sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

45

Começo da semana: 
"- E aí, onde você vai pular o carnaval?
- Vou pular da cama para o sofá, do sofá para a cama."

*silêncio*

Sexta-feira 13: 
"- E aí, já esquentando os tamborins?
- Tamborins uma ova!... Hoje é sexta-feira 13, e do mês de fevereiro..."

Para muitos foi e está sendo exatamente isso: começo da semana e os dois assuntos foram, - se não as chuvas, no nosso caso aqui da região - "onde passaríamos o carnaval", já que a cidade anda numa situação complicada com prefeitura, que nem anda pagando funcionários, que dirá fazer festa de carnaval! Muitos estão sem suas economias já. Gastaram muito ano passado e agora cortes de gastos aqui, aumentos acolá e, como brasileiro faz bem, agora arruma papos de Impeachment e tá tudo certo, numa boa. Ter pensado bem na hora de votar, ninguém quis né? Só achamos mais fácil defender um, ser partidário de outro e agora morremos abraçados todos, detestando o voto do outro e de bolsos vazios. É ou não é totalmente excelente? #sarcasm
E é até bom que aqui não aconteça carnaval. Porque gastar grana com esse evento se no fundo só o que gente colhe é sujeira nas ruas e badernas até altas horas da madruga? De muito essa cidade nem tradição não tem, e quando tem festas grandes é uns "sertanojos" metidos que vem aqui e saem falando mal da cidade. ¬¬'
E nesse clima carnavalesco geral, já conto com o caso de muitos estarem nos seus trabalhos agora só pensando nas festas dos 4 dias e indo até meia noite da quarta de cinzas, chegando com a cara mais amarrada e inchada de goró na quinta-feira levando e distribuindo coices pelo local de trabalho.
Depois disso, o discurso manjado de que "agora sim o Brasil começou o ano..." 
Filme cansativo e rotineiro esse hein?

"Você parece que detesta carnaval..."
Não, apenas sou indiferente. Tem ou não tem a programação de festas e desfiles, pouco me importa. Tem o feriado prolongado o que é bom quando tenho muito o que fazer e/ou chance de descansar. Não estou fazendo nada, então se eu pudesse, deixava dar o feriado aos que querem descanso e avisaria que não fizessem um mísero barulho perto da minha casa: uma nota de música ruim e eu já mandaria uma escolta na porta da casa da pessoa. Sim, porque barulho de festa de vizinho só mostra o quanto ele se acha superior ao resto da vizinhança impondo seu gosto sujo por sons que ele chama de música.

"É isso então, você detesta a música do carnaval!"
Sim, não vou mentir. Um sambinha de raiz deve ter lá sua diversão e em som moderado, talvez até seja compreensível. Mas pagode, música eletrônica - de cd pirata de DJ de quinta, sertanejo universitário, forró, axé e funk carioca pedem para serem estilos detestáveis.

O título me pede para concluir o post. Então me dá licença para explicar o "45" nesta véspera de carnaval.
Data: 13 de fevereiro de 1970. 
Hoje: 13 de fevereiro de 2015.
Quarenta e cinco anos desde a data de lançamento do primeiro álbum do Black Sabbath, homônimo que veio a ser lançado no dia 13 de Fevereiro de 1970. Este mesmo álbum continua ser considerado, por muitos, como um dos mais influentes e inovativos da história do rock, portanto uma data importante para quem é amante do estilo musical.

Com o álbum, eu perguntaria se não teria uma rebelião feia se tocássemos em altos decibéis - conforme essa galera festeira faz com suas péssimas músicas - nesse carnaval em casa... #ImaginaSó


Abraços afáveis e excelente sexta-feira!

2 comentários:

Ron Groo disse...

Cê sabia que Evil Woman é um cover?

Bem, eu também não ligo para o carnaval.
Gosto dos feriados e hoje em dia tenho ferramentas para suportá-lo melhor: bons discos, bons livros, internet, netflix...

E quem gosta?
Bom... Quem gosta que seja feliz, afinal: gente feliz não enche o saco.
Só não vou me policiar em fazer piada, isto nunca.

Manu disse...

Gente feliz não enche o saco hehehe, exato!
Mas já estava enjoada desse carnaval, pois qd a casa está cheia, ninguém respeita a vontade de ficar em silêncio para ler um livro. :/

Abs!