pessoas, caso contrário é melhor nem abrir emails, facebook ou twitter nesse dia. Que dirá whatsapp... Agora, ser agradável, mesmo com tudo uma "m" e receber má resposta é um saco.
Por isso digo que alguns me aturam. Uma pena, pois eu queria fazer parte do grupo dos lambaris sem achar que estou sumariamente sendo convidada para sair fora do tanque.
E por mais que pensem que mulher gosta de bajulação, excluam isso: eu detesto bajulação, pois deste padrão para tornar a relação chata ou mesmo invejosa, é um passo.

Pelo menos há quem faça a relação de amizade valer a pena. Pelo menos...


Abraços afáveis, bom fim de semana e até breve!

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Legendando fotos na Bélgica

Antes tarde do que nunca, vamos ao que interessa.

E Spa não é bom lugar para Alonso....


***

Rosberg e Vettel sabem. Hamilton não.


***

De novo? Sim!!! Os 234 dentes apareceram no pódio. Excelente momento de Ricciardo.


***

De novo? Siiim! Bichinho de Goiaba novamente no pódio e ainda garantindo olhadela sorridente da loira à esquerda. Aaaah, exalando sensualidade...


***

Sim, em tese esse finlandês ia para o pódio até a volta 41. Mas quarto lugar é ótimo se pensarmos a temporada até aqui. King of Spa!


***

"- O que eu posso fazer? Se eu peço para ele me deixar passar ele se faz de surdo e a equipe finge ser justa e se faz de morta... O jeito é agir. Quiz passar e passei. Toques são uma possibilidade no percurso. Se não compreende isso, não vire piloto."


Rosberg vítima da F1 coxinha/falsa.

***

Vergne vai perder lugar para um molequinho de 17 anos e ainda consegue rir da situação e encarar com tranquilidade. Pode soar cinismo para alguns, mas não achei. As vezes é melhor encarar as coisas assim mesmo: "tá ruim, mas tá bão"...


***


Essa coisa é de um vídeo do começo do ano. Hamilton trapaceando desde sempre, mas agora ele é master-blaster.

Já mentiu para comissários. 
Já ficou na caixa de brita e pediu para o carro ser empurrado, mesmo sendo contra as regras.
Hamilton já divulgou foto de telemetria em rede social. 
Já se fez de vítima por causa da cor da pele.
Se envolveu em uma sequencia de acidentes bizarros com o Massa em 2010.
Suas ultrapassagens em suma não são 100% limpas e quando é ultrapassado, muda de trajetória mais de 3 vezes para se defender, sambando mais que tudo na pista...
Mas Rosberg é o vilãozão, pois alguns dizem ter ouvido o alemão ter assumido que fez de propósito e até agora eu não ouvi nada com meus ouvidinhos. Bateu no amiguinho e deve ser punido? Está aberta temporada do jardim de infância.
E o que a Mercedes deveria fazer era apenas uma frase a portas fechadas para o Hamilton:


Massa, que certa vez bateu no Alonso e o espanhol falou que isso não se fazia, ficou todo nervozinho deixando o Alonso como chorão da história. Mas agora mudou de lado; fala em punição para Rosberg e está anos luz mais chorão que o espanhol com essa declaração e mais algumas outras.  Button também ficou ao lado do Hamilton e provavelmente vai brotar alguns outros, e uma boa parte vai se fazer de surdo. A imprensa inglesa planta as bobagens a mesmo nível podre de 2007. E 2007 o vilão não foi o culpado de tudo.

Repito: Rosberg vítima da F1 coxinha/falsa.


***

Por fim, não tenho certeza se isso aconteceu no fim de semana na Bélgica, mas vou publicar para comentar:

É uma entrevista, e a pergunta - cuja resposta estão nos gifs - é a seguinte: "What about your family, how difficult is it for Raffaella and your son to see you in these situations? 



Eles sofrem mais do que você, estressadinho? DU-VI-DO. Caso contrário você não ficaria a pilha que fica depois dos fracassos, caçando um culpado como um olhar de sociopata. 


Mas devo dizer que Massa tem um filho esperto. O garoto é dos meus! \o/


Abraços afáveis!

PS: Todo o conteúdo do "legendando fotos" é sempre de fazer brincadeiras com as coisas da F1. Embora há algumas coisas que eu realmente acho, minha intenção não é desrespeitar. Apenas fazer rir, se puderem fazer isso, fico com a satisfação do dever cumprido. ;)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Em Spa!!

Existem coisas que valem a pena. Em uma temporada que já se consolida como uma das mais sem graça dos últimos 10 anos, Spa dá o ar da graça com aquele ar de que ainda dá para ser bom.
A corrida foi sem grandes emoções a flor da pele, mas o rodízio de posições favoreceu uma ponta de esperança e emoção. Esperança de que Räikkönen voltasse ao pódio pelo menos uma vez esse ano e de que a alguém da Mercedes se ferrasse. A primeira premissa foi para as cucuias e depois comento sobre. A segunda, posso dizer que ainda bem que foi Hamilton o prejudicado.

Vamos à Mercedes então, se me permitem palpitar. Estes, são uns babacas de mão cheia. Os piores, perdendo apenas para os estúpidos ferraristas. Contrataram um piloto de personalidade medíocre, que fala todos o tipo de abobrinhas possíveis nos microfones abertos a ele. Enquanto eles tem do outro lado, um cara de personalidade muito mais centrada e - pode até não ser o maior piloto do mundo, mas procura ser pelo menos um cara focado - com talento. Tanto é que mesmo com alguns impasses fez uma senhora corrida ontem. 
Passado um dia, a gente olha a situação com outros olhos. Rosberg e Hamilton se tocaram num lance super normal de corrida. O inglês desatou a dizer que foi proposital. A equipe, parece estar ao seu lado.

Lewis Hamilton sempre sai falando que há algo contra si. Ao contrário do nosso conterrâneo Massa, ele extrapola os limites das justificativas. Massa dá desculpas que nos faz rir em 90% delas, porque são, ou infundadas ou simplesmente toscas. Hamilton vai além: ele provoca pelo lado da mentira, do cinismo e até da sua cor de pele (muito digno viu, amigão?!) para buscar razões por sua instabilidade ou erro.
Atitudes assim tem a reação da raiva e o limite do bom senso não me permite nem rir de suas declarações. Nem cinicamente como ele sempre faz. Mas isso é uma questão de opinião. Ele foi um idiota com o Alonso em 2007, mimado sempre, polêmico e algumas vezes eu diria que é até bipolar - o que deveria ser avaliado o quanto antes, embora agora com a fama em alto grau, já estava meio caminho perdido e em 2008 como campeão mundial, desandou de vez. Deram asa para cobra.

A equipe Mercedes já escancarou a sua fragilidade que eu já percebia desde a segunda corrida desse ano. Não me enganaram em nenhum momento que deixariam que os dois resolvessem sua rivalidade na pista. Balela: pra mim, se não escapasse brigas entre os dois nos microfones (bem corajoso, diga-se de passagem não é?) Hamilton venceria Abu Dhabi com 50 pontos a mais e ia se consagrar bicampeão sem ter feito uma mísera corrida bonita.
Eu somo coisas: Hamilton saiu da McLaren que era uma mãe para ele provocando erros primários (esqueceram daquela divulgação da telemetria no Twitter?). Caiu fora da casa com um contrato na Mercedes que não vale. Ele recebe o mesmo tanto que Alonso, Kimi e Vettel (corrijam-me se estiver errada). Me desculpem, por mais que seja dinheiro a rodo, estes merecem. Lewis não. Porque então a equipe seria babaca em contratar esse cara que é relativamente caro para ela, para ele ter que sofrer para segurar seu posto contra um que nem é campeão mundial? Privilégios eram basicamente previsíveis. Injustos, mas previsíveis.

A cordialidade do Rosberg tinha que parar. Vencer e ser afável com mecânicos e imprensa deveria ter fim, devia existir firmeza dentro e fora das pistas para garantir a que veio.
Isso não aconteceu até ontem, e agora fala-se em maldade proposital por ter batido no companheiro de equipe. Ele pediu para passar na corrida da Hungria, inclusive lutou pra isso, Hamilton recebeu ordens de cima e o que o inglês fez?? ...
Se não puseram a pratos limpos que o que tivesse na frente do campeonato teria prioridade pois poderia ser um desastre caso os rivais se aproximassem, menos um ponto para essa administração.
Se fosse o contrário, Rosberg já tinha aceitado a decisão e Hamilton tinha passado sem esforço e dado seus pulinhos pretensiosos naquele maldito pódio.
Por isso eu digo que Rosberg deveria ter mostrado firmeza desde o princípio. Bonzinhos, educados, certos e completamente focados, só se ferram. O mundo é um enorme Guerra dos Tronos - só os ruins se safam. Quem assiste a série como eu sabe: todo personagem justo que ficou por um momento soberbo, ou teve um pecado, foi abatido. Para quem não assiste tenho uma frase que até hoje nunca vi falhar: a corda arrebenta sempre do lado mais fraco.
E nessa piada sem graça, a F1 acaba por perder sua magia totalmente.
Deixem que briguem, falem mal um do outro, mas deixem que façam as coisas. Não os molde como um Luke Skywalker e outro como Darth Vader, sendo que em todos (eu escrevi TODOS) os casos, é relativo esse pensamento. Eu sou Team Rosberg enquanto há o Team Hamilton por aí e problema se alguém está certo. O importante é ter argumentos, fatos e se sentir ao menos sincero com o que sente sobre essas coisas. Afinal esporte é entretenimento, e quem deve levar de fato à sério é quem compete. A nós cabemos apenas escolher aquilo que mais nos agrada.

