sexta-feira, 20 de março de 2015

Curtas das Manchetes de F1

Conforme fiz e farei, toda manchete tosca ou passível de comentário tosco, virá para cá. Tentarei ser sucinta, já que certas opiniões vocês estão carecas - e se não carecas - de cabelos brancos de ler todas as vezes. 
Como diria Beetlejuice:



A célebre frase obviamente é o "Ill be back" num ridículo momento de pódio, insinuando o quão Hamilton vai aparecer naquele local ao longo dessa temporada. 
E Hamilton levantou a questão de achar que o ex governador da Califórnia era mais alto no Exterminador do Futuro...
Quando eu era uma menina infantil, lá com meus 9-10 anos, meu primo, mais novo uns 2 anos que eu, tinha uma mania que eu acabei pegando: tudo que acontecia de bobo, ele não ria e para encher a paciência de quem fez a brincadeira, retrucava "Morri de rir, mas não achei graça".


Adendo: a reportagem fala que desde 2012 ex pilotos são convidados para entrevistar os vencedores. "A exceção de Plácido Domingo e a apresentadora Glenda Koslowski"...
Onde raios atores como Benedic Cumberbatch - que concorreu a Oscar esse ano - deixou de ser mais importante que Glenda? 


***


A sutileza de Ecclestone! Admitam, todos queriam esse velhinho como avô!! #sóquenão
O Galvão teve a pachorra de dizer no sábado que o acerto da Sauber com o Van der Garde teve dedo desse ser super gente boa aí. Pelo Gagálvão, ele é "um homem de mente brilhante".
É mesmo, para arrancar sadicamente dinheiro dos outros é mesmo, "brilhante". 


***


Olha o álibi para os futuros erros! Já culpando o motor? Explica, cara pálida, porque é o mesmo motorzão que você usou ano passado, é o mesmo que fornece à Mercedes e olha só, fizeram dobradinha no pódio!?... 
Mas né, compramos qualquer justificativa, ainda mais agora que tem dois para disputar atenção.


***


Isso vai ser ótimo. Mais "mió-di-bão" #mineirês que muita corrida planejada à vista. 
Alemães: trazendo alegria e atenção à coisa chata:

Gol da Alemanha... \o/

***


Será?


Isso, só se os pit stops passarem a ser feitos que nem equipe de gente grande. 


***



2010 não dava para imaginar que Vettel venceria o campeonato na qual foi disputado até a última corrida. Mas se 2009, 2011, 2012 e 2013 era previsível, com um só piloto mantém na dianteira dos demais, pelo menos o segundo lugar era dúvida! Ninguém liga para segundo lugar, mas né, quem queria criar falsa expectativa, teve como fazer. Agora, ano passado, já sabíamos o primeiro e o segundo lugar sem pestanejar. Só alguns trouxas - eu inclusive - que colocou fé em que Rosberg levasse o caneco no fim. Claro que não! Esse ano vai ser o mesmo. O coitado vai labutar para só ter que segurar as pontas quando alguém se aproximar de Hamilton.
E olha, toma aqui mais uma, Lewis:

E estamos falados.

***

► Hamilton declara que venceria na F1 mesmo se carros fossem iguais: “Não tenho dúvida de onde terminaria” (Fonte: Grande Prêmio)

Também não tenho dúvidas: estaria, com um carro de equipe grande, exigindo (e mentindo) sempre para conseguir ficar à frente do companheiro. Afinal, já teria no bolso dois campeonatos, se acharia no status de exigir qualquer coisa. Toda equipe grande daria seu jeitinho, caso os carros fossem iguais.
Ninguém ia arriscar grana para "disputar" de igual para igual.

E esse povo, Red Bull, Ferrari, Mercedes, afins e pilotos à quatro deviam calar o bico. Quando eles estão no topo, é os outros que são os recalcados. Quando eles não estão "Tem erro nesse regulamento...", "Equipe tal está burlando...", "Vamos sair da F1...", "Meu motor é ruim, meu engenheiro brigou comigo..." Ah vá!


Esperam começar a temporada, mas ninguém reúne 3 meses para decidir formas justas para todos e usam do diferencial piloto para fazer o serviço de competição em corrida pelo bem do esporte, então, 


***


Futuro? Contrataram você ano passado Button, para fazer esse papelão e falar em "futuro"? 


***


Meu-Deus. Não dá para falar mais nada a não ser pedir, suplicar:



***

Por fim:


Pois é. O cara pode estar com dor, mas aqui é assim: "Quem se importa? Vamos fazer uma enquete para ver se querem um terceiro piloto brasileiro no grid" e subitamente ganha votos quem a gente sabe que não pode dar uma chancesinha que vai correr tomar a vaga no ato:

Rubens Barrichello - 42,3%
Susie Wolff - 24,2%
Pascal Werhlein - 10,4%
Bruno Senna - 9.8%
Adrian Sutil - 7%
Alex Lynn - 3,8%
Giedo van der Garde - 1,7%

Se Nars tivesse tomado pé na bunda da Sauber, estava no topo da lista também, não tenho dúvidas.
Achou desnecessário essa enquete também? Então eu abro aqui para vocês falarem o que mais seria tão ou mais tosco quanto essa enquete (se é que dá para baixar mais o nível). Eu começo: a foto que eles colocaram do Bottas no link é essa:


A minha manchete pior seria: 

Dr. Ray vai ao Bem Amigos e analisa que dor nas costas de companheiro do Massa na F1 é por conta do peso dos seus peitos. "Ginecomastia é um problema", dispara.

Se bem que é melhor parar de palhaçada pois agora, depois daquela transmissão ridícula na madrugada de sábado, tudo, TUDO é possível.

Abraços afáveis!

Um comentário:

Ron Groo disse...

Ecclestone tava certo, de novo... Fora Manor.
E sem grana pra eles.