sexta-feira, 11 de julho de 2014

Sobre futebol e descontração

A internet - como tudo na vida - tem seus prós e contras. Claro que existe um sem número de coisas detestáveis nela que desmotiva. Mas nas últimas semanas, as melhores coisas (novamente: nem todas elas) nas redes sociais são os memes a respeito dos jogos da Copa. Foram desde pênaltis cavados até mordidas na área, teve de tudo. A "Copa das Copas" foi viral nesse ponto. Algumas, a gente sente uma vergonha danada das pessoas estarem rindo e compartilhando. Mas há outras que são muito bem boladas.
Essa semana, depois do fantástico 7 a 1, não pensei que ia rir tanto das coisas que vi que recebi e que li a respeito.


Se você saiu na rua depois do jogo percebeu que todo mundo agiu de forma engraçada: torceram o pescoço para o lado esquerdo ou direito e ao invés de perguntar "E aí, tudo bem?", perguntam: "E o jogo...?" 
Na academia na quarta-feira de manhã, fui a única que dei uma risada boa quando os professores de lá perguntaram "E o jogo?..." Claro, pois pra mim foi um belo treino da Alemanha que pude assistir no conforto da minha casa. Nem fiquei tão triste de não morar na Bahia (onde eles estão "morando" esses dias). O resto do pessoal que ouvia a pergunta deles se dizia "deprimido", "humilhado", "triste" e "envergonhado". Uma das pessoas que manifestou cara de velório ao ser perguntada sobre o jogo, acabou marcando presença em outro enterro que não era da seleção brasileira, mas sim do português: 
"- Acho que nem os 'alemãos' sabiam o que estava acontecendo..."
"Alemãos" certamente dói mais que os 7 gols deles.


Desde terça-feira tenho sonhado com gols. Fico pensando então como está o soninho dos caras da seleção brasileira, kkkkkkk...
Eu achei bem engraçado, para não dizer tosco, que logo após o Brasil ter perdido todo mundo virou holandês. A falta de lógica pairou novamente. Se a pessoa escolheu a Holanda pela estrutura do time, tudo bem. Achei justo. Mas escolher a Holanda porque ficou magoadinho com a Alemanha e porque não queria os argentinos na final... Daí, o que eu disse no Twitter, eu repito: não sei se quero a companhia destes seres. 


E enfim, agora a Holanda vai jogar com o Brasil, e é bem possível que os atropele como a Alemanha fez. Só que precisam ter um pouco mais de lógica: a Holanda, se fizer o mesmo, não terá o respeito e a educação dos alemães não, viu? Esqueceram de 2010? ...
E agora, alguns torcem para o argentinos, ainda mordidos com a derrota para a seleção alemã... Se acham que depois disso, a Argentina é melhor, simplesmente. Bom jogo. Que vença o justo, penso eu. Torcerei pela Alemanha, como tenho feito e disso, não arredo o pé.  Mas na razão dos torcedores do Brasil (que não é meu caso) seria melhor torcer para a Alemanha. Se, por ventura, alguém zoasse mais uma vez o 7 a 1, era só justificar que eles foram campeões mundiais no ano e toda aquela balela que euzinha estou com cabelos brancos de saber (que desde 2006 eles montam um time, e não um craque. Sei disso e não entendo nadica de futebol. Irônico não?). Essa ideia fundamenta a "desculpa" de que o time da seleção foi aniquilada pela melhor do mundo de 2014.
Caso contrário - com a Alemanha perdendo - a humilhação é ainda maior: os brasileiros perderam de 7 a 1 do vice, em um ano em que os argentinos, os maiores rivais do futebol, foram invictos e campeões. Acha fácil engolir essa? Então, não está aqui mais que comentou.
Eu sigo com meus amigos alemães, que agora até escrevem mensagens em português, melhor que muitos da seleção verde amarela. Mas abafa o caso. 

O lance era descontrair, e se eu estou a quase 3 dias sonhando com gols, é bom mudarmos de assunto para fechar o post. Comecei falando de memes, e termino com um acabo de ver no Tumblr (cuja fonte se encontra aqui) e quero dividir a gargalhada dessa tarde de sexta com quem leu meu post até aqui. Eis:










Tenham um excelente fim de semana!
Abraços mega afáveis!  

Um comentário:

Juliana Amaral disse...

Se eu fosse técnico de algum time sul-americano, antes de enfrentar a Seleção Brasileira do Dunga, faria a preleção com o VT da Invasão da Pampulha (vulgo 8 de Julho).

Quanto ao jogo contra Gana, superação da pior partida do time na Copa.