terça-feira, 19 de março de 2019

"Fotonovela" GP da Austrália 2019

Como de costume, vamos às fotos do fim de semana na abertura da F1 2019.
(Para quem tá chegando agora, saiba que essas postagens são todas metidas a engraçadinhas, ok?)


"Elenco" da temporada 2019:
Tem de tudo: bufão, vilão, inocente, pretensioso, preguiçoso, apoiadores, causadores, "intrigueiros"...
Dica "sem stress" para 2019: é tudo um teatrinho. 
Agora, se quiserem estressar, fiquem a vontade para acreditar em qualquer coisa que sair de lá. 
Meu cartaz estará pronto:


***

 Vettel na cena em que ele lembra de seus tempos com Kimi "Micalatéia"...


***

True Stories: Hamilton soube que celebridades não podem ter remelas.
Vettel se sentiu ofendido quando disseram que seu bigode de Mansel está ridículo. 


***

A cena da temporada: "Aí, falô, valeu por... Nada!"


***

Homenagem ao Charlie Whiting #RIP
(Quero só ver a pequena zona que vai virar esse ano, sem ele...)

PS: Porque raios tem gente sorrindo nessa foto?


***

Ricciardo protagonizando cenas de dor. 
Li por aí que ele foi prejudicado por uma lombada na pista. No futebol, o pessoal chama de "morrinho artilheiro", né?
Então. Dica ao quase-xará: fazer a caminhada na pista é fundamental. 
Olhar todos os cantinhos e curvas. Todo cuidado é pouco para não voltar a ser o azarado que foi em 2018. Ainda mais agora que nem parece que saímos desse ano infeliz.


***

A zica da McLaren continua e não ficou só na temporada passada. Só mudou de espanhol hospedeiro: saiu do Alonso para o Sainz.
"Os roteiristas" trataram de fazer uma cena com ele, correndo. 
Só que à pé.


***

  2018: "Leclerc vem para ajudar e fazer a diferença"
2019: "A pré temporada indica que a Ferrari tem o melhor acerto de carro"
...
GP de abertura da F1, na Austrália:
 A Ferrari não quer ser protagonista, mesmo... 


***

Alerta para o pessoal do "figurino e do cenário": vamos costurar macacões mais folgados, sim? 
E... Garrafas rosa? É da Racing Point? O pai do Stroll comprou os champagnes também?


***

Melhores momentos do Capítulo Austrália: Hamilton coadjuvante (ainda que por pouco tempo) e Kimi marcando pontos


Piores momentos: Ferrari decepcionando (como sempre) e Verstappen ainda longe das Mercedes


***

 Personagem mais odiado do Capítulo 1: Mattia Binotto

Foi para esse fiasco que ficaram sem o (grisalho estiloso) Arrivabene?
Tá mal feitinho esse serviço aí!


***

 Personagem mais amado da corrida: Valtteri Bottas
Ninguém botou fé, depois todo mundo amou. 
Foi massacrado durante 2018 praticamente inteiro. Agora, é o campeão de 2019, "favoritaço". 

'Cês não tem vergonha, não?



 Mó nervosinho, falando palavrão no rádio e dando o dedo para as fotos? Quem diria?


Vamos ser "badass" até quando, meu querido Bichinho de Goiaba que virou Coró?


Abraços afáveis!

4 comentários:

Carol Reis disse...

Essa imprensa que cobre a F1 é engraçada: Enquanto vc ganha é um Deus, enquanto perde é fraco e superestimado. É uma cobertura extremamente bipolar, os caras adoram ter alguém p lamber o saco e outro p transformar num boneco de judas. Esbarrei numa matéria sobre o Hamilton em 2014, que questionava o porquê dele não ter popularidade com os britânicos. Essa bipolaridade toda me cansa.

Manu disse...

É, Carol, o lance da mídia "especializada" é essa mesmo. Até vá lá, eu e alguns colegas termos nossos blogs para dar pitacos, mas a mídia deveria ter um pouco mais de tato.
Eu tento brincar um pouco com meus textos, mas se acho um piloto bom, isso independe se ele é grande vencedor ou está do meio do grid para trás.
Gostava do Bottas. Na verdade, gosto. Mas o fato dele ser resignado aos mandos da Mercedes, me fez ter os dois pés atrás com ele. Quero muito que ele triunfe e de fato, quebre a dinastia Hamilton. Porém, escrever que ele vai vencer a temporada, baseada em uma corrida, como alguns portais tem feito, é burrice.
Basta que na próxima corrida seu rendimento esteja abaixo e veremos as mesmas críticas do ano passado voltando à tona.
No fim das contas, noticiam o que uma maioria quer ler.
E concordo, isso cansa pra caramba!

Abs!

Carol Reis disse...

Exatamente. Eu gosto do Bottas, até tenho um pouco de pena também, mas acho que 2018 diz muito sobre ele como piloto. Agora fazer como a imprensa faz não dá. Hoje estão tratando o cara como um Deus, mas ao longo da temporada as coisas vão voltar ao de sempre. Como vc disse, eles deveriam ter mais tato. Não dá para levar a opinião deles assim tão a sério.
ABS.

Manu disse...

Certamente que não.
Mas a gente vai dando os nossos jeitinhos...
;)