sábado, 27 de maio de 2017

Sexta Etapa da F1 2017: GP de Mônaco

GP da França, 2008. Esse foi o último momento em que se viu Kimi Räikkönen fazendo a pole position. Nove anos atrás. Esse blog aqui era totalmente amador (hoje ele é só um pouco rsrsrsrsrsrs...)

O Q1 foi marcado por uma ameaça à Ferrari de Vettel vindo das Red Bulls de Ricciardo e Verstappen. Logo, Raikkonen mostrava que estava confortável também. Mais atrás, Grosjean - Linguiiiiini!!! - rodava e era quase acertado por Sainz. Cair do Q1 foi inevitável para Stroll (não tá fácil!), Palmer (nunca esteve fácil!) e as duas Sauber (já foi mais fácil...) 

Já o Q2 tivemos não uma, mas três (gratas!) surpresas: mesmo sem Alonso, as duas McLarens passaram para essa etapa. Uma pena que Vandoorne, que vinha em sétimo (uma excelente posição) bateu na saída da Piscina, aniquilando a sua brilhante atuação. 
Hamilton estava lutando para fazer voltas descentes e falhando. Reclamando muito sobre o equilíbrio com carro (e eu me pergunto, como é que horas, essa notícia é dada, hahahahaha...), a batida do menino belga foi dada como aquela que minou as chances dele de passar para o Q3. Sinceramente, largando em 14º, acho que não. O mesmo foi dado para o fracasso de Massa, em 15º. Tudo, uma forma de tirar um bom tanto da culpa dos ombros de ambos. 
Ainda assim, já está arquitetado, Vandoorne perdeu 3 posições, e Hamilton foi para 12º - logo na largada ele vai parar lá no lugar do Bottas e ninguém vai se importar se cortar algum espaço extra pista. Massa já não teve a mesma arrumação: larga em 14º. 
A terceira surpresa boa, foi Kimi fazer o melhor tempo, e superar o próprio recorde de volta: 1min12s231, situação que deu uma aquecida nos torcedores do cara.
Button, retornando à F1 para substituir Alonso, passou com facilidade para o Q3. Mas, infelizmente, trocou peças e perderia 15 posições. 

O Q3 foi uma festa: Kimi fez a melhor volta e foi deixando para que superassem ele. A surpresa desse período do treino foi que, o Iceman estava tão liso, que Vettel não conseguiu acompanhá-lo. Fechando o tempo com 1:12.221, Vettel passou perto, mas Kimi terminou o treino com 1:12.178. Dobradinha da Ferrari, dupla finlandesa na frente: Bottas completou seu terceiro tempo, com 1:12.223. Mais afastado, Verstappen larga em quarto com 1:12.496 seguido do companheiro Ricciardo, com 1:12. 998

A lista completa do grid de amanhã:

Fonte: Grande Prêmio

Domingo promete, esperamos vitória e dobradinha da Ferrari com gosto e depois, Alonso na Indy 500: muita velocidade para acompanhar.
Reclamamos? Mas é lógico que não! 
Boas corridas para todos! Volto na segunda!
Abraços afáveis!

Nenhum comentário: