segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Spa foi mesmo um espetáculo!

Eu já estava confortável no sofá quando a volta de apresentação já me apontava certo nervosismo. Pela primeira vez na manhã, não ouvi nada. Para a largada preocupei com a fumaça do Kobayachi, esperei que abortasse a largada, mas ela veio com a precipitação de Maldonado. Queimar a largada nunca foi tão visível. Mas fiquei além de surda, quase cega quando Grosjean atracou-se com Hamilton e para variar deu chabu. E dos grandes, tanto é que caíram fora, ele e Hamilton, Alonso (que teve uma sorte dos diabos em não ser atingido mais gravemente) e Perez, além de um Maldonado também atingido, logo que o Safety Car saiu.
Essas coisas acontecem e meu lado "menininho" some. Eu fico com o estômago ruim e com vontade de chorar. É a pior sensação do mundo. Carros espatifando, para mim não tem graça e não é nada "iuhulll, de novo!". Quero é saber se está todo mundo bem, depois eu penso o que aconteceu...
A culpa, todos dirão, é de Grosjean. Eu ia deixar isso passar, pedir para que cada um escrevesse suas impressões sobre, e mandaria ver no texto depois do acidente. Mas eu vou me abster de ler qualquer coisa sobre ele e escrever o que na realidade eu achei, e assumo que vou achar errado.
Vejam o vídeo onboard do carro do Hamilton:




Grosjean toca em Hamilton, que espremido não tem como se safar da enrascada. Não tem? Certo que o impacto de Grosjean ele tinha duas opções, bater no muro ou jogar para a esquerda. Pelo reflexo ele joga para esquerda, mas não o suficiente, e ele me passa a sensação de manter a aceleração, e não forçar a virada um pouco mais para a esquerda. Os carros estão enroscados e com a aceleração, o carro de Grosjean voa no instante em que Hamilton larga o volante!!
Largar o volante? Eu não sei bem, mas acho que a ideia não foi genial. 
O resto que acontece ele mantém as mão abaixadas, na sensação que fechou os olhos e foi. Não havia mais o que fazer. Fernando, Kamui e Sérgio foram atingidos sem ao menos terem condições de se esquivarem.

Não quero tirar a culpa de Grosjean, mas acho que Hamilton poderia ter reflexos mais rápidos. Em tod cado o Romain começou tudo e era impossível que não fosse o único culpado. Hamilton discutiu com o franco-suíço ao sair do carro, o que a "largada de mão" não justifica que ele tenha ficado tonto. Teve sangue correndo nas veias para brigar. Grosjean se fosse eu, teria a resposta pronta: "quieto, porque vc já enfiou carros na traseira de outros parados em boxes." 
Foi como ver o sujinho brigando com o mal lavado. Mas nada justificaria, claro.
Alonso foi o mais sortudo e o que mais demorou sair do carro. Num calorzão, eu fiquei gelada a espera dele se manisfestar. Todo mundo bem, Alonso bem, seguimos... 
Porém, eu acho a punição de Grosjean severa. Claro que foi perigoso, claro que ele sempre faz coisas muitos estranhas na largada, não nego isso.
Não justifica, mas alguém viu a cara dele dando entrevistas logo depois do acidente? Ele estava mais branco que um fantasma, ele sabia o que tinha feito, e não mediu as proporções. O que piorou é que eu sua declaração ele não assumiu a culpa, daí o mundo desabou na cabeça dele.
Eu não queria fazer dois parágrafos sobre esse assunto, e vou finalizar com uma imparcialidade sem sentido; não quero sair xingando os outros e mandando todos ao inferno que são perigosos na pista. A F1 e a FIA é que tem que cuidar disso, e quando elas abriram brechas para um, veio vários. Agora é sentar no rabo e calarem o bico. Uma hora é arrojo, noutra perigo? Pois bem, primeiro passo é dicionário para todo mundo, e pelo amor de Deus; bom senso.

A corrida depois desse impasse foi interessante com boas brigas saudáveis. 
O nome do GP foi Sebastian Vettel, que correu como nunca e mesmo não vencendo, fez a sua melhor corrida do ano.
Button para mim fez o ajuste certo, e pelo que andou falando nos últimos dias, posso crer que o bichinho da McLaren mordeu o inglês educado, de pilotagem suave, de vez. Sem alarde como é a cara dele, ele ganhou, e começa a falar em chances vivas e vencer o campeonato, como um piloto da McLaren.

E por falar em chances vivas, vou parar de ler promessas da Lotus para Kimi, e reportagens sobre as chances de Kimi vencer aqui ou acolá. 
Está certo que o terceiro lugar em Spa ainda é grandioso, mas ele chegou onde largou. Brigou com Hulkenberg, e suou, fez uma ultrapassagem de arrepiar sob o heptacampeão Schumacher, na Eua Rouge, que sinceramente, independente de quem fosse, foi bela:



Mas, ninguém recebe prêmio por ultrapassagem, poucos críticos lembrarão disso daqui uns dias e mais uma vez os fãs tardam o mais alto do pódio, que agora - talvez - tenha chance igual só em Suzuka. Não havia velocidade, então manter o lugar já era um custo.
Vitória para Kimi, seria supremo, primeiro porque ele (assim como tantos) gosta de Spa, ele já ganhou 4 das cinco corridas ali, seria a primeira em que venceu desde o seu retorno, e seria como uma verdadeira reconciliação de casamento com a F1, afinal em 2009, foi na Bélgica que Kimi venceu pela última vez.
Mais que isso. Com o segundo lugar, Vettel marca 140 pontos tomando a segunda posição no campeonato. Alonso permanece líder com 164 pontos. Se Kimi estivesse no lugar de Button, ele estaria com 141 pontos. Ou seja, ele assumiria a segunda posição e não Vettel.
Porém ele não teve condições de lutar pela vitória, e o terceiro lugar acabou se tornando lucrativo devido as circunstâncias que o carro apresentava no momento.

Em todo caso, o pódio foi diferente, e a vitória do Iceman foi mais uma vez adiada. Os três carinhas mais amistosos da F1 subiram no alto pódio. Faltou só o Kovalainen para a trupe fica toda sorrisos.


Em todo caso foi uma excelente corrida, um excelente quarto lugar de Hulkenberg. Tivemos um Schumacher quase como nos antigos tempos... (Uma pena para os carros da Sauber que poderiam ter excelente resultados também, e Senna, também que fazia uma corrida boa até os pneus irem embora).  
Spa foi bom demais, como Spa sempre é.

Reprisando a música de sábado (pois a que eu havia preparado pressupunha um pódio diferente. E além do mais, esta combinou mais com Spa):



Abraços afáveis!

2 comentários:

Ron Groo disse...

Até os acidentes lá são espetaculares.

Eu amo esta pista.

Daniel Machado disse...

A melhor pista de todas