À parte, foi uma boa corrida e também, por consequência houveram boas coisas nessa temporada. E é por isso, que seja uma pena que entre os 22 apareçam caras que detonem todo o processo da boa diversão assim. E mais ainda porque a dinheirada que rola, transforma as pessoas do meio em seres intragáveis. 
Porém ainda bem que há os dois lados da pilha. Se há os negativos, há os positivos. Rosberg é um deles. Que ele vença esse ano e demonstre um sutil sorriso de justiça em virtude de todos os processos até aqui. E ontem, apesar de alguns problemas aqui e ali, esteve em segundo e abriu vantagem sobre o mimimi Hamilton.
O outro positivo é Ricciardo. O garoto de 200 dentes abriu sorrisos novamente no pódio e em primeiro. Deixou de lado que foi só fogo de palha ter vencido na Austrália no começo da temporada. Venceu em Spa! \o/ Se a Mercedes deixar Rosberg e Hamilton se digladiarem fácil, e se desde o começo a RBR tivesse bem, o beneficiado de tudo, seria ele. Olha que beleza a disputa leve que ele tem feito em todas corridas! É pedir muito, será?
E o terceiro era - até a volta 41 - para ser um finlandês, o da Ferrari. Da 41 em diante acabou sendo o da Williams. Uma pena que Kimi não pode segurar Bottas faltando míseras 3 voltas. Seria "bão" ver Kimi Father no pódio, depois de quanto tempo?... Até perdi a noção! *Valeu Lotus e Ferrari! Eternamente grata #sóquenão*
Porém, o marasmo era tão grande na Ferrari que quarto lugar é comemoração, não é? É esse o Kimi que conhecemos e aprendemos a gostar, então dá para ficar feliz. Mais ainda que a Williams que o ultrapassou era do Bottas e não do Massa. 
By the way, que pneu mais violento esse que não deixou o Massa se virar hein? "Carro andava para trás", em suas palavras... É isso!! Pirelli desafiando leis da física com apenas um pedaço de borracha! (Falem se não dá para rir de uma bobagem dessa!)
Concordo que pode ter ficado em uma parte que não facilitava desempenho, mas... bem... depois que tiraram também não houve nenhuma evolução, né fofinho? Achava que você era milagroso... ¬¬'
Mas o que dizer não é? Só basta rir. Vamos só contar quantas vezes Bottas foi no pódio: um terceiro na Áustria seguido de dois segundos na Inglaterra e na Alemanha e agora um terceiro na Bélgica. E o Massa? *Abre a mão e começa a contar nos dedos*... *pensando*


Nenhum pódio até o momento. Por isso, perdoo o Bottas por ter tirado o pódio do Kimi, mesmo à 3 voltas para o fim. Tudo bem, era inevitável, rsrsrsrsrsrs... Dá-lhe Bichinho de Goiaba! \o/

Até amanhã com as fotos do GP.
Abraços afáveis!

sábado, 23 de agosto de 2014

Treino Classificatório da Bélgica

Spa é divina. Até mesmo com chuva. 
Mas como dormi além da conta, acabei acordando com meio treino acontecendo. A Globo, como é sabido, tem passado o fim do Q2 e começo do Q3 e hoje, particularmente foi uma "m" de transmissão. Eu boiei totalmente, não falaram dos que ficaram de fora do Q3 - falou do Maldonado e suas derrapadas. Who cares??? - e o resto, bem... foi resto para eles, como é quase sempre. Tanto foi que assistindo ao xoxo treino a minha irmã perguntou: "quem morreu?" pois a voz do Galvão estava de velório, um desânimo danado. Impressão boa assim que nem falaram tanto do Massa. Mas eu fiquei perdida pois com esse descaso a gente fica até triste. E olha que é Spa, gente!

Eis o grid de amanhã:

Fonte da foto: Octeto Racing Team

Em tese, sem mudanças até o momento. Espero chuva e espero que o Hamilton não cresça. Estou torcendo por Rosberg esse ano. E que venha algum bom resultado que me deixe mais alegrinha. Porque combinamos: estou abstenta de alegrias esportivas desde a Copa... :D (E tenho meus sutis momentos de campeonato europeu de futebol, NFL... Mas...)

Boa corrida a todos, excelente domingo, abraços afáveis e até segunda!

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

F1 volta no fim de semana

A F1 volta neste fim de semana e eu senhoras e senhores, estou no piloto automático. 
A empolgação deveria vir depois de quase 4 fins de semana sem assistir a corrida - mas a não ser que alguma coisa muito eletrizante aconteça nesse fim de semana - duvido que mudanças satisfatórias estejam sendo planejadas para o domingo meeeesmo! - eu não estou assim tão empolgada. Assistirei, porque afinal, faz parte da minha rotina, é como me alimentar ou dormir. 
Mesmo que o retorno da F1 seja na melhor etapa ever dos últimos anos... Ainda assim, a coisa já não está nem morna mais, está mesmo beirando ao gelado.


As frases/respostas do Kimi são mito e sempre serão. Pelo menos isso permanece. Isso e os problemas que ele enfrenta com a amada Ferrari... Mais uma vez Räikkönen enfrentou problemas nos treinos e é inevitável o tsunami de comentários desfavoráveis a carreira do piloto. É assim, seja bom a vida toda, cometa um erro e aí prepare para as pedradas. Não dá pra fugir disso.
Com razão ou não; é vida que segue. E aqui a gente se prepara para mais alguma Mercedes (e eu espero que seja a de Rosberg para evitar os comentários de conspiração do Hamilton bipolar pós etapa) vencer ou estar no pódio, ou obter vantagens e alguém mais, maybe um Bottas, um Ricciardo e talvez - quem sabe - um Hulkenberg beliscar algum holofote.

Mas deixo a pergunta: acham que rola algo de "novo" logo nesse primeiro GP da segunda parte da temporada 2014? Estão empolgados?

Abraços afáveis!

terça-feira, 19 de agosto de 2014

ALS Ice Bucket Challenge

Não, não estou fazendo os vídeos dos baldes de água fria.
No início do mês o wide receiver do New England Patriots, Julian Edelman publicou um vídeo jogando um balde de gelo (gelo mesmo!!) sob o corpo e depois também vi o Peyton Manning fazendo o mesmo naquela semana e pronto, essa semana a coisa ficou tão viral a ponto de alguns idiotas estarem fazendo seus vídeos sem ao menos saberem de fato a causa da campanha. 
Até então vi só do pessoal que me interessa, ou seja, não vi de figuras tipo Luciano Huck ou Lady Gaga porque - sou sincera, falo mesmo: "I don't care". Está rolando uns legais do pessoal do futebol americano (que são acostumadões pois tomam banho de Gatorade) e do pessoal do futebol convencional também, inclusive o semi nu Cristiano Ronaldo hehehehe... Ok, CR7 pode huahuahuahuahuahuahua... 
Os atores dos Vingadores também fizeram, atores das séries e músicos e a cada momento uma vai escalando o outro e a lista de gente para ver os vídeos está aumentando cada vez mais. Confesso que estou me divertindo com alguns e morrendo de rir porque, antes mesmo dos baldinhos já tem um pessoal que sofre por antecipação, dão gritos ou tremeliques e enfim, ainda é por uma boa causa (o desafio promove como uma campanha de ajuda a uma ONG que trata da doença genética Esclerose Lateral Amiotrófica).
Enfim, já vi um tanto de gente que adoro fazendo o desafio: Tom Hiddleston, Chris Hemsworth, Robert Downey Jr, Mario Gotze, Marco Reus, Andre Schurrle, Jim Parsons, Mesut Ozil e torço para que mais gente que faz parte da minha seleta lista de amadinhos e amadinhas façam para eu dar minhas risadas por aqui, até porque estes acima também desafiaram outros que estou esperando para ver. \o/

E o pessoal da F1 está sendo desafiado tbm, então teremos vídeos do pessoal de lá cumprindo com seus baldinhos geladinhos logo. Os que se darão melhor nessa? Kimi e Bottas certamente. Gelo pra eles, principalmente para o Iceman, é fichinha! Quero ver logo no que vai dar isso! :D
Vi ontem pelo Octeto a postagem da Ludy (ver aqui) que o piloto James Hinchcliffe da IndiCar desafiou o garoto-sorriso Daniel Ricciardo a fazer o Ice Bucket e eu poderia jurar que ele seria o primeiro, mas ele ainda não se manifestou, porém disse que faria... Bora Ricciardo!!!
Desafortunadamente, o que foi o primeiro a cumprir o desafio, pelo visto foi o Felipe Massa.

 Pois é Thomas, é para acabar!

(Para quem estiver afim, aqui vai o vídeo do Massa: link).
O desafiador dele foi o Alexandre Pato. ¬¬' Melhor não comentar nada...
A vantagem? Massa desafiou Ricciardo de novo, o que quer dizer que tem que cumprir logo, meu quase-xará! O Alonso: obaaaaaaaaa! E eu ri: Galvão Bueno!!!! kkkkkkkkkkkkk... Duvido que ele fará, e se fizer vou me arrepender litros de assistir, mas é aquela coisa; não vai ter preço ver o Galvão sofrendo por alguns segundos. #risadamaléfica

Abraços afáveis!

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Legendando fotos

Tempo de férias da F1 e eu com muita coisa pra fazer mas pouca vontade, catei umas fotos no Twitter e umas extras no nosso amadinho Tumblr porque eu gosto de comentar fotos, além de imaginar o que estão pensando na hora do clique ou usá-las para iniciar um comentário. Tudo em nome do bom humor:

Achei bem divertida essas seções de fotos da Williams, mas assim... Fiquei com uma  dó enorme do Sir Frank Williams por não poder ficar sossegado na foto com a filha apenas; tinha um bônus com esse peste do lado... ¬¬'

Não fique acanhado Sir, fala pra ele: "Pinica daqui, garoto!"

***


O @InsideFerrari está cheio das fotos. Algumas inclusive com tiradas nada triviais e beirando o humor sem-graça. Umas já escaparam por lá nesse período de férias e essa aí inclusive, associava Kimi ao patrocinador do óculos.

E aí, Räikkönen, agora temos uma leve ideia do que você andou fazendo esse ano, que não fosse vencendo corridas: filho! Rsrsrsrsrs...
É pessoal, Kimi - para quem não sabe - vai ser pai. Depois de quase 10 anos de casamento com um ex miss, ele separou e arrumou uma distinta criatura e a moça andou circulando na Hungria com um macacão de malha bem larguinho. Dias depois soube, pela Ludy do Octeto Racing Team, que a moça havia publicado em seu Instagram (que não é bloqueado por algumas fãs do piloto - tá com medo do quê, minha senhora? Mordidas virtuais?) que havia bebê a caminho e ela estava na tal foto com uma barriguinha sutil de talvez uns 3 meses mais ou menos... 
Torçamos que venha com saúde e que se pareça com o pai, rsrsrsrs... Vai ser uma fofura de criança! (E eu espero ver logo um foto do baby, pois já estou roxa de curiosidade para ver a Emily Vettel e até hoje, niente!) Seja bem vinda a esse mundo de malucos, Menininha ou Menininho Räikkönen!


***


A legenda dessa no @InsideFerrari é "We love our drivers!"


Pinocchio Feelings Detected:


***


E essa (também do @InsideFerrari) tinha legenda: "YMCA"


Que tipo de narcótico o pessoal da Ferrari está usando agora, hein?

Bora trabalhar, colegas?!

***


Esse é o Hulkenberg aproveitando as férias e ... passando roupa? 
O bichim dá duro em casa também, no maior clima de Amélia. Tudo bem que publicou a foto bem ajeitadinha no Twitter, com uma bela vista, bela casa e aí, meus amigos e amigas, até eu ia querer passar essa roupa. 
Sim, eis a legenda petulante: "My Holiday Part Time Job"


De bobo, Hulk só tem a carinha mesmo, porque no fim das contas, acabou "sensualizando as novinhas" (até porque as velhinhas a gente deixa pro Webber, sempre) com essa foto. Não duvidaria se a pilha de roupas das fãs do "lourinho" multiplicasse como Gremlins poucos segundos depois da publicação dessa foto. 


*** 

Em extra, acabo de ver esses amadinhos alemães no Tumblr agora a pouco: Mesut Özil, Lukas Podolski e Per Mertesacker, em treino do clube Arsenal.
Se estão gargalhando do 7x1 ainda, compartilho da risada.









Eles provavelmente já esqueceram. Mas nós não. Eu, nunca.


Vejo essa turminha alguns posts abaixo e não consigo me conter:



Ok, chega de bullying...

Ministério da Saúde adverte: ficar um mês no Brasil pode fazer com que você faça bico nas fotos ou queira beijar todo mundo. Né, Poldi?




Podolski ficou meio besta depois do intenso sol da Bahia (leia-se "baêa") #fato


Chega de besteirol.
Abraços afáveis para quem fica.