sexta-feira, 10 de junho de 2016

Se eu pudesse...

Daqui a 9 dias é meu aniversário. 
Depois de uma certa idade a gente perde a vontade de comemorar. 
E perde também na qualidade de presentes: antigamente todo mundo reclamava de ganhar meias. Hoje, a moda de presentear - uma mulher, pelo menos - com algum item do Boticário, Natura, Avon, Mary Kay e afins.
Meu cumulo de criatividade em presentear quem eu gosto é dar chocolate. Mas pelo menos eu vou lá na loja, escolho os que gosto, monto uma caixinha de bombons artesanais e entrego. Cosmética geralmente vem daquele pessoal que já vende ou foi atrás de um conhecido vendedor e disse: "O que vc tem de pronta entrega aí?!" 
Cosmética é pessoal, no que se entende de perfumes, cremes e sabonetes. Há alguns que me enjoam e eu prefiro nem escolher, porque não sei se vai agradar alguém. E batom, delineador, rímel, pó, base... Já tenho um tanto bom e alguns nem venceram ainda.
Melhor aparecer na festa assim:


A minha geração foi ensinada sob o ditado "cavalo dado não se olha os dentes". E de fato, jamais recuso os presentes dados mesmo com pouco caso ou dados em sentido de obrigação. Digo a minha geração pois a geração mimimi falseia no sentimento "o importante é ter lembrado", mas esquece que 1/3 dos cumprimentos foram dados porque apareceu no Facebook, 1/3 fez porque é regra social e 1/3 porque de fato, faz isso todo ano.
À isso, podemos até acrescentar: exigir que todos os presentes que vc for ganhar sejam sempre o que vc quer é tão difícil quanto explicar uma coisa para quem não quer entender.
Há as "wishlists" (literal: lista de desejos), inclusive online. Já vi uma galera fazendo, inclusive nos seus blogs. Eu acho difícil aderir a wishlist para publicar e servir de guia para quem vai ser convidado para uma festa minha, por exemplo. Como escrever lá uma lista de coisas que eu quero - e obviamente eu ainda não tenho porque me falta $ - e ao mesmo tempo dizer que se me der uma balinha de coco comprada na feira terá o mesmo significado? Parece coisa de geração mimimi: Eu quero essa bicicleta de mil reais, mas se vc me der um abraço eu sorrirei e agradecerei. 
Na boa, acho cara-de-pau com um certo tom hipócrita.
Mas há quem faça e eu concordo que a pessoa de fato ficaria de boa apenas com um pacote de bala chita. 


Mas eu não devo fazer festa. Apenas um lanche à tarde, para quem quiser aparecer. 

Baseado na ideia da wishlist - que eu quero, mas não tive grana ainda para comprar, decidi fazer um top 10 - que um dia se concretize. Hoje, tópico 1 (sem ordem):

1) Funko Pop

Eita bichinhos danadinhos de bonitinhos. Meu desejoso do momento é o Funko pop do Deadpool -


Eu tenho do Loki e do Capitão Jack Sparrow. Mas ainda se pudesse adequar a todos os meus fanáticos gostos e fazer uma mega coleção:

Harry Potter 

Hobbit
Lord Of The Rings

Friends

The Big Bang Theory

Avengers

Game of Thrones

Disney
(que tem uns lindos, o da Malificent inclusive)

Vikings

Específico:

Groot do Guardiões da Galáxia

Peyton Manning com o Broncos (NFL)

Drogon, Rhaegal e Viserion do Game of Thrones

Capitã Phasma do novo Star Wars

Regina de Once Upon a Time

Professor X de X-Men

São muitos. Fazendo uma pesquisa de preço (eles variam de 80 até 180 reais - o que acho muito, mas muito caro), percebi que queria um punhado, seguramente.

Fico por aqui nestes primeiros itens. Amanhã retorno com mais alguns.
Abraços afáveis para quem fica: boa sexta e bom frio!

Nenhum comentário: