segunda-feira, 30 de julho de 2012

GP da Hungria: agora férias!

Existem duas profissões legais que eu aceitaria, hoje. As duas por motivos que direi:
- Professor universitário: tem duas férias ao ano, e sendo solteiro vive bem pra caramba.
- Piloto de F1: tem dias férias ao ano, trabalha se divertindo e ganha muito dinheiro.
Mas para o primeiro tem muito chão para rolar ainda. Para o segundo, eu preciso nascer de novo e ser homem. 
E o segundo é excelente, diga-se de passagem.Há problemas, como toda profissão, que sinceramente dispensaria com gosto:
- dar entrevistas a cada minuto;
- ser perseguido para fotos;
- sorrir quando não se está afim;
- se exibir com mulheres de pernas finas;
- sofrer pressão do chefe...
Daí as férias ao ano e o dinheiro, parece não compensar.

Quando estamos em ponto de um GP como foi o do domingo passado, na Hungria eu fico me perguntando pra quê uma pista daquela. Travada e longa, as chances de mudar de posição era com estratégia.
Distâncias supremas entre os líderes não existiu. Muitos ficaram próximos quase todo o tempo, e ultrapassagens foi raridade. 
Foi chato.
Não rasgarei seda ao Hamilton. A corrida toda ele teve pouca pressão, e se não fosse por Räikkönen na volta 40 e poucos, ele nem deve ter usado o retrovisor. O fato de não cometido nenhum erro para ele é vantagem, porém para mim não, principalmente quando se trata de um campeão mundial.

Gostei e muito de ver Kimi calando a minha boca grande quando me revoltei no sábado pelo quinto lugar na classificação. Com Button, Vettel, Grosjean e Hamilton a frente, esperar erro de 4 caras para pódio era simplesmente horrível. Ainda mas que dos 4 à frente, 3 são campeões e só dois curtem errar de vez em quando. 
E não é que ele correu atrás do prejuízo? Manteve-se em quarto o máximo que pode próximo a todos. E depois que ficou sendo líder na segunda parada nos boxes, gastou o que podia e o que não podia a ter vantagem de uma parada. E teve. 
Dividiu espaço com Grosjean na saída dos boxes, e deve ter deixado Boullier de cabelo em pé por quase tocar no seu rebento. O discurso da Lotus agora parece outro. Com boatos de que Kimi pode ser o cara a substituir Massa (sobre isso, que sabe um dia comento) Boullier já comentou que não acha que o finlandês deixaria o time para ser segundão na Ferrari. Quer dizer que agora ele é seu primeiro piloto? 

Isso me deixa meio "p" da vida. A dois anos atrás Kimi era só mais um cara que não tinha valor na F1. Não tinha carisma, não participava do jogo das cobras, não fazia questão de ser simpático, e tinha se tornado depois de vencer um campeonato, um cara desmotivado... 
Agora ele é disputado!#ironiamodeon 
E ele não mudou o jeito de ser!#ironiamodeon2 
Pode estar mais simpático, mais sorrisos, mas ele ainda é o mesmo cara.
Agora bateu arrependimento da Ferrari. A McLaren, pelos boatos, também poderia estar disposta a trocar Hamilton por ele... A Lotus diz que Kimi fica, pois ele está feliz... E vira festinha na floresta, com direito a piquenique. E Kimi é o brigadeirão que as formigas estão cobiçando primeiro que as crianças.

E a gente vai para as "férias". 
O Sorridente aniversariante Alonso, vai curtir com a namorada nova, à 40 pontos do segundo colocado Mark Webber. O australiano, que não fez nada nessa corrida (e vamos combinar, não muito no campeonato), ainda se mantem bem na tabela, a dois pontos de seu companheiro Vettel, que pode voltar na segunda metade do campeonato bem mais eficiente que agora. #será?
Atrás deles, em quarto, vem Hamilton, que vai curtir as férias com todas as tias gordinhas que encontrar pela frente. (Espero que dessa vez sejam gordinhas bonitas, tipo a Adele, pq aquelas... ¬¬').
O inglês malandrão se diz capaz de vencer o campeonato e com largas chances matemáticas de conseguir esse feito. Se é assim fófis, Kimi tbm tem, pois o finlandês fecha a primeira metade do campeonato em quinto, apenas um ponto abaixo do distinto inglês.

E assim o campeonato volta na minha pista favorita, Spa. Vai ser muito bom esse ano, boto fé!
Nas férias, vamos ficar com aqueles boatos que vão brotar. Uns parecerão grandes piadas (como esse da Ferrari querer Kimi de volta, ou o Massa assumir que ajudará Alonso no campeonato... xD). Outros ficarão mais fortes e podem até se confirmar antes do retorno das corridas.
Resta a nós esperar no que vai dar.




Abraços afáveis!

sábado, 28 de julho de 2012

Hungria: Treino Classificatório


Platão reclamação:

1- Porque quando é pole de Lewis Hamilton eu encontro fotos de todos os ângulos, poses e formatos para publicar, enquanto de qualquer outro eu sempre sofro um pouco para achar uma boa foto, normal?

2- Porque cargas d'água Kimi Räikkönen era um promessa de pole position e eu vejo Romain Grosjean na foto do três primeiros?

3- Se era estratégia de pneus do Kimi, será que esqueceram de avisar que Hungria não é fácil arrumar ultrapassagens? Se é tática para ajudar Grosjean, porque a Lotus não corre só com o franco-suíço e tivesse deixado o finlandês no rally?

4- Porque Reginaldo Leme falou que motores Mercedes são rápidos e muito mais em reta e depois disse que essa pista é da McLaren - sendo que esta é cansativa justamente pelo número de curvas? Uma coisa anula a outra? Ou McLaren é supra sumo na visão do distinto comentarista?
(Acho essa opção mais provável, uma vez que ele disse na aposta que era Hamilton desde que o treino havia começado... Jura? Ele sempre é!!!)

5- Porque tenho a sensação que a corrida amanhã será uma porcaria?

Abraços afáveis!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Legendando Fotos - Alemanha

Lewis Hamilton completou 100 Gps na Alemanha. O que ele fez? Deu um jeito de aparecer na corrida, fazendo um papelão (opinião minha, claro). Kovalainen também completou 100 GPs, recebeu uma festa e um bolo apetitoso. Da próxima vez McLaren, enfie bolo no inglês, ok?


Ainda não entendi o drama. Sim, ele pegou um atalho. Sim, não pode. Sim, está no regulamento. 
Precisava de uma punição assim? Precisava de esperar o cara estourar champanhe, dar entrevista e tal? 
Depois reclamam quando Helmut Marko questiona porque sempre contra a Red Bull.
Ele ainda fez propaganda para a Santander!!! Olha que esquema bom!? 


Quequeisso! Kimi resolveu pular a cerca, mas a esposa dele, incorporou na calça jeans e quis mostrar a consequência do ato. Tombo na certa!
(O fotógrafo sangue-de-barata nem se moveu para ajuda, só ficou nos clicks. O finlandês pelo visto não se machucou sério, apenas soltou um palavrão e agiu como se nada tivesse acontecido, no maior estilo Kimi.
Mas que deve ter ralado alguma coisa, mão ou cotovelo, ah ralou!
E na internet o que não faltou é foto zuando o tombo do cara, hahaha... Criatividade parou e ficou, pessoal!)
Eis uma delas:





Rob Smedley diz: vc tem essa corrida e a próxima para se fixar na equipe. Vai lá e faça seu trabalho...


Alguns minutos depois:




Abraços afáveis!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

GP da Alemanha - rápidas impressões



Ontem foi dia da Alemanha mostrar o seu GP. O penúltimo antes das "férias" não prometia chuva como no treino, e nem prometia grandes tensões.
E até que não houveram. 
Fora as muitas ultrapassagens, vimos Felipe Massa ficar lá atrás enquanto seu companheiro de equipe Alonso foi líder da corrida quase todo tempo, salvo em um pitstop. Nem adiantou que Galvão fizesse toda sua corrente de torcida. Se era para o brasileiro ter um bom resultado agora e na Hungria para poder - como bem o pseudonarrador disse - estar garantido na equipe, estamos então contando com ele 50% fora das negociações.
Nem doeu no espanhol. O único momento que ele e Vettel tiveram de aperto, foi um tal de Lewis Hamilton que apagado na corrida, estava em décimo sétimo, uma volta atrás dos líderes, e achou que deveria sair disputando posição  com eles.
Vettel ficou irritado com razão. A pressão em ninguém fazer bobagem ali era grande. Ele e Alonso precisavam dos pontos, enquanto Hamilton estava era (na realidade) querendo por fogo na fogueira. (Completando 100 GPs na carreira, deu um jeitinho muito sem graça de aparecer na foto). Ele tinha o direito, sim, assim como os outros tinham direitos de manter as posições e correr sem sem atrapalhado, afinal para eles custava mais caro caso acontecesse algo desastroso.
O regulamento da FIA deve ser escrito por bestas. Pois eu faria uma regra explícita para que essa cena não fosse tão duvidosa. Uma das partes tinha que ceder, e ambos cabeçudos, nada fizeram. 
Logo, a criancice do Hamilton e a teimosia dos outros tiveram sossego, pois o inglês foi o único de toda a corrida a abandonar a pista com o pneu detonado.
No decorrer do outro pelotão, Kimi Räikkönen que largava da décima e travada posição de classificação, estava em quarto depois de boas disputas de posições. E assim o finlandês abriria vantagem de 3 pontos para Hamilton e subiria a quarto no campeonato, caso a corrida terminasse ali.
Enquanto alguns acham o finlandês é badalado sem razão, ele mostra que os dois anos de rally (que de acordo com a sábia Mariana Becker foram 2 anos fora do mundo velocidade, uma vez que ele pagou para correr na categoria - hein???-) não fizeram muito mal ao cara. Ele ainda, com todos os probleminhas, vai aos poucos fazendo um trabalho melhor do que o premeditado. E um trabalho bem mais notável que a grande promessa da Lotus, Romain Grosjean que terminou a corrida em 18º. Interessante Eric Boullier... Muito interessante...
Para Kimi falta agora, vencer. Mesmo que não cale a boca de alguns, confortaria os torcedores.

E o fim da corrida teve pódio com aqueles caras da foto acima.
Na volta 66 quando tudo parecia quase resolvido, Vettel resolveu ultrapassar Button e acabou saindo da pista. Assim ele se posicionou em segundo.
Lá veio investigação, e demoraram pelo menos o tempo do pódio, da festa e das entrevistas para tirarem o doce do menino Sebastian. Puniram, como está no regulamento, o alemão, que tinha pódio em casa, em 20 segundos, fazendo-o cair da segunda para a quinta colocação.
Mais sacanagem que essa, só quando a gente paga por um produto que vem defeito e não devolvem seu dinheiro alegando que foi vc quem quebrou. Custava, decidir rápido uma vez que está no regulamento, e assim fazer o pódio sem constrangimentos e valendo?
Mas como eu disse, o regulamento é escrito por bestas, e aos comissários, nem tenho palavras para dizer o que são.

Assim a foto acima, ficou meio fake, e para fechar, só posso usar um cartoon:


Abraços afáveis!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Aviso para o fim de semana


Não estou como o Angry Bird do capacete do Kova, mas achei esse foto muito 10!!! :D

Estou fazendo o post para deixar registrado que não vou "morcegar" muito pela internet nesse fim de semana. Como disse no post passado, terei visitas em casa, e como tal, vou ajudar nas coisas por aqui.
Sei que não ficarão deprimidos, talvez nem perceberão, então aviso tbm que não sei se conseguirei tempo para publicar minhas impressões do GP da Alemanha como faço sempre na segunda. 
Pena. Mas se houver coisas interessantes no GP, comentarei na terça correndo o risco de estar muito atrasada. 

Abraços afáveis, boa corrida e claro:


quarta-feira, 18 de julho de 2012

F1 - GP da Alemanha

Eu gosto dos grandes prêmios alemães, embora eles quase nunca são lucrativos para meu lado. Mesmo assim não posso dizer que pode dar tudo errado. Pensando bem poder até pode, mas como o ano está sendo atípico, posso ter alguma parcela de esperança de que seja um bom GP.
Em todo caso, será diferente aqui. Terei visitas (de fora) que passarão o fim de semana em minha casa. 
Conheço-os muito pouco, em condições normais de fim de semana seria absolutamente tranquilo. Mas tem F1, e aí o lado esquisito, totalmente estranho, vai aflorar. 
Em dia de treino, eu anoto em um caderninho todas as colocações em cada qualifying. Na disputa pela pole position, eu marco o tempo do primeiro colocado. Na corrida, eu anoto a cada acontecimento relevante como "fulano faz isso, beltrano faz a parada" e assim por diante. Anoto tbm, pelo menos umas três vezes, como está a colocação de cada piloto durante a corrida: depois da largada, depois das paradas, e termino com as colocações finais.
Bizarro? Sim, eu acho.
Mais ainda será para a visita, que possivelmente não sabem que eu faço isso. Fora os meus comentários para a "suprema e majestosa" narração dos nossos amigos globais... Acho que vou deixar a visita meio assustada. Será um jogo de fingir ser normal.

Hoje nessa manhã fria de quarta, decidi abrir sites de notícias para ambientar a semana. Quase nunca isso tem utilidade real, mas a gente descobre coisas que não fazíamos idéia!

MASSA CRÊ QUE PERMANÊNCIA NA FERRARI DEPENDE SÓ DE SEU DESEMPENHO (Ver matéria completa aqui)


Está aí uma coisa que eu nem imaginava. Se ele não avisasse, corria o risco de passar essas 10 etapas sem essa luz no fim do túnel... o.O

HAMILTON QUER APROVEITAR PAUSA DA F-1 PARA TOMAR DECISÃO "MAIS SENSATA" SOBRE FUTURO (Ver matéria completa aqui)

Vou ser sincera - nessa eu estou que na a mesa vermelha do programa "Agora É Tarde" da Band. Há pelo menos 3 da "mesa", que querem fazer uma piada sobre essa do Hamilton. Mas eu vou ficar com aquela cujas fotos não mentem:

Sensata, sr. Hamilton? Ok, esperamos ser mais sensata que essa: 
Nicole furious at Lewis Hamilton's 5am hotel party with 10 girls (Fonte: The Sun - ver aqui)


Na boa Lewis, quer fazer "Livin' La Vida Loca" escolhe umas tias mais assim, er, digamos... Deixa pra lá. Gosto é gosto não?

VETTEL REVELA ADMIRAÇÃO POR KIMI: “CLARO E HONESTO” (Ver matéria completa aqui)


Kimi para presida!!! \o/ (Já temos bom começo, aqui está bem frio. Podemos renovar com grande prazer o estoque de picolés de chocolate belga, refrigerante e umas ice... Aceitamos Vettel como assessor. Já vendi meu voto só por saber que teremos sorvete!)

Abraços afáveis!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Sexta-feira - 13 de julho de 2012


Porque nada mais importante que essa frase, é o dia...
... Embora, todo dia é dia de rock!!!!!


Abraços afáveis!
(Quem ainda não leu, leiam a coluna de ontem, certo? Voltarei com postagens semana que vem.)

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Sobre Räikkönen e a Lotus

Antes de começar, já aviso que o texto pode ser longo e chato. Quem ainda topar a ler, fique a vontade. Mas não digam que não avisei!

Todos que acompanham F1 como eu, devem ter lido algo sobre a suposta ida de Lewis Hamilton para a equipe Lotus, uma vez que o inglês parece não estar flores com a sua equipe-mãe. 
Ano passado, se dissessem isso, eu faria uma cara de paisagem bem interessante. Talvez até faria algum comentário aqui no blog, talvez até arrumaria uma piada para fazer.
Mas a situação pra mim não tem a menor graça. E não é porque o jogo das cadeiras não seja divertido e cruel ao mesmo tempo. É legal quando um piloto passa a ter uma chance numa equipe grande ou melhor, mas é péssimo quando o outro fica a ver navios. As medidas de mudanças tem um lado contra e a favor, como tudo na vida. Quando um escolhe bem, um outro se ferra.

Essa postura do Hamilton, caso seja verdadeira, seria como uma pilha. Tem lado negativo e tem lado positivo.
Hipoteticamente, no ano passado Lewis sofreu de bipolaridade momentânea. (O termo, desculpem, mas não existe, e se existe, não sei. Foi criado agora só para não ter motivos de me acusarem de pegar no pé do Hamilton gratuitamente). Essa bipolaridade teve consequências "desconhecidas" da maioria das pessoas que acompanham F1. Jogar carro em companheiros e forçar ultrapassagens custosas "nunca" foram do feitio do inglês. De "uma hora para outra" ele começou a agir assim, e viu seu companheiro de equipe, Jenson Button, avançar em pontos e ser considerado o melhor piloto inglês daquele ano, protagonizando inclusive, grandes corridas, como foi no Canadá, ano passado.
Pelo que muitos falaram (e eu não posso afirmar porque não vi nenhum contrato) a McLaren só tinha Jenson Button como piloto porque Hamilton havia permitido. Se ele tem esse poder, creio que tem poder para não admitir que o companheiro se sobressaia. Uma coisa leva a outra, tipo: "Ele vem, mas nada de aparecer mais do que eu."
Se isso não é verdade, então pressuponho também que o contrato do Jenson nada tem a ver com Lewis.
Em brigas, quase sempre protagonizadas com Felipe Massa, Hamilton acabou o ano de 2011 em quinto lugar no campeonato geral. Nada bom para ele. Enquanto isso Button terminava o campeonato em segundo, vice com louvor em um ano que só deu Sebastian Vettel. 


A inconstância de humor não assumida por Hamilton, deixou ele com um jeitão meio de filho rebelde na puberdade. A equipe-mãe deixou correr.
Esse ano, Button começou vencendo mas nem de longe se parece com aquele piloto do ano passado. 
As justificativas, é que a McLaren não é o melhor carro desse ano. Na verdade tem uma série de probleminhas que não leva muita glória a nenhum dos dois.
Hamilton, deveras mais enérgico que Button, mais polido, talvez estivesse interessado em correr em algum lugar que precise de seu talento para evoluir. A tese é que essa seria a Lotus, antiga Renault que deu a Alonso em 2005 e 2006 respaldo para vencer as duas temporadas.
Além disso, uma outra situação que afasta Hamilton da McLaren (e que eu particularmente acho ridícula) é que o inglês quer os troféus que conquistou. A McLaren tem uma galeria própria para esses troféus, que é já tradição em deixar em exposição. Egos a parte, Hamilton quer expor sozinho, como se ele fosse o único responsável por consegui-los.


Então, ponto positivo seria que Hamilton na Lotus seria um espetáculo a ser visto. Dúvidas pairariam no ar: será que ele seria o constante gênio que pregam? Será que faria basicamente o que Fernando Alonso faz com o mediano carro da Ferrari esse ano? Será que teria sido um feliz opção?
O ponto negativo é que, como falei no início do texto, alguém se ferra com essa contratação.
E aí amigos, é que infelizmente, esse ano, a notícia não é nada agradável pra mim.


Se Kimi Räikkönen não estivesse de volta esse ano, justamente na Lotus, muito provavelmente só estaria com pena do futuro incerto do fulano que estaria lá perdendo chances de ter mais um ano nessa equipe.
Mas ele fez um contrato e retornou à F1, com promessas de botar um pouco de fogo na categoria.
Promessas essa que para uns foi cumprida, para outros ele é o mesmo Kimi travadão de sempre, sem sal, sem açúcar.
Não achei, desde o começo que era uma boa escolha. Por mais gostasse de Kimi como piloto, mais tinha certeza que as cobranças seriam massacrantes. 
Mas porque acho que será Kimi o convidado a se retirar e não Grosjean?
Eis que peço que leiam a reportagem do Livio Oricchio que a Ludmila do Octeto Racing Team publicou e leiam o comentário dela, e saberão que é exatamente o que penso:


Uma troca de Hamilton por Räikkönen (Fonte: Octeto Racing Team)


Um único problema é que eu talvez não queira Kimi de volta a McLaren, como a Ludy ainda sonha. Eu na realidade não queria Kimi de volta na F1, por mais que fosse ruim não acompanhar do jeito que mais gosto o novo investimento de carreira dele, que foi a fase rally: assitindo às etapas e comentando todos os resultados.
Não duvido da capacidade de Kimi em fazer as coisas, mas seu suposto "marasmo" em encarar essas pedras no caminho deixaria qualquer geminiana que adora que as coisas sejam justas ficar vermelha de raiva. E cá está meu motivo egoísta. Eu só não queria ter que ler mais uma vez, notícias de descarte e justificativas podres.
Entendo que pela primeira vez concordo com Oricchio, depois de tantas bobagens que já disse. Só não concordo com o último parágrafo de volta do Räikkönen à McLaren. Acho que é uma possibilidade muito remota. Existe, mas é remota. E talvez todo esse discurso tenha sido em vão se essa troca se consolidar. Mas acho que mais problemas ainda viriam, porque é normal quando se trata de F1, principalmente nos últimos tempos.
E vou mais além. Se tal descarte por parte da Lotus for mesmo feito, nenhuma justificativa será plausível. Ao contrário do que possam pensar, não detesto Grosjean, e acho que nem devo. Se querem ficar com ele, acho normal até, uma vez que respeitam, admiram e gostam dele. Eles tem todo direito.
O que não entra na minha cabeça é porque usar alguém assim? Negócios, vcs diriam. E concordo.
Mas chamo a atenção também para a parte fora de lógica de todo esse "business": se todo o investimento era para Romain, se todas as fichas estavam sendo apostadas nele, e Kimi era apenas uma rampa de sustentação para o franco-suiço, e mais tarde uma alavanca para a ascensão do mesmo... Porque trazer um campeão mundial mais ameno, mais calmo e "apático" à pressões, para depois dispensar e substituir por um outro que é arrojado, genioso e exigente?
Não é a mesma situação que fãs de Kimi encontraram com a saída dele da Ferrari em 2009. Ali estariam substituindo um cara por nada mais, nada menos que Fernando Alonso, o melhor piloto do grid. Para a Ferrari era vantajoso, e o único "prejudicado" era Räikkönen. (Fãs do Massa, dirão que para ele não foi vantajoso. Mas eu falo abertamente que Massa talvez tenha se safado dessa por causa daquele acidente e porque a família Ferrari sempre curtiu um espírito latino, que jamais Kimi teria. Por mais que eu duvide, eles colocaram o acidente e o convívio na balança talvez, e por isso Massa ficou).
E aí que me encontro, pensando, coisa que parece que o pessoal da Lotus não tem feito. 
Porque trazer um campeão mundial como Hamilton para reforçar seu ambiente de disputa, se possivelmente Grosjean terá poucas chances de mostrar o que eles, da equipe, encontraram nele, com um companheiro desses?
Acho que há dois injustiçados nessa jogada estranha: Kimi e Romain. Um sai, descartado mais uma vez, como um tapa buraco. O outro pode ser rapidamente ofuscado, ou pode gerar uma crise grande, rapidamente, entre Lotus e Hamilton.


Toda essa história não passa de uma especulação, afinal duvido muitíssimo que Hamilton deixe a McLaren mãe. Mesmo que ele seja um cara que busca liberdade, e todos sabem que os dirigentes da McLaren manda e desmanda, seria uma boa para ele respirar novos ares. O problema é que se a Lotus tem um preferido, Grosjean. Está óbvio. Se a mudança ocorrer será que compensaria em termos de relações?


Abraços afáveis!


PS: O blogger não está aceitando que a acrescente coisas ao corpo do texto, por isso as partes grifadas. Não há nada de especial nestas partes, portanto peço novamente, que ignorem.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Legendando fotos em Silverstone

Sono é? Então...

Isso, está certinho. Se eu faço isso na biblioteca da minha universidade, o guardinha rancaria minha cabeça fora.
By the way, tem um moço ali que quer autógrafo no mini capacete, produção!

"Run, Forrest, run!"
*Enquanto isso lá atrás...
O que aqueles singelos senhores falavam? Huuum?

Semana passada tínhamos agarramento entre Roberto Carlos e Felipe Massa.
Chega Silverstone e temos Jude Law e Kimi Räikkönen. Quase ninguém fala alguma coisa sobre.
Eu falo: Mulherio, olha que beleza!!!! 

Cara, pára com isso. Que "trem" mais feio! ¬¬'

Abraços afáveis!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Silverstone!

Acho que dessas nove corridas, as duas em que Mark Webber venceu não foi lá grandes coisas. Silverstone - que é até um circuito maneiro - perdeu em emoção para Valência. Isso é, no mínimo, muito esquisito.
Foi como tomar um copo cheio de água quando não está com sede.
Talvez fosse esse o problema, a falta da água. Prometeram uma chuva que não veio, e deixou tudo nem quente, nem frio, nem heavy, nem soft.
Apostar no Alonso seria fácil se o Webber não fosse o rei do ano com corridas mais ou menos.
Ok, estou acabando com o australiano, peço desculpas.
Mas de fato não foi assim tão legal, não posso mentir. Só fez um pouco mais de força, normal. 
Em todo caso, ainda temos Alonso na liderança do campeonato e pouco mudou na configuração geral. Isso deixa tudo mais ainda sem graça.
Além do Alonso, Webber ainda é o vice. Vettel por outro lado fez uma corrida amena, mas melhor que a anterior, saltando assim para um bom terceiro lugar no campeonato.
Os ingleses fizeram pouquíssimas coisas para o agrado de seu circuito. Hamilton ficou em oitavo e com poucos pontos caiu para quarto. Button precisa urgente de um banho de sal grosso, mesmo assim marcou um ponto.
Tivemos um milagroso salto de Felipe Massa. Um milagroso quarto lugar sem nenhum probleminha nem problemão. Ah tem um sim: Com esse quarto lugar ele sonha com pódio... Uma coisa de cada vez, irmão!!!
Podia ser qualquer um, mas ele foi em Silverstone a minha pedra no sapato. No fim, acreditei que Kimi pudesse deixar Massa um pouco mais para trás, mas só acreditei mesmo. Fazer o quê? Talvez Massa tenha acordado e talvez não. Pouco se pode falar de expectativas para esse ano. As coisas podem mudar de uma hora para outra.
Um quinto lugar só não foi tão ruim para Kimi porque ultrapassou Rosberg na classificação geral. Kimi está só a nove pontos do Hamilton. Basta? Sim, para a maioria que achava que o finlandês seria uma água morna no seu retorno, ao menos está sempre por ali dizendo "oi". Mas eu sei que ele pode mais que isso e tenho medo que um pódiozinho fique só como promessa esse ano. (Spa, cadê vc, minha filha?!!)

Além de tudo, tivemos um Maldonado perdendo o senso, se é que alguma vez na F1 pode-se dizer que senso existe. Acho que um pouco de doideira não faz mal a ninguém. O lascado é quando é em cima de boas pessoas como o Perez. Se a intenção de Maldonado era dar emoção, agradeço em todo caso. Mas nem assim, cara. E o pior que ele ficou sem pontos!
Kobayashi, pobre ser, demorou a abrir os olhos depois de uma piscada ao ir aos boxes e acabou atropelando alguns mecânicos. Nada grave, pelo menos. 
Desculpas feitas e muitas pagas é a vida que segue.



Mais algo? Necas! Nem a chuva decidiu comparecer. E olha que eu tinha até música preparada para a ocasião:


Abraços afáveis!

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Programa de fofoca

A gente tem uma grande quantidade de programas que se comprometem a falar da vida das personalidades da mídia. Se é artista ou celebridade, panicat ou ex-bbb, babaca de internet ou personalidade falida, seja qual for a escorregada, a troca de namorado(a), traição, uma saída de casa sem alguma parte da roupa ou se maquiagem pode aparecer no Muito Mais, no TV Fama, no Mulheres, e não sei mais onde!

Essa foto apareceu no facebook e foi compartilhado por um tantinho bom de gente:




Sim. Pode ter sido um inocente erro de legenda de fotos. 
Mas, justo com Alonso, produção? Hahahahahahahahaha...
Enfim, a gente perde o amigo mas não não perde a piada. Então faremos que nem manchete de programa de fofoca:

"Alonso is faster than you" 
Tão rápido que roubou a família e é o pai de Felipinho. Falaremos mais sobre isso, depois do intervalo...

Tem gente trollando o Massa... E não é só eu hahahahahaha!!! 
Abraços afáveis!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Noite de 4 de julho de 2012

Ontem decidi dormir bem mais cedo. 
Dormindo com as galinhas, dormiria mais já que tenho acordado cedo para estudar.
Mas quando estava quase alcançado o paraíso de Morfeu, foguetes me despertaram.
Olhei para a janela, e pensei as seguintes coisas:

- Hoje é 4 de julho. Ah, estamos comemorando o dia da Independência dos EUA.
Passou-se menos de cinco segundos e pensei de novo:
- Não somos americanos...!


E dá-lhe fogos!
- É dia de algum santo! Pensei quase abrindo os olhos. E os fogos aumentavam e uns pareciam que estavam sendo soltos no meu quintal.
Não... não podia ser. Se há uma coisa por aqui, e que é triste, é que as pessoas perderam a fé. E quem fala que tem fé, não acredita em santo. Mas e se era um santo que eu não conheço? Será que a Renovação Carismática resolveu protestar contra os Evangélicos?
E eu lutei para não abrir o olho, mas comecei a sentir calor.
Já era tarde demais, o sono já tinha escapado.

- Beleza! Que porcaria é essa??


- Já sei! É ano eleitoral! Deve ser alguma "amostra grátis" de políticos aparecidos seguidos por um bando de puxa-sacos! Uma carreata!! 
Mas pensei bem e a cidade vai mal. Dos candidatos, um pretende se reeleger, e tem mais inimigos que puxa-sacos. A cidade está a beira do abismo. 
E os demais candidatos, um é o famoso perdedor, ninguém nem leva em consideração. O outro pode ter apenas os votos daqueles que detestam o atual.
No mais a grande maioria quer votar nulo. Só penso que ninguém faria carreata por um espectro. (Mas até que não é má idéia...)
- Talvez é uma inauguração! 
Sim porque nessa época do ano eleitoral a cidade parece um canteiro de obras. Umas nem lá úteis, outras totalmente mal feitas.
- É um showmício do Michel Teló vestido de Adão!!!! E as moças solteiras estão enlouquecidas com o pseudo músico semi nu cantando "Nossa, nossa..." É básico, virou um ritual satânico para arrumar homem. 
Isso até que não seria estranho, desde que show sertanejo virou motivo para encher a cara e troca de saliva e outras "cositas mas".

Os fogos já tomavam uma proporção tosca. Se eu fosse um cachorro já teria entrado em convulsão embaixo da cama. 


- Tem que haver algo, alguma razão... Aaaaaaaaaaaaah!!
Quase saltei da cama; - É Reveillon!!!! 
Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeh, feliz 2013! O mundo não acabou... (que pena!)
Olhei para os lados e só o que vi foi ursinho de pelúcia para abraçar. Dei um cutucão no pinguim que se chama Kimi e um outro caiu no meu colo, o Pierre. Olhei nos olhos de Pierre e pedi:
- Me mata cara, ou eu vou morrer.

Aos poucos os fogos estavam diminuindo. E eu agarrada com os pelúcias, comecei a soltar os músculos. 
Deitei.
No fundo alguns fogos ainda soavam. Uns, eu juro, pareciam tiro, bomba, tiro de canhão...


- É isso!; pensei escondida debaixo do edredom: - Estou sonhando com Bagdá. Estou vendo o que eles sofrem todos os dias. 
Procurei dinamites em torno do meu corpo, e saí apenas com a cabeça fora do edredom. A casa parecia intacta.

- Tudo bem, nada aconteceu. 
Acalmei e voltei a dormir.
No dia seguinte lembrei que era porque o Corinthians havia ganho a Libertadores.
E alguém duvidava? Com a TV Globo toda nesse campeonato, toda a programação nisso. A Bandeirantes então falou até no meio da final da Eurocopa que não tem nada com isso. Jornais, sites, facebook, twitter e até um carinha na rua de bicicleta que gritou "vai curintia", só estavam nesse assunto. O mundo podia acabar, mas tinha jogo do Corinthians e com certeza Deus ia esperar o jogo acabar para começar a chamada do juízo final.
Além do mais precisam erguer um estádio!
Não vi nenhum jogo, não entendo de futebol, e quero sinceramente permanecer assim. 
Mas quando esse campeonato começou eu disse: "Será o Corinthians contra o Boca, e nem precisa dizer quem vai ganhar..." Isso eu disse. E ninguém me chamou para falar isso na TV.

Queria só saber como é que aquele povo de ontem e mais uns milhares por todo o país, foram trabalhar hoje...

Abraços afáveis!  

PS: Não sei porque mas o blogger decidiu grifar o que escrevo. Não é nenhum destaque e não consigo tirar a marca. Ignorem!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Quando a Globo passava bons filmes na Sessão da tarde

Pode reclamar o que for, pois a grande maioria repetia umas três vezes por ano.
Mas era bom, os filmes passavam inteiros, não cortavam as melhores partes, as novelas reprisadas não demoravam tanto (e até elas valiam a pena "ver de novo") e por mais bobos que fossem, ganham muito mais do que assistir filmes estrelados por cachorros e outros bichos.
A lista do Yahoo essa semana (ver aqui) peca como qualquer lista a gente pergunta: quem foi a besta que fez? Não saquei porque colocar o último filme, o "Pesos Pesados" ali. Primeiro que é um filme relativamente novo perto dos outros e segundo que não é bom assim. Foi ali que começaram as más safras de filmes de sessão da tarde.
Ao invés dele, poderiam colocar "As Patricinhas de Beverly Hills", "Elvira, a Rainha das Trevas", "Conta Comigo", "Edward, Mãos de Tesoura", ou "Mulher Nota 1000"...

Mas.
Na minha opinião, como telespectadora assídua desse tipo de programação, dos  10, só excluo 4: "Lagoa Azul" e "Ghost" porque se repetiram, repetiram muito, e além da conta. Mas ainda assim, são "assistíveis" mesmo sabendo todas as falas. Além do filme dos gordinhos pelos motivos que já citei excluo o filme da Xuxa. Pois eu duvido que alguém que não seja (ou tenha sido) fã da loira gostou desse filme por livre espontânea vontade...

Abraços afáveis!

PS: Me desculpem o sumiço, eu tenho um pilha de coisas para resolver e ainda a "zica" resolveu passar uns dias na minha casa. É aquela: quando se tem pedras no caminho não adianta chutar porque a única coisa que vc pode conseguir é um machucado no pé.