segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Cingapura: os + e os -

Todos conhecemos pilhas alcalinas certo. E todos sabemos que elas tem lados positivos e negativos. O GP de Cingapura foi assim, mais não quer dizer que foi equilibrado. Comecemos pelo lado que pesou mais: negativos.


Negativos:
- Largada contando com Vettel em último;
- Largada dos três primeiros tão sem emoção quanto uma corrida de tartarugas;
- Largada sanduichada de duas Toro Rosso para cima de Hulkenberg
(parece que Verstappen ensinou e a galera viu que pode fazer sem se preocupar);
- Poucas ultrapassagens, 
e quando existiram, ou elas não serviram de nada, ou elas foram retomadas pouco mais tarde;
- Um safaty car, e um calor dos demônios;
- Um narrador idiota;
- Ferrari indecisa, ferrando uma estratégia (do Kimi, claro!);
- Bottas não abandonando a corrida, e deixando Massa marcar pontos para a Williams;
- Mercedes dando seu jeitinho;
- Duas Mercedes no pódio;
- Corrida longa, mas longa, mas muito longa...

Positivos:

- Reação de Vettel durante toda a corrida, garantindo a ele, quinto lugar;
- Kvyat fazendo Verstappen provar do próprio veneno;
- Vai reclamar Verstappen? Olha lá, não vale...
- Ultrapassagem de Kimi sob Hamilton;
- Volta de Rosberg à liderança
(indicativo que logo teremos "mimimis" do Hamilton);
- Ricciardo no pódio (de novo!\o/)

E foi isso. Ruim ou péssima, essa é  Cingapura, sendo um espelho de uma parte da temporada.

Quanto ao retorno de Rosberg à liderança - já que não podemos fugir mais da Mercedes - aqui vai um papo de lógica, só para refletir:
Um o piloto que menos tempo ficou na liderança esse ano, pode vencer o campeonato... 
Ai, ai...

Abraços afáveis!

Nenhum comentário: