quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Comentários pós primeira parte dos playoffs

Eu deveria ter voltado antes, mas muito teve de ser feito nesse começo de semana.

Resumindo, os playoffs foram bons, fiquei agitadíssima, tive mistos de sensações (pena, empolgação,  esperança, raiva...) e ainda dormi no domingo como uma pedra, sonhando com jogos. 
Mas ainda não os classifico como excelentes. Nem é porque eu errei 2 dos 4 palpites.
Explico por partes, que nem o Jack Estripador.

Jogo 1: Chiefs @ Texans

Primeiro jogo e um banho de água fria. Um retorno de punt e pontuação dos Chiefs já mataram o jogo. Ali eu me desestabilizaria, mas eu não sou atleta... 
Quando vi a cara de Hoyer já imaginei a bobagem que fiz em escolher Texans nas minhas apostinhas. Dali, foi ladeira abaixo para o time de Houston. Eu fiquei sem saber, se era mesmo uma boa ideia para o time trocar o QB ou deixar rolar. No começo achei que deveria, depois do segundo quarto, tive certeza e no final, já estava meio revoltada. Tive o momento pena: Watt machucou de vez a virilha, , o QB tomaria muito pela teimosia do headcoach e enfrentaria uma torcida e uma imprensa meio ácida. Fato é que as coisas não funcionaram simplesmente. Quando poucas vezes houve passe que fosse receptível, os recebedores não se ajudavam. Final 30 a 0. 
Minha escolha pelo Texans soa ridícula para quem está lendo agora, mas era porque eu queria, de todas as formas, arquitetar o melhor para o jogo do Broncos. Em vão. O que eu menos queria das possibilidades, caiu no nosso colo, na rodada seguinte.

Jogo 2: Steelers @ Bengals

Um jogo ruim. Com muitas situações juvenis. O Bengals caiu nas provocações, algo que os levaram à derrota. Esse lance de juízes punirem os caras que caem nas provocações e não os que provocam, me deixa sempre em protestos. Aí veio meu segundo sentimento: o da raiva. Sabendo que era um jogo de rivalidade latente, o pulso merecia ser mais firme. No fim das contas, acabei muito frustrada.  18 a 16. Ô joguinho danado de tenso. Culpado da derrota: o 55 lá do Bengals que esqueci o nome. Sei lá, mas pedir para que a pessoa fique fria quando você vê umas coisinhas bizarras acontecendo é pedir demais.
Apostei no Bengals para pegar o Patriots, e me livrar de vez do Steelers, o que menos queria dos três times possíveis que estivesse em confronto com o Broncos. 
Adivinhem? ¬¬'

Jogo 3: Seahawks @ Vikings

Conformada em partes, assisti à esse jogo e pensando naquele frio de lá. Boa coisa não daria. Quem raciocina com um friozão daqueles?
Bem, o jogo do Vikings ainda que só nos field goals estava anos luz na frente do time de Russell Wilson, que desde que começou a namorar celebridade, parece que está com a cabeça no mundo da lua.
Novamente tive um pouco de raiva: o time de Seahawks bota medo em todo mundo desde antes do Super Bowl 48. Sofro com piadinhas nada engraçadas até hoje, por causa daquele maldito jogo. Aí de repente fazem aquela burrice no SB 49 e uma temporada duvidosa como essa, neste ano de 2015. Aqueles erros foram de matar. "Estão de brincadeira??" Um lance de distração do Wilson, bola jogada à esmo, chega na end zone, passam o Vikings por um ponto e jogam na conta do kicker resolver a parada.
E coitado do tal Walsh lá, assumiu a culpa, mas a culpa é do time todo, que não soube aproveitar dos erros do adversário para se dar uma vantagem. Agora nem dá para pedir que esse time do Seahawks, jogando desse jeito, que derrote o  Panthers...
Por essa razão, é que as piadinhas que ainda sofro, depois de 2 anos, passaram a ser como picolés de chuchu.
Ah, sim, eu sei. Acertei a aposta. Mas foi por pouco, né? Fim de jogo, custosos 10 a 9.

Jogo 4: Packers @ Redskins

O Packers estava oscilando. O Redskins conquistou algum respeito. Uma vitória de qualquer um destes era não só possível como aceitável. Foi o melhor jogo. O mais fraco em termos de surpresas, mas convenhamos: foi um jogo: com erros pequenos, com lances bonitos dos dois lados. O time de Cousins saiu com a pior, mas seguramente, se alguém me desse o direito de apagar os outros três jogos no afã de dar uma vaga ao Redskins, eu não pensaria duas vezes.
Fim de jogo 35 a 18. 

Placar meu: 4/2
Placar dos times que jogaram em casa: 0/4
Times que deram tchauzinho aos playoffs: Texans e Bengals, Vikings e Redskins.
Melhor dos 4 que perderam: Redskins
Melhor dos 4 que ganharam: Packers.

Separo hoje, a maior quantidade de saquinhos de chá de camomila possíveis. Lá vem pedreira para o Divisional Round.
Até e abraços afáveis!

Nenhum comentário: