segunda-feira, 11 de maio de 2015

GP da Espanha: Sério mesmo?

Estive com tanta preguiça de F1 que nem forças para reclamar das coisas que aconteciam nela, tive.
A começo pela transmissão: se você achou que aqueles poucos minutos da tv aberta foram mal administrados num papo sobre volantes da F1 e tentativas de entender porque Felipe Massa estava tão bem e de repente ele passou a última etapa da classificação em nono (mudança de vento uma ova).
Me perguntei sim, na hora da classificação na inutilidade daqueles 15 minutos (cheio de propaganda chata): sério mesmo? Continua sendo um desperdício de tempo da grade mostrar o fim do treino daquela forma.

E na corrida não foi diferente: os caquéticos erram mais que nunca por conta de um computador que deu pau. Comemoraram ultrapassagem de Hamilton em cima de Kimi como se fosse sob Vettel. E isso foi no meio da corrida, que depois de um tempo com computador com problemas, era mais que fato que era preciso fazer a "narração" pelo que acontece na tv. 
Pouco? Comentaram de novo sobre a vida boêmia de Kimi (a mesma historinha de sempre) em meio uma disputa dele com o Bottas. "EsCourrege" provocou o trio global avisando que os jornalistas finlandeses preferem o Bottas ao Kimi (porque maybe, o Bottas não deteste claramente jornalistas - e  o trio global conhecessem mais o Kimi além da vida boêmia, saberiam disso). Para variar, eles estavam elogiando estranhamente o jeito do Kimi de conduzir uma corrida. Eles diziam que queriam ultrapassagem, mas o que acontece mesmo é que, com Kimi na frente do Bichinho de Goiaba significava apenas um ponto de diferença entre Massa e Bottas. Com aquela formação ele estaria 3 pontos a frente. Sério mesmo que foi todo esse drama?
Sim, mas pensem comigo: só 3 pontos e todo esse drama é descabido. De fato, para as pessoas normais devo concordar com isso. Mas Bottas não correu a primeira etapa. Nesta, certamente teria marcado mais pontos do que apenas 2, pois fez o 6º tempo na classificação e teria condições de manter a posição,  que, pelo menos, lhe renderia 8 pontos - se não fosse o problema nas costas. Massa, em contrapartida, esteve em todas as corridas e falem o que for, mas teve condições de marcar muitos pontos em todas as 4 etapas anteriores. Se aconteceu do carro apagar, de carros à frente que ele não soube ultrapassar e estratégias "mal elaboradas"... Ora, ele estava na pista nas 5 etapas conclusas, Bottas só em 4.
Não sei dizer - e nem tenho juízo para tal - qual entre Bottas e Räikkönen é melhor, mas claramente tenho como escolher entre Bottas e Massa. E isso além de claro, é óbvio.

Ao que interessa: quem venceu? Nico Rosberg. Sério mesmo? Sim, eu também duvidei. Não por achar que Rosbrg não é capaz, muito pelo contrário. Mas por achar que a Mercedes deixaria rolar um jeito, senão na largada, em estratégia só para dar glória ao piloto deles. Este que por sinal, mostrou que com 2 paradas ruins e uma meia boca é melhor que as perfeitas da Ferrari: acorda Ferrari, se quer vencer, acorda!!! Já tem Vettel e se trouxerem Bottas (na realidade, isso boato procede ou é coisa da cabeça doentia daqueles lá?) para o lugar de Kimi é mais um talento prestes a ser desperdiçado.

E então, a Lotus hein? Grosjean e suas peças voando na classificação. Maldonado enlouquecendo na corrida e também soltando pedações de asa e Grosjean atropelando mecânicos. Trágico, mas eles acharam a maior graça. Sério mesmo? Então tá... Até Alonso perdeu os freios, mas a maré é tão dolorida que nem por isso ele atropelou meia dúzia nos boxes. Um dia marca os pontos, um dia...

Voltando ao pódio, não bastasse as reclamações no rádio  proferidas pelo Mimadinho Hamilton ele ainda rumou ao pódio de óculos escuros. Hinos sendo tocados e ele, de óculos escuros. Sério mesmo
Chegamos ao ápice da babaquice desse esporte, desde a transmissão, com meio das notícias, imagens e até as etapas. Quinta etapa e uma temporada já está horrorosa. Ah, corrida da Espanha. Como gostar de você???

Abraços afáveis!

4 comentários:

mário Paz disse...

Se bem me lembro, é a primeira vez que vejo um piloto de óculos escuros no pódio... bizarro...seria para esconder a sua carranca de perdedor? Ou para não dar o gostinho aos mortais de verem o seu olhar de semideus das pistas? O cara quer aparecer e não sabe como...

Manu disse...

Deveras Mário, achei então que nem deveria poder, pq até o boné eles tiram qd toca-se os hinos. Achei não só desrespeitoso, como uma grande babaquice para aparecer como é de feitio dele. Fazer o quê né?

Obrigada pelo comentário! ;)

Ron Groo disse...

Lewis parecia uma emoticon negão.

Manu disse...

hahahahahahahahaha...