quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Comentários em takes

Take 1: Cansada, por demais cansada

A última postagem está pouco condizente com meu cansaço. Terça, fui tomada por  sono. Quarta, andei mais que notícia ruim, e claro cansei mais um pouco.
Hoje ainda acordei cedo para a academia. A hashtag #nãotáfácil nunca fez tanto sentido. 
Mesmo assim, é preciso trabalhar: nada de ficar de bobeira - o semestre voltou, há textos a ser lidos e trabalhos a serem escritos. Atenção redobrada nas aulas e chances de abrir um tempo para um ofício que pode me fazer ganhar um dinheiro. 

Take 2: Consequências do cansaço

Kimi Räikkönen renovou com a Ferrari. 
Eu não acreditava que Kimi estivesse no fim de sua carreira por ali, agora, uma vez que ele mesmo, parecia querer ficar. Além do mais, quem o conhece, quem o segue, pode ter esse sexto sentido, quando não se sabe nada de contrato e está à mercê de nada mais que fofocas. Pelo que andei conversando com alguns conhecidos, eu fazia parte de um grupo seleto que não acreditava na saída dele e acabou que se confirmou. Antes fiquei tranquila: se ele saísse não me iria me contrariar, afinal as cobranças daqui adiante seriam custosas. Em outro viés, se ele permanecesse, saberia que foi um trâmite muito bem feito de seu empresário, e assim, seria possível ter um pouco mais de Simi (Seb +Kimi) nessa F1 de poucos atrativos.
Apesar dos muitos haters de Arrivabene, minha pouca sanidade me pede não estressar mais com dirigentes da Scuderia. É chover no molhado.
Surpreendentemente, algo que esperava saber só lá por meados do GP de Monza, veio agora: essa recontratação. E foi ontem - e hoje quando li a notícia me perguntei: "caramba, onde eu estava?!" E me lembrei que fora da minha casa, com internet sempre sendo consultada, fico atrasada nesses assuntos.
Detesto o termo, mas será preciso: Chupa Galvão e cia! 
Aqui no Brasil se comprou fácil a notícia da negociação da Ferrari com Bottas, ainda mais que o próprio Galvão disse que Massa falou que o companheiro finlandês estava com propostas. Isso deu pano para manga para Galvão fazer toda sua propaganda política para o Massa, além de claro, no fundo abrir espaço à criticas contra Kimi, "o cara que tirou o Massinha da Ferrari".
Irritações à parte, acho que foi Berger que "aconselhou" publicamente a Ferrari a manter Kimi (se estiver errada, me corrijam) e Toto Wolff falou abertamente de um Bottas ainda deveria estar ligado à Williams.
A campanha "Massa Líder" era mais um engodo que alguns ingênuos ou menos esclarecidos compraram. Massa ainda precisaria mostrar um pouco mais de trabalho, e não só desculpas jogadas nas costas alheias, para se dar como líder na equipe que o acolheu.

Resolvido o futuro da Ferrari, se eu pudesse, aconselharia a casa de Frank Williams: façamos o seguinte - não ativem o terceiro ano de Massa e tragam de volta Hulkenberg, que tal? 
A equipe certamente merece alguém melhor no mercado - e não vejo nome melhor, que não esteja confortável nesse momento, se não Hulk - que por sinal, já foi da casa, seria uma boa trazê-lo para ver o que ele faz, agora com um carro bem melhor de que quando estreou.

Take 3: Amém, hoje tem NFL

A diversão da noite está garantida com um jogo de futebol americano. Não é nem de longe um jogo com um dos meus times favoritos, mas é NFL e é bom. Além do mais, domingo retrasado foi pouco com Vikings e Steelers então, 9 horas da noite, vamos nos ligar ao Bills e Browns. \o/

Take 4: GP da Bélgica

Meu circuito favorito é um bálsamo para o fim de semana que se aproxima.
"Spa" para muitos é local de relaxar e renovar as energias. Já o meu Spa - o Francorchamps - costuma ter o mesmo significado para mim. Está mais que na hora, a temporada  tomar uma cara mais amistosa; talvez mais parecida com a última, a da Hungria - só que menos bagunçada, menos cheia de punições a esmo, já agora na Bélgica. Por favor, vamos salvar esse ano, pelo menos com uma corridinha com pilotos de verdade, que tal? Dos 20 carros, se 2 não estragarem minha festa, já vou me considerar deveras feliz. 

Take 5: E depois do GP, tem mais NFL

Titans e Rams. De novo não são times que gosto... Mas é NFL e: Não, não tenho do que reclamar.


Abraços afáveis!

2 comentários:

Ron Groo disse...

Até os carros entrarem na pista, a melhor noticia ainda é a volta da NFL.

Manu disse...

Devo concordar, Groo.

=*