segunda-feira, 5 de junho de 2017

Corrente Musical de A a Z: Bon Jovi

Vamos com mais um post da Corrente Musical de A a Z. As bandas do post anterior que ficaram para a escolha: Alice in Chains - vindo de repescagem de 3 votos anteriores, Candlebox, Children of Bodom e Creedence Clearwater, todos com zero votos. Bon Jovi, que veio de repescagem também, veio a ser a banda escolhida, com 2 votos para essa edição:

Banda ou artista mais bem votado


♫ Música que eu mais gosto:


♫ Música que eu não gosto:


Tocou em alguma novela. Achei que encheu.



♫ Música para dançar:


♫ Música romântica:

Escolha óbvia.



♫ Música que me define:


♫ Clipe Favorito:


Todos da era anos 80/90. Cabelos, as roupas com muito tecido, calças e jaquetas e... Gente, glam rock era supremo!
Mas gosto de um clipe que nem é da banda, mas sim, do Jon em carreira solo (que também tem música boa!)


♫ Melhor álbum: 

O quinto álbum de estúdio da banda, que apesar de não ter a fase da banda mais glam, já mudando um pouco, tem as músicas que mais gosto como "Keep the Faith", faixa título do álbum de 1992 e "I'll sleep when I'm dead". A formação da banda: Jon Bon Jovi nos vocais e guitarra base, Richie Sambora na guitarra solo e vocal de apoio, Alec John Such no baixo e vocal de apoio, David Bryan no teclado e vocal de apoio e Tico Torres na bateria. 
Faixas: 1 - "I believe"
2 -  "Keep the Faith"
3 -  "I'll sleep when I'm dead"
4 - "In These Arms"
5 - "Bed of Roses"
6 - "If I Was Your Mother"  
7 - "Dry County"  
8 - "Woman in Love"  
9 - "Fear"  
10 - "I Want You"  
11 - "Blame It on the Love of Rock & Roll"  
12 - "Little Bit of Soul"  

Certamente não me considero fã de Bon Jovi, pois logo depois de "These Days" (1995), álbum seguinte ao "Keep The Faith", as coisas debandaram mais para músicas mais acessíveis e meio a cara dos anos 2000, que até o Aerosmith entrou na jogada, buscando também para aquele pop-rock mais grudento dessa época. Foi nesse tempo que veio aquelas músicas do The Calling... Lembram? Então...
Era uma tempo em que eu era adolescente, então, achava tudo muito ótimo, inclusive "It's My Life" do sétimo álbum do Bon Jovi, intitulado "Crush". "One Wild Night" é bem boa, a melhor do álbum e talvez melhor que "It's My Life", e até Thank You for Loving Me... Essa última, latejava o que menos gosto da banda: muito melosa e Jon passou a gemer mais do que cantar hehehehe... Eu nunca fui fã do Bon Jovi, exatamente porque não curtia muito o oba-oba em cima de Jon. Ele sempre me soou arrogante, e a mulherada derretia por um cara meio esnobe. Pode ser que seja sensação, mas sempre achei ele muito fresco para cantar, mas era um dado do glam rock que por mais que irritasse um ou outro mais headbanger, era uma coisa que poucos atingiam a meta com propriedade e eram bem sucedidos. Por mais enjoado que fosse, Jon conseguiu se firmar, tanto que permanece aí na ativa. Hoje, mais maduro certamente.

♫ Pior álbum:

Com "Bounce", oitavo álbum de 2002 e eu confesso que já perdi o interesse. "Misunderstood" tocou em uma novela da Globo e fui procurar no tio Google qual era. Não sou noveleira e descobri que fazia parte da trilha de "Mulheres Apaixonadas". 
Apenas 15 anos atrás e as músicas que tocavam à exaustão nas rádios não era de uma dupla sertaneja de mulheres cantando como bezerras desmamadas, ou homens malhados com topetes gigantes, cantando igualmente mal ou pior que Zezé de Camargo ou Leonardo nos anos 80/90. 
Apesar da perspectiva ser melhor que os sucessos de hoje, não agradava tanto, não sei se era porque eu estava começando a ficar seletiva, ou apenas pois percebi que preferia a fase anos 80/90 do Bon Jovi. 
Sei que nesse tempo, "Misunderstood" tocava tanto e o clipe passava em um programa de vídeos da Band (Clipmania) com a Sabrina Parlatore toda vez. A MTV também passava o tal direto e reto. 
Nesse tempo eu aplaudia de pé o Youtube, que possibilitava assistir um clipe da sua banda favorita a hora que quisesse, sem depender de sucesso ou propaganda da indústria fonográfica. 
Correndo o risco de ser injusta, pois não ouvi o disco seguinte "Have a Nice Day" a não ser uma ou duas faixas, e consequentemente, não tomei nem conhecimento da existência dos seguintes, escolho Bounce como pior álbum. Pode até ser que tenha música boa nos discos posteriores e estou sendo ignorante. Mas é a verdade, foi o último que ouvi e não me interessei mais.
"Bounce" manteve os mesmos integrantes, menos o baixista que é Hugh McDonald. 
Faixas:
1. "Undivided"  
2. "Everyday"  
3. "The Distance"  
4. "Joey"  
5. "Misunderstood"  
6. "All About Lovin' You"  
7. "Hook Me Up"  
8. "Right Side of Wrong"  
9. "Love Me Back to Life"  
10. "You Had Me From Hello"  
11. "Bounce"  
12. "Open All Night"  

► Menções honrosas: 10 músicas boas que não se encaixam na brincadeira

Runaway;
Lie To Me;

Boa música da carreira solo de Jon Bon Jovi que preciso mencionar: ♫ Blaze of Glory.

*Essa, Meu-Deus, Jon parece que está com uma senhora dor... kkkkk...

Quero saber as escolhas de vocês!!!
As novas opções de votos serão básicas: como não houve segunda mais votada, vou carregar Alice in Chains aqui na votação mais uma vez. Com eles, acrescento as bandas da letra D. 
O sistema de votos continua sendo os mesmos: pelos comentários ou na página do blog no Facebook
Qual é a próxima?




ou


Abraços afáveis à todos! 

4 comentários:

Nelson disse...

Bon Jovi sempre foi indiferente para mim, conheço um punhado de músicas e só. Voto em Deep Purple!

Manu disse...

Boa Nelson! Obrigada pelo voto! ;)

Ron Groo disse...

Gosto de wanted dead or alive. Mas o restante não me desagrada de todo.

Voto: Deep Purple, of course.

Manu disse...

Boa música mesmo Groo, quase coloquei ela na pergunta: "Me define".

Mais um voto para Purple! ;)