segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Pontos aleatórios do 29 de fevereiro

* Antes de começar o dia 29, sábado foi dia de arrumação, e o dia passou tão depressa que mal pude ver tudo o que eu tinha programado (no máximo um episódio de The Big Bang Theory e o segundo da quarta temporada de Vikings - muito boa, por sinal!) 

* Ontem foi dia de muita coisa boa: uma delas foi que saí de casa para pegar um cinema. Foi a primeira vez que saí também com plano de assistir um filme e escolhi outro. Eu e minhas irmãs saímos da cidade de manhã (pois aqui tem cinema, mas eu não quero ver "Os 10 Mandamentos" - pois assisti ao de 1956, com Charlton Heston, muito melhor e estou satisfeita) para ir ver "Deuses do Egito". Minha vontade era de ver "Deadpool". Quando as convenci, pegamos a sessão do Deadpool e foi a melhor coisa do meu domingo. Fazia muito, mas muito tempo que eu não me divertia em cinema como neste filme, que por sinal, além de não ser para criança, não é também para geeks modinhas - sim porque para tudo agora, existe os modinhas. Fiquei satisfeita comigo mesma porque entendi todas as tiradas do filme, o que me fez aproveitar bem. 
Porém é fato, não é filme para moças. E fico por aqui, para não dar spoiler. 

* Mais um dia no mês de fevereiro, o dia 29. O bom é que é uma segunda-feira, já para começar a semana com mais gás, à saber que você tem muito o que fazer no resto do ano. O ruim é exatamente ouvir criaturas reclamando exatamente por ser uma segunda feira e não um dia de fim de semana "para dar uma relaxada"... ¬¬' Preguiça define.

*Ontem também foi dia de Oscar, mas vou fazer fichinhas específicas do evento:

- Agora todo mundo é fã do Leonardo DiCaprio. 
Fato aleatório: eu acho que a maior vergonha de sua filmografia não é "Criaturas III" (ahá, você torceu por ele, mas não sabia disso, procede?)  e sim "O Titanic" (não me venha com essa, o filme é horrível) #mejulguem

- Leo à muito merece Oscar, e agora no filme que ele menos fala, chega a estatueta meio que como consolação. Erraram nas outras vezes, ai remendam agora. Assim é o Oscar.

- Eddie Redmayne é ótimo. Esteve excelente em "A Garota Dinamarquesa". Mas foi melhor ano passado como Stephen Hawkins. Ele não venceria o segundo ano seguido, principalmente quando o filme não concorre na categoria principal. Vocês descobriram o cara ontem, agora acha que ele tem que ganhar tudo? Calma lá. Nem Daniel Day Lewis e Tom Hanks conseguiram tal feito. Respirem, "fanatismo de internet" só funciona nos prêmios da MTV e talvez no Grammy. Não no Oscar.

- Sejamos pragmáticos: Leo merecia (pelo seu passado negado), Fassbender merecia (porque é sempre ótimo também, mas ninguém é fã), Matt Damon merecia (porque para fazer monólogos e não ser chato/dramático excessivo não é fácil) e Bryan Cranston merecia - inclusive "Trumbo" é muito bom e não teve o devido crédito. Ator é sempre categoria com 5 ótimas escolhas. Por isso, nunca decepciona, ao contrário de atriz, que é quase sempre uma piada de mal gosto.

- Galera que achou ruim Cate Blanchett (por favor, Cate é com "C") "perder" o Oscar vai umas dicas: ela não venceria seguidamente como atriz, ainda mais que "Carol" não concorreu a melhor filme (isso não é preponderante, mas sendo o segundo Oscar seguido, já enfraqueceu sim, conforme aconteceu com ator). A galera chega agora no Oscar e acha que entende do negócio só por conta da sua torcida. Fazer uma mulher sedutora, é fácil para Cate. Só porque foi um papel com uma mulher se envolvendo com outra mulher, isso não faz dela especial. Seu papel como Elizabeth I foi e sempre será melhor que este - embora tenha os floreios históricos que não aconteceram. 

- Pela primeira vez em anos achei que ator coadjuvante foi decepcionante. Ponte dos Espiões é um bom filme, mas não me parece que Mark Rylance teve desafios assim. Achei que seria Tom Hardy - apesar de não ter sido muita coisa, fez papel de vilão simples que dá raiva e é o caso que sempre se destaca. Também não apostei grande coisa em Christian Bale, porque ele soa sempre mais do mesmo. Mas achei que Mark Ruffallo merecia mais, não pelo papel - que estava bem - mas porque gosto dele como ator sempre. Stallone... já venceu em ser nomeado, apesar do icônico personagem, não vale Oscar, bem sabemos.

- Sobre atriz, Brie Larson é a novata que outrora foi Jennifer Lawrence - que poderia ter vencido sim, mas a premissa do ator e atriz vencer aquele que concorre a filme ainda prevalece (eu disse, que fandom no Oscar não tem vez...). Ela foi bem, o filme é bom. Mas Blachett é Blanchett. Saoirse e Charllotte tiveram filmes para elas - assim como Cate teve no seu filme com Woody Allen... Mas Brie deu aquela carga maior do drama que a academia sempre opta, na hora da escolha.

- Atriz coadjuvante é quase sempre bobagem das boas. Rachel McAdams e Kate Winslet pegaram papeis muito simples para a disputa. Novamente, Rooney Mara (que tem cara de boneco de cera) não ia levar só porque se apaixona por uma outra mulher. Ela não aprece sofrer tanto assim em Carol e suas expressões são bem gélidas para uma mulher curiosa e apaixonada. Alicia Vikander não é boa. Desculpem. Não fez feio em A Garota Dinamarquesa, mas também não é boa. A melhor foi Jennifer Jason Leigh em disparada, sinceramente. Escolheram a bonitinha sueca (que nem é tão bonitinha)...

- 6 Oscar para Mad Max. Sem roteiro, sem trama, só imagem. E ficção científica e fantasia não ganha nem a pau... Vai entender...

- Entendam de uma vez por todas: Oscar não é para você amar tudo escolhido. Oscar é um dos prêmios de cinema. Suas escolhas valem mais. Mas tenha argumento quando escolher algum filme, certo? Falo isso pelo seguinte: todos os filmes que concorreram são bons, à exceção do Mad Max, que não acrescenta em nada. O fato de ter vencido Spotlight, não quer dizer que é uma crítica à Igreja Católica e que todos devemos largar a religião. Não sejam bobos. O filme não questiona a religião, mas a fé nas pessoas que estão dentro dela. É o que eu sempre digo: o problema não é a religião, não é a fé, não é o "como" e os "porquês"; é o "quem". 
O mesmo se aplica: gostou do Mad Max, não diga que ele é mais filme que Ponte dos Espiões porque não é. Apenas diga que gostou porque gostou e é argumento mais válido que qualquer besteira que disser além disso.

- Outra polêmica: Chris Rock fez o certo. falou com sarcasmo sobre racismo. E se é que fez isso mesmo -  o que não acho que foi bem assim - fez certo em menosprezar o boicote. Os atores negros deveriam ir para de fato mostrarem que estão ali e talvez serem uma grande parte no evento. 
Mas está tranquilo um negro por exemplo ir na festa do Oscar, e não fazer jus a causa, tipo o Lewis Hamilton, certo? ¬¬' 
Esqueceram completamente que Chris Rock é comediante e do stand-up comedy. Ia ter deboche mesmo, pois assim é o humor. O povo enche o saco do cara com a série que ele narra sua história e conta dos preconceitos que enfrentou - e que acabou em 2009 - e agora vem criatura falar mal do jeito que ele tratou tudo com humor ou deboche? Gente, eu não vejo onde isso possa ser benéfico para quem quer que seja. Tudo é apocalipse para agora! Ninguém prestou atenção que apesar de não ter negros indicados, eles sempre estiveram lá nos últimos anos e ocorreu sim de ter ausência nesses dois - o passado e o de agora. Mais ainda, que Chris Rock foi anunciado como apresentador, junto com os indicados. Preconceito? Se nos dois últimos anos, tivemos um lésbica assumida, um gay assumido apresentando o Oscar e ninguém ficou falando sobre isso. Ninguém falou porque não importa isso. O pior Oscar até agora apresentado foi quando colocaram a Anne Hathaway e James Franco... Dois branquelos e queridinhos... Viraram alvo de piadinhas, mas não foram polêmica. 
Concordo que racismo tem que ser comentado, nem que seja no tom da chacota, em território de Hollywood como Chris Rock fez. Boicote as vezes silencia. Os boicotadores, deveriam falar mais, pedir mais. O simples fato de não irem, pode ter feito muita gente dar de ombros. 
Os latinos tem tomado conta também dos eventos: esqueceram que Iñarritu venceu pela segunda vez e seguido? Donald Trump tem coceiras só de pensar... Acho que tem coisa errada em quem discute essas coisas, aparentemente, mas é moda lançar suas opiniões mesmo sem respaldo. 

- Assistam os filmes. Acho que foi o primeiro ano que tem muita coisa boa, para além do que levou a estatueta.

- PS 1: memes são legais, mas esse da Glória Pires é ridículo. Engraçado, mas no fundo, ridículo. Globo abusa da nossa vontade em defendê-la: arrebenta com as transmissões da F1, compra o Oscar para passar atrasado por conta daquela maravilha de BBB. Passa o Oscar com comentários de gente que não sabe nem o que está fazendo ali... Que coisa mais absurda! #tenhadó

- PS 2: Hahahahahahaha: Lady Gaga. (Só isso.)

- PS 3: Aaron Rodgers com Olivia Munn \o/

* A vida agora é o seguinte: trabalhar, trabalhar e trabalhar.

Abraços afáveis!

2 comentários:

Ron Groo disse...

Rodgers estava na festa do Oscar muito a vontade.
Quanto ao dia 29, uma dia a mais pra estiar o salário minguado de fevereiro.

Manu, tô véio, não tô enxergando as letras do teu blog sem aumentar a tela hahahah, ai meus óculos.

Manu disse...

Arrumaremos um jeito para melhorar isso Groo. Aumentarei a letra ou deixarei o fundo mais claro, ok?
Vai me informando se melhora!

Abs!