segunda-feira, 14 de março de 2016

Filme + Trilha : Labirinto - A Magia do Tempo

Ano passado fiz um post onde eu comentaria filmes com boas trilhas. Usando o suporte do livro "Almanaque da Música Pop no Cinema", farei posts com alguns filmes de lá e futuramente filmes que nem foram lançado na época, ou até mesmo não foi para a lista do autor Rodrigo Rodrigues. O livro, para quem não sabe qual é:




"Eu quero que os goblins venham e o levem embora agora!"
Esse é o desejo premissa da personagem Sarah - interpretada por Jennifer Connelly - que se torna então a ordem que rege a trama do filme. Pedindo isso, e num passe de mágica, Toby, seu irmão neném some e aparece no castelo do rei do goblins, Jareth - nada mais, nada menos que David Bowie. 
Um filme de fantasia em tempos em que eles eram bem legais e se tornaram clássicos, muito porque talvez eram levados mais à sério do que a maioria julga necessário.
Para reaver o garoto, Sarah tem 13 horas para atravessar um confuso labirinto que separa o seu mundo - o real - do castelo de Jareth. No meio de tudo, ela encontra um mundo de aventuras, desafios e aliados. Recheado de bonecos (em tempos que hoje tudo é CGI, ou seja, captura de movimentos passados à computador) e maquetes, o filme foi produzido pelo grande George Lucas e dirigido por Jim Henson - criador de Muppets.

O filme é de 1986, ou seja, este ano já completa 30 anos (ano que também marca a partida de Bowie), mas tem um bom apelo musical - coisa que os filmes infantis possuem, mas era uma regra maior antigamente. Apesar de ter a cena do baile, que não me parece muito lúdica, em que Sarah e Jareth dividem uma dança, indicando a transição da menina à vida adulta. Claro que é tudo algo bem metafórico, talvez "roubando" o senso de "Alice no País das Maravilhas" de Lewis Caroll. 
Talvez sim, esse é apenas um palpite.

A trilha orquestrada é assinada por Trevor Jones, conhecidíssimo pela trilha de filmes como "O Último dos Moicanos" (1992), "Mississipi em Chamas" (1988) e "Um Lugar Chamado Nothing Hill" (1999), entre outros. A trilha original de "Labirinto" é composta por 12 músicas, sendo 5 delas, de autoria de David Bowie, inclusive o hit do filme "As The World Falls Dawn" foi escrita sob encomenda. E ela é ouvida quando a personagem de Sarah morde um pêssego encantado onde ela tem as alucinações do baile de máscaras, que comentei acima. De acordo com o livro de Rodrigues, um videoclipe foi preparado para a música, mas foi cancelado por razões "nebulosas". Tenho a minha então que o palpite que dei sobre essa cena, pode ter algum sentido, já que além de uma jovem em um baile como aquele, com um homem mais velho, ela ainda tem uma "viagem" causada por uso de drogas?!... Coisas dos anos 80, senhores e senhoras. (Boa época, diga-se de passagem).

A trilha completa, para ouvir, está aqui.
E o trailer do filme, abaixo:



Além de "As The World Falls Down", tem ainda a ótima "Magic Dance", "Chilly Down", "With You" e a do baile, "Underground".


Mais uma boa pedida cuja combinação, filme mais trilha faz a obra completa. 
Para ver o primeiro post de Filme + Trilha, basta clicar no título do filme: "The Wonders - O Sonho Não Acabou".

Com essa, abro a semana (que tem muita coisa para ser feita). 
Abraços afáveis!

Nenhum comentário: