sábado, 14 de janeiro de 2017

Comentários e palpites NFL: Divisional Round

Mais um fim de semana de playoffs!
Peço licença para falar das novidades também com o Denver Broncos já está naquela maré de reformas, contratando novo o headcoach, Vance Johnson e Mike McCoy para o cargo de coordenador ofensivo.
Destes, minha ideia rasa é que Vance sendo HC com experiência como técnico relacionado sempre com defesa anteriormente, me pareceu uma contratação estranha, já que o calcanhar de aquiles do time é a linha ofensiva. Mas, como dizem por aí, "in John Elway we trust"... Então, supostamente, eu tenho que esperar, no modo do bom e velho estilo "São Tomé" e constatar se é isso mesmo (ou não) que o time precisa no momento. Inclusive, espero, limitando as minhas falas munidas de muitas abobrinhas e não executando o modo achismo antes mesmo da prática acontecer; afinal, estão fora dos playoffs e a temporada 2017 começa só no segundo semestre propriamente.
Como disse, a linha ofensiva é o problema e este ano que passou, a equipe provou o gosto amargo de ficarem fora dos playoffs muito pela inexperiência de Trevor Siemian - que eu, particularmente, não acho um péssimo quarterback e arrisco dizer que ele tem mais de atrativo talento do que muito jogador (inclusive novato) que tem sido supervalorizado nessa temporada, nas anteriores, e etc.
Mas disso, é aquela história que eu escrevi num destes posts atrás sobre NFL: eu gosto dos jogadores não pelos números deles, mas pelas reações positivas que provocam em mim. E Trevor foi uma surpresa muito das agradáveis, posso afirmar sem medo. A falta de notícias sobre ele desde que ele entrou para fazer cirurgia nos ombro na semana do dia 3 deste mês, me angustia, principalmente a saber que tudo tem mudado em Denver e ele pode virar o que a maioria deseja para ele: um backup. O que se comenta na mídia especializada é exatamente isso: está aberta a competição pela vaga de QB entre Siemian e Paxton Lynch - o jogador draftado em 2016.
Nas palavras do novo headcoach ele quer: "An offense with swagger,", "I want an offense attacking.". Dando voz a isso, Vance foi contratado porque tem discurso motivador (bastava então, um palestrante? ¬¬') ele quer então um "ataque com ímpeto", no literal: "ataque com arrogância..." E logo que li isso, me veio Cam Newton a mente e eu tive calafrios. Pobres de Trevor e Paxton! E se esse é o ponto da mistura do doce, é perigoso termos Trevor no banco na temporada 2017.
Mesmo assim, está aberta a oportunidade dos dois provarem suas facetas, mesmo que Trevor tenha estado em 14 dos 16 jogos, com números colocados em média que acabaram baixos, mas também ele contribuiu para o time, com muitos jogos que foram excelentes (inclusive os jogos o contra Bengals na semana 3 e o primeiro confronto contra o Chiefs). Para o novo ano e para Vance, Trev é colocado no mesmo nível de Paxton (justo? não acho) que teve 2 oportunidades para mostrar que precisa ainda de muito para dar sinais, ao menos, de que foi um bom "pick".
No crivo do achismo e particularidades, pouco dá para esperar com clareza de tudo isso. A gente especula, mas quando tudo começa, analisamos e pensamos, tentando afastar as emoções, e decidimos por dois caminhos: ou conforma-se (caso não goste do resultado) ou aceita-se (caso não goste, nem desgoste).

E especular, palpitar sem muita certeza é mais do que faço para os jogos do Divisional Round. Desta vez faço palpites escritos. Não acho que vocês mereçam se torturar com a minha voz de novo. A minha irmã está também não quer fazer sozinha então, lá vou eu, só escrevendo.
No Wild Card eu confesso que fui mais pelas escolhas que eu gostaria que passassem. Não adianta querer, como já bem sabemos. Se assim fosse, queria SB consecutivo para o Broncos, é óbvio.
No Divisional Round eu vou parar com essa, e apostar mais pela "obviedade" do que o que eu realmente prefiro.
Mas antes, preciso dizer uma coisa que eu realmente quero destes quatro jogos que começam hoje às 19hs: que os jogos sejam melhores que os do Wild Card. Dos quatro, o melhor foi Giants x Packers. A gente sabe que playoffs pode ser mais eletrizante. Já está na hora!

Palpites para os jogos deste sábado:


Pelas apostas, o Falcons tem 68% das chances de vencer o Seahawks. Os carinhas de Seattle enfrentam os falcões na casa deles, ou seja, já não contam mais com o apoio da barulhenta torcida. Além disso, o Seahawks enfrentaram polêmicas de arbitragem no jogo contra o Detroit Lions (e também houve alguns lances nesse sentido durante a temporada regular) e isso pode ser de alguma forma relembrado neste jogo, já que é de comum acordo que não deve se repetir.
A não ser pela porcentagem favorável ao Falcons, aposto no time por ter sido mais constante e mais forte que o time de Seattle - que tiveram jogos bem altos e baixos na temporada. Uma má ideia é que pouco se tem exaltado o Atlanta Falcons, sendo talvez o time mais subestimado até aqui. Está nos playoffs, Matt Ryan concorre à MVP, mas pouco se fala deles, nem mesmo como coadjuvantes da conferência NFC...
Opções, opções... Ano passado, tudo era Carolina Panthers... ¬¬'

A aposta de hoje a noite talvez seja a mais fácil de todas. O Houston Texans está na disputa porque a AFC South foi desastrosa. Com um Raiders um tanto "perdido", passaram da fase Wild Card.
Enfrenta o Patriots, time que perdeu 2 jogos apenas na temporada regular e tem feito um trabalho muito ok, apesar dos desfalques do ataque e ainda jogará em casa... Parece bizarro apostar contra. A porcentagem das apostas é de 95% para o time dos bolas murchas do marido da Gisele do time de New England.
Brincadeiras á parte, nem precisa de recursos extra campo para boicotar o jogo. Por mais que eu não seja fã de Tom Brady, não acho que Osweiler leve o time à uma vitória sobre eles, mesmo tendo uma linha defensiva joia e DeAndre Hopkins em seu melhor momento.
Existe a possibilidade? Existe: 5% de chance. E se acontecer, vai ser a zebra master dos playoffs.

O normal é que os times que tiveram folga, tenham jogadores mais concentrados e torcida à seu favor, vençam. Tudo entorna mais do lado direito da balança, que do esquerdo, pois os times que classificaram em seed 1 e 2 tiveram campanhas mais bem feitas e obviamente, estão mais estruturados.

O que eu queria, no meu mundinho bonito? O Broncos, ali no lugar do Patriots.
O que eu quero no meu mundinho menos bonito? Tanto faz entre Seahawks e Falcons e - apesar de não gostar do time - que seja Patriots no segundo jogo. Texans deve voltar a provar playoffs com um QB decente e com J.J. Watt em campo, com chance de ganhar o SB.

Palpites para os jogos de domingo:


Eu tentei, mas não consegui ser tão óbvia, pelo que pude perceber quando fui ver as porcentagens para cada time.
O primeiro jogo do domingo tende a ser o jogo mais difícil de apostar e claro, acertar. Escolhi o Chiefs, logo na segunda-feira. Isso sob uma premissa simples: "estão em casa e descansados" enquanto o Steelers viaja para Kansas com um Big Ben pouco saudável - ele inclusive usou bota ortopédica na coletiva de imprensa logo depois do jogo contra os Dolphins, e passou boa parte do jogo mancando e com caras estranhas. Vai para jogo - até onde eu sei. Mas se vai ser bom o suficiente para passar dessa fase, é outros quinhentos.
A porcentagem é 55% para os Steelers e 45% para o Chiefs. Eu bem acho isso possível, uma vez que Chiefs não é essa maravilha toda, na minha opinião. E isso me irrita profundamente, por saber que estão nos playoffs, que venceram o Broncos duas vezes: uma de forma meio "que está acontecendo?" com direito à uma porcaria de chute que deveria ter saído fora. (Desculpem fãs do Cairo Santos, mas patriotismo não é momento). E a última vitória foi com requintes de crueldade, botando um gordão para fazer TD na defesa do Broncos. Humilhante. E feio. Se eu torcesse para um time desse, eu não ia dar risada do adversário. 
Mas pensar isso tudo e ainda saber que existe sim a possibilidade de perderem de forma bizarra, ainda mais sabendo que Alex Smith não é lá essa confiança toda? Dá um certo desconforto, mas eu vou estender o cartão se isso acontecer:


Mesmo assim, olha só que porcaria: eu aposto no Chiefs. Pelo menos para honrar a seed 2 que tiveram.
Agora se o Steelers fizer o que fez com o Dolphins, caçar briga e quebrar todo mundo, tenho dó da próxima vítima...

(*PS: Esse jogo foi colocado para às 23:20 no domingo, por conta do mal tempo).

Sim, segundo jogo do domingo, provavelmente o mais esperado de todos eles... É, eu aposto contra o favorito. Se nos anteriores eu puxei tudo, automaticamente, para a direita, neste, eu não fui nessa hipótese e não aposto no "American Team". Não consigo deixar o monstro do "Quero" na jaula.
Favorito, o Dallas Cowboys é a sensação do momento, o Carolina Panthers do SB passado. Tudo lindo e florido, nada os atinge, nada os detona.
Mas vale lembrar que perderam duas vezes para o rival de divisão, Giants. O mesmo que foi pisado pelo Packers. O que isso significa? Apenas que dá medinho nos caras de Dallas.
Ou não. Se o Packers jogar apático como foi em alguns dos jogos da temporada regular, pode ser fogo de palha.
A porcentagem para o "American Team" está à 56% de chances.

O que eu queria no meu mundinho menos bonito? Entre Chiefs e Steelers é o famoso tanto faz negativo: não gosto de nenhum. O Chiefs tem me feito passar bastante raiva nos últimos dois anos e eu nunca curti jogos com os Steelers. Acho eles meio abrutalhados demais. Só gosto mesmo é de ver Antonio Brown sendo ele mesmo.
Mas se Chiefs vencer, quero que montem banca para pegarem o Patriots na final da AFC. Se o Steelers vencer que façam o mesmo.
Quero Packers na final da NFC. Quero Aaron Rodgers mandando a real do que é QB que carrega time nas costas. Quero hail marys, quero recordes de TDs, quero jogo-show.

Agora, sobre o que eu quero das finais de conferência... Bom... Vou confessar que queria Giants passando e ter a possibilidade de Patriots e Giants no SB.
Com as novas possibilidades eu tenho 3 combinações em mente:

+ ) Patriots @ Packers = Packers
+/- ) Chiefs @ Falcons = Falcons
- ) Steelers @ Cowboys = ?

E sim, eu posso errar tudo. Mas ainda tenho o direito não é? Mão Dinah já se foi e essas coisas de prever acontecimentos - se existem - não fazer parte da minha realidade. 

Comentem o palpite de vocês!

Abraços afáveis! 

2 comentários:

Ron Groo disse...

Caso curioso: palpitei pela vitória dos Cowboys, mas tava torcendo que nem louco pelo Green Bay.

Manu disse...

Eu palpitei pelo Packers pq ia torcer mesmo, rsrsrsrs...