segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Retrospectiva 2015

Rechonchudos das comilanças de Natal e alguns - não eu - tentando superar os etanóis consumidos, ainda pagando os custos de seu consumo. :D Fica o alerta: ano novo está aí, e numa sexta-feira que nem o Natal: segura a onda galera!

Não que 2015 tenha sido um desastre pra mim, mas nem de longe foi bom. Há louvor das coisas boas, sim, mas depois de uma certa idade, a gente separa as coisas boas, as destaca porque a memória as vezes trai, e fica por isso mesmo.

Em 2014 (e pode conferirem aqui) eu reclamei que 2014 passou depressa e nem tempo de reclamar tive. 2015 também passou depressa, mas ele foi seguramente mais chato e bem mais previsível. Inclusive na questão política. Lá no finalzinho do texto, eu reclamei do governo, e que olho torto para a galera que tinha votado no então partido do poder. Já lá, e quando anulei meu voto em outubro e novembro, sabia que estávamos cavando nossa própria cova. De novo, pelas complicações que  já passamos com nosso país, e por aquelas que ainda estão por vir, um muito obrigado à você que vota como um asno! 
Um ano se passou e não arrependi do voto nulo. Mas escutar os planos de governo antes de brigar até os dedos caírem nas redes sociais, ninguém quis. Agora aguentem.
Quisera eu que só os imbecis sofressem, mas nossos bolsos também gritam. Fazer o quê?

Houveram tragédias, das quais, a gente deixa para o Globo Repórter. Mariana, Paris, refugiados sírios... a bola de neve não pára, porque a intolerância e a soberba não é só das terras brasileiras, podem ter certeza.

Pessoalmente tive um ano simples. Entrei no mestrado, tinha créditos para serem cumpridos, num esquema de 2 disciplinas obrigatórias e 2 optativas. Sem segredos, fui com conceito A nas quatro. O suco dessas frutas de disciplinas ainda me parece só no fundo do copo. Ainda não sei muito o que fazer com pelo menos, 3 delas.
Sigo para 2016 para a fase que muita gente acha chata ou complicada. Eu acho a melhor: a parte da dissertação. É tipo frase de efeito de filme: "Tô aqui pra isso!" 

Tive duas incríveis crises alérgicas que atacaram minha garganta e meu nariz. Uma no começo do ano, que me deu infecção de garganta pela maravilha do ar abafado de uma cidade grande e ar condicionado (sujo) em sala de aula e nos ônibus. Passei uma semana mal. Depois melhorei, evitei friagem, andei nos locais de ar condicionado com lenço no rosto. Tive crises de tosse todas as noites, até que a dor de garganta voltou semanas depois, a tosse acentuou e me deu uma dor nas costelas do lado direito, digna de ida ao médico. 
Agora em dezembro peguei outra, que evoluiu para gripe, e a resistência caiu e peguei conjuntivite e fui parar no medico de novo, com inflamação de garganta e infecção de ouvido. Duas semanas a base de remédios. Ainda estou tenho tosses secas e garganta estranha. Uma semana depois as tosses voltaram, e com elas, a dor nas costelas, agora do lado esquerdo. Mais remédios. Já nem tenho paladar mais.

Infelizmente, meus entretenimentos favoritos ficaram à parte esse ano: F1 foi horrível. Abandonei minhas anotações sobre os GPs no meio da temporada de tão frustrante que tudo foi. Agora é simplesmente "tanto faz" para toda corrida que for assistir. 
A NFL estava boa, até o QB do meu time fazer um jogo desastroso e ir parar no banco por várias lesões. Os times que eu gosto, atravessaram fases ruins. Agora, boa parte deles, joga por posições boas no draft 2016 e nem sonham com playoffs.  
Porcaria! A temporada regular passou muito depressa!!! E o Super Bowl 50 tem cara e gosto de chuchu. Ainda para completar o show do intervalo vai dar ibope pelos fãs do Coldplay, inclusive os que anos atrás xingaram o SB "coisa chata que o pessoal não para de comentar"... 
A não ser que eu me engane feio, será Panthers x Patriots, com vitória dos Panthers. Mas não custa torcer para que eu erre esse palpite né? Conto com vcs! ;)
Outros dois entretenimentos que ficaram meio de lado esse ano foram livros e filmes. Li livros, mas só aqueles que são necessários para os estudos, ou os mandados pelos professores das disciplinas. Os de "recreação" só lotam a prateleira. Haja tempo para todos...
Vi muitos filmes, mas poucos no cinema, lugar onde eles pertencem. Assisti a bons filmes que se não fosse pelos sites escusos que a dona Polícia Federal começou a caçar agora - deixando pedófilos, preconceituosos e criminosos outros à solta na web, decidiram pegar os mais fáceis, os que rouba m direitos autorais. Na sua maioria baixei - sim, fazer o quê? - filmes que não iria vir nos cinemas da região (por serem muito pouco comerciais) ou que não teriam distribuição nem em DVD por ser filme estrangeiro e meio independente. Agora José, já era! É esperar cinema e quando não der, que uma distribuidora seja benevolente e mande para nós.
Cinemas ficaram em segundo plano, ou por falta de tempo de pegar estrada ou porque os amiguinhos das redes de cinemas agora socam filme dublado até na casa do chapéu, se lá tiver sala. Dublado, eu não pago, bonecas!
Séries ficaram ok, mas agora encaro a batalha dos hiatos. 

Mas, coisas boas: fui ao show do Pearl Jam em novembro, uma coisa maravilinda. Fazia quase 5 anos que não ia em um show e valeu muitíssimo a pena. Eternamente feliz. 
Conheci amigas de internet: Ludmila e Tatiana Coimbra, Luane, Melissa, Yasmin. Amigas que a F1 e Kimi Räikkönen me deu e agora, fortaleceu. 
Terminei meu curso - finalmente - de italiano! Quase 7 anos e sou bem ruim no idioma. Fatores do prolongamento foram: mudança de livro (para um bem ruim, sem sequencia e confuso), duas festas de Halloween que começaram a ser organizadas no começo do ano e tomou tempo lascado das aulas, e duas alunas (eu uma delas) e uma professora que são amigas de muito tempo e conversam demais! :D Fora as preguiças, cada um a seu modo.

 *Enfim, 2016 deve ser produtivo, espero que seja rechonchudo para todos nós e que seja, na medida do possível, fácil de enfrentar. Grande abraço afável à todos.  Volto ano que vem. Dia 07 de janeiro o blog comemora 9 anos! :D 

Grande, grande, graaaaande abraço de ano novo, super afável a todos!!! *

Nenhum comentário: