sábado, 25 de março de 2017

Primeira Etapa da F1 2017: GP da Austrália

*Primeiro, peço desculpas pelo sumiço. Não tenho tido tempo devido ao meu Mestrado.*

A F1 retornou e pelo que vimos na quinta e na sexta pudemos ver que não há nada de novo: Mercedes seguiam na frente. O repeteco só se legitimaria, como sabíamos, não nos treinos de pré temporada, mas sim, nos fins de semana de GP. E o primeiro veio, e hoje, de madrugada, o primeiro treino classificatório. Com exceção da mudança de alguns nomes, o resto além de não-novo, nem é surpresa.

As notícias dão conta de Hamilton espanta "fantasma" da Ferrari (ver) e fica com a pole. E eu digo: uma, que a Mercedes era daquelas que estava escondendo jogo, provavelmente por pedir externos, para não minar as chances do público vir a conferir a temporada, logo no primeiro GP. E claro que a Ferrari estava muito humilde esse tempo todo. 
Só é cegueta quem quer, pois bem sabemos que Hamilton não espantou foi é nada. Fez pole com facilidade grande, como vem sendo desde, hã... 2014-15-16...
Quem dificultou foi o novato na equipe, Bottas, que perdeu a segunda colocação nos minutos finais para Vettel. 
Max Verstappen é um dos que tem alguns dos principais olhares, ficou com o quinto tempo, larga atrás e ao lado de Kimi Raikkönen. Tanto o finlandês quanto Vettel, ambos da Ferrari (ainda!) tem histórico de rixas com o garoto topetudo. Se mais um ano e mais juízo foi dado ao garoto - que tem tudo para ser de fato, um bom piloto -, isso só saberemos durante a largada e as próximas largadas. 
Provavelmente se habilidade não for usada ao favor das regras, e se ele arriscar umas jogadas de carro para cima do finlandês, sabemos que nada irá ocorrer. Mas fiquem atentos no dia que ele usar de suas armas contra Hamilton e voltaremos às novelas das punições, sem nenhuma novidade.

As confirmações não param por aí: a dona Williams fez mesmo, mal negócio com o Sr. Stroll que larga em último, inclusive com punição de 5 posições por troca de câmbio. A dona McLaren, tem mesmo, de amargar no inferno por estar fazendo uma tortura com seus pilotos.
Cliquem na foto abaixo para verem os tempos e as colocações do grid:

Fonte: Grande Prêmio

Importante dizer que, destes moldes, pouco podemos extrapolar nas expectativas. Se quiserem, podem deixar comentários do que acham que pode acontecer, ou mesmo, do que esperam que aconteça. Eu espero ver a Ferrari novamente no pódio e por enquanto, espero uma boa e limpa corrida para "matar a saudade" que já faz tempo que não é tão grande assim, devido às poucas mudanças e a escassez de esperança de novos momentos emocionantes. 

 Como costume, só comentarei a corrida na segunda de manhã numa coluna informal e pouco técnica, dando as impressões particulares dos GPs. Na terça, retornarei com as fotos comentadas de modo a dar toques humorísticos ao evento e aos pilotos. 
Seguramente não poderei prometer mais devido às obrigações que estão me forçando a não ter tempo para mais nada além. O conselhode "faça seu trabalho antes para não acumular no final" é balela: ainda que façamos, os outros ainda ajudam a enrolar toda a sua vida. 

Deixo para vocês um desejo de boa corrida e um excelente fim de semana.
Abraços afáveis!

2 comentários:

Anselmo Coyote disse...

Até que enfim alguém que tbm acha que nada mudou, ou seja, nada melhorou. Ao contrário, pode ter piorado se as ultrapassagens ficarem realmente mais difíceis (senso comum... sempre desconfio dele) e as corridas virarem filas indianas. Estão dizendo que podem haver muitas pancas, senso comum tbm e continuo desconfiando. Mas se acontecerem essas pancas elas podem alterar a ordem das coisas, mas isso é andar para trás. Além do mais, com a rápida adaptação dos pilotos aos carros logo logo elas (as pancas, putz) diminuem.
Tomara que eu esteja muuuuuito errado e que as coisas melhorem realmente.
Sobre o Stroll, campeão da F3 e estreante, acho normal o que fez até agora. Verstapinho é exceção, não regra. Assim, conclusões sobre o Lance antes de umas 10 corridas são precipitadas.
Abs.

Manu disse...

Anselmo, pois como vimos: houve uma certa fila indiana, e pouquíssimas ultrapassagens. As pancas (rsrsrs) não vieram, vieram foram muitas quebras.
Digo que Lance pode ser um mal negócio, pois o mentor dele não é lá essas coisas. Eu ainda acho - e como vimos na transmissão - que a implicância com ele é meramente pessoal. Assim como muita gente, que já tem raiva do Verstappen por ele ter coragem de fazer o que os pilotos favoritos delas não fazem.

Felizmente, eu não imaginei que alguma coisa mudaria, só esperei retorno da Ferrari à disputa. De certa forma, o desejo foi aceito, não com Kimi, mas com Vettel.

Abs!