sexta-feira, 24 de agosto de 2012

"Massa não é tão ruim"

Já ouviram aquela que é preciso vender o seu peixe?
Pois é, pois de um turbilhão de críticas massivas ao piloto Felipe Massa, alguns brasileiros estão afim de vender algo para melhorar a imagem do bom moço. Seja o que for. Pode até não ser peixe fresco.
A questão da vez é essa:

Números colocam Felipe Massa como quarto melhor na história da Ferrari (Amigos da Velocidades - link)

O que faz pensar nem é o tom de defesa da cria. Não é surpreendente que logo teremos acesso a matérias vitimizando Massa e procurando em quem - que não seja ele - o culpado de seu "fracasso".
Nem nós brasileiros encontramos, pois uns dizem que a culpa foi a mola solta do Rubinho, outros falam que o culpado é o Alonso (se vc sorri, é porque sabe em quem colocar a culpa), outros culpam a Ferrari. Fato é que ninguém está muito certo. Pode ser tudo isso: pode ser uma Ferrari que percebeu que Massa não rende como Alonso. Pode ser Alonso que trabalha tanto que deixaria o mais workaholic do mundo se preparando para se aposentar de desgosto.
E não foi o tal acidente com a mola. Embora quando ele ficar sem emprego, tenho certeza que ele vai dizer que foi ignorado por esse motivo, como um produto com defeito. (Anotem aí essa "previsão"). Foi grave? Foi, óbvio. Mas todo dia, todos eles correm riscos. Se encaram, é porque sabem. Duvido que ignorariam ele por essa razão. Seria no mínimo, idiotice, pois hoje ele está bem e fora total de perigo.
Eu tenho a minha que foi a mídia que fez dele muito mais piloto do que é.

O que me encabula mais ainda é que esse pessoal que curte números são os primeiros a ignorar quando alguém apresenta argumentos matemáticos sob a perspectiva real  de outro piloto.
Há um bom número de matérias apontando que depois do GP da Hungria - a última antes dessa pausa - Lewis Hamilton retornou, ressurgiu e está no páreo do campeonato mais vivo que nunca. Houveram rankings de notas aos pilotos e sempre Alonso em primeiro, Hamilton em segundo e Räikkönen atrás do inglês.
A justificativa, também era a mesma: o finlandês ainda não venceu.
E eu - muito provavelmente ao contrário de vcs - diria que é um detalhe circunstancial. 
Tenho uma tese para colocar Räikkönen à frente de Hamilton. A tese é baseada em números e aproveitamento, pois os "números são nossos amigos" como aprendemos no jardim de infância...
A teoria é: Hamilton pode até ter vencido duas corridas, nada grandiosas, nada esplêndidas, apenas normais.
Mas abandonou duas também. Kimi, marcou pontos em todas as 10, exceto na China, porém na mesm, ainda assim terminou a corrida. Rendimento praticamente 100%, se não 98,98%. ¬¬'
Então, diriam os "lewisetes" que os abandonos de Lewis foram circunstanciais? Certo. Então Kimi ainda não ter vencido também foi. 
E apenas um ponto separam um do outro. Ambos subiram no pódio cinco vezes. Mas um anda de McLaren, o outro de Lotus. Um esteve fora do ambiente F1 por dois anos. O outros está lá desde sempre. 

Mas, que adianta tudo isso?
Se a resposta que passa na cabeça de vcs for "nada", eu digo o mesmo para a reportagem sobre Massa ser um bom piloto da Ferrari:

1º) Michael Schumacher – 72 vitórias
2º) Niki Lauda – 15
3º) Alberto Ascari – 13
4º) Felipe Massa – 11
5º) Rubens Barrichello, Fernando Alonso e Kimi Räikkönen – 9
8º) Jacky Ickx e Gilles Villeneuve – 6
10º) Carlos Reutemann, Alain Prost e Gerhard Berger – 5
Vejo problemas aí. 
Schumi será por um bom tempo imbatível na equipe. Lauda e Ascari pararam de correr e estão ameaçados por Massa e Alonso, uma vez que Rubinho e Kimi, saíram e possivelmente não voltarão.
O que os caras que escreveram a matéria não perceberam é que se os números ajudam nesse momento a favor do Massa, eles também vão tirar ele da jogada logo. Felipe está na Ferrari por sete anos. Alonso completará 3 anos de casa e está à duas vitórias apenas, para empatar com o companheiro. 
Caso eles também não saibam, Alonso tem 9 corridas para esse empate. E no andar da carruagem, conseguirá. E inclusive conseguirá ultrapassar o companheiro sabendo que ele continua na equipe...
... coisa que o nosso compatriota, ainda precisa resolver...

Tô certa ou tô errada? (rsrsrsrs...)
Abraços afáveis!


Um comentário:

Ron Groo disse...

Sabe que discordo um pouco.
Acho ele meia boca, apenas isto.
Mas perto de outro cara que pilotou lá mesmo na casa do mal, ele é gênio hehehehe