sábado, 18 de agosto de 2012

Poets of the Fall

Enquanto na F1 só temos inconstâncias e imprecisões, mesmo com pouco tempo, decidi colocar aqui umas músicas que gosto e por ventura alguém não conheça.

Essa semana fui fazer a sobrancelhas em um salão, e como tem sido de costume a tortura evoluiu para além do tirar fio por fio com uma pinça, eu ainda ouço uma rádio que se limita a tocar sertanejo/forró universitário.
Eu esqueço o desconforto de tirar os fiozinhos para prestar atenção nas absurdas, ridículas e afins das letras. Fora que boa parte dos interpretes são muito parecidos uns com os outros, o ritmo é praticamente  o mesmo e para finalizar, os temas também são.

Graças a Deus existem boas coisas que agradam aos tímpanos de uma pessoa carente de cuidados como eu naquele momento que estava a caminho de volta para casa. A primeira música da playlist que tocou assim que coloquei o celular para funcionar ( para "tomar um banho" de sons - se não melhores - muito mais agradáveis), era do Poets of Fall.


Eles são uma banda de rock finlandesa, que naquele momento me fez ser grata por Marko Saaresto existir. A voz dele recuperou meu tímpano e evitou que o coitado saísse correndo da orelha.
Conheci Poets of the Fall por acaso, no youtube. Procurava alguma outra coisa e o vídeo da música "Carnival of Rust" apareceu como recomendação. Instantaneamente, saí atrás das músicas e sobre a banda e assim foi que encontrei não só esta, mas muitas que acho belíssimas composições.
(Informações mais apuradinhas da banda, no salve-salve wikipédia: link)
Já houve citação do Marko aqui no blog, quando fiz uma postagem sobre as minhas vozes favoritas da Finlândia (quem não viu, basta clicar aqui). É uma belíssima voz.

Eis então que coloco as minhas músicas e apresentações favoritas dessa banda, espero que gostem tanto quanto eu:








 E "Carnival of Rust" original:


Abraços afáveis!

Um comentário:

Ron Groo disse...

Nunca tinha ouvido falar, gostei bastante.