sábado, 1 de agosto de 2015

Versões boas, ruins ou melhores? High Hopes

High Hopes é a pedida das versões para o fim de semana.

Provavelmente todos a conhecem, mas se a resposta é negativa aqui vai as informações:
Estou falando da música do Pink Floyd, do álbum The Division Bell, de 1994. Foi a primeira música a ser escrita e a última a ser gravada. A letra fala dos ganhos e perdas da vida, e tem sentido de autobiografia de um dos compositores - David Gilmour - quando ele afirmou ser sobre os primeiros momentos de sua vida, como músico. Esta também é a música do single pré "Wish You Were Here"
Até então eu conhecia apenas uma das versões, que foi por ela que me liguei mais a original pois eu realmente nunca fui nem conhecedora - e por conseqüência, muito menos fã - de Pink Floyd.
A versão que conheço se parece muito com a original, mas vou deixar esta para o fim. ;)

Original: Pink Floyd
Álbum: The Division Bell
Data de Lançamento: 17 de outubro de 1994
Composição: David Gilmour e Polly Samson
Estilo: Rock progressivo



As versões. A primeira trata-se uma versão feita por um grupo de canto gregoriano:

Versão 1: Gregorian
Álbum: Masters of Chant Chapter IV
Data de lançamento: 2003
Estilo: Clássico com canto gregoriano


A segunda, vem de um álbum tributo ao Pink Floyd da banda alemã Sylvan. Ainda que seja muito semelhante a original, também - o vocal é bom e limpo.

Versão 2: Sylvan
Álbum: Sings of Life - A Tribute of Pink Floyd
Data de Lançamento: 2000
Estilo: Rock




A terceira finalmente aposta numa versão inclusive no estilo, não só do vocal. Esta versão é da banda francesa Karelia, que já tem um estilo voltado ao power metal e transforma High Hopes nesse viés:

Versão 3: Karelia
Álbum: Raise
Data de Lançamento: 2005
Estilo: Heavy metal, Power metal




Para quem gosta, ficou bem legal. A minha favorita até aqui.


A versão 4 que trago é a de outra banda alemã, chamada Caliban. Não conhecia mesmo, mas ao ouvir no youtube a versão e apesar de apreciar quando as bandas fazem algo de diverso da original - pois quem arrisca, não petisca e assim, não podemos avaliar sob o ponto de vista criativo ou de estilos - metalcore em boas ocasiões precisa-se de espírito para ouvir. Fui até o fim, mas é a que menos agradou das que apostaram em outra sonoridade a partir da original. 

Versão 4: Caliban
Álbum: I Am Nemesis
Data de Lançamento: 2012
Estilo: Metalcore



A penúltima trata-se de uma versão da Aethestic Empathy, da Bósnia. Apesar de soar muito new metal e eu ter minhas reservas com esse estilo meio Linkin Park nos primórdios, meio Korn, não é péssima. Poderia até dizer que é melhorzinha que a anterior.

Versão 5: Aethestic Empathy
Álbum:  Definiment
Data de Lançamento: sem informação
Estilo: New Metal


Por fim, a que eu conhecia e a que me levou à essa postagem de hoje.

Versão 6: Nightwish
Álbum: Highest Hopes
Data de Lançamento: 2005
Estilo: Heavy Metal



Escolhi a versão ao vivo do DVD End of an Era, pois é muito semelhante a de estúdio. Sou suspeita sem sombra de dúvida e confesso, pois geralmente são as versões que me trazem ao post, e claro, são as mais gosto. Essa não é uma exceção. Gosto muito do vocal do Marco e essa versão se distancia da versão original pois acentua mais o som do teclado, da guitarra e do marcante vocal.
Das que eu conhecia, a melhor versão com certeza, seguida da banda Karelia e depois a da banda Sylvan.

Está com vocês: qual ou quais mais gostam, além da original? 

Fico por aqui, desejando um excelente fim de semana!

Abraços afáveis!

PS: Outras postagens sobre as versões: aqui ou na aba "Especial 1: Versões/Covers".

2 comentários:

Ron Groo disse...

esta é destas canções que não cabem versões ou covers... Já é sensacional como é.
Aliás, The Division Bell inteiro.

Manu disse...

Justo